Abrir menu principal

Symfonia

banda musical

HistóriaEditar

Todos esses músicos, por coincidência estavam morando na Escandinávia e Andre Matos e Timo Tolkki que já se conheciam há um certo tempo, vinham se encontrando por lá, e desses encontros casuais acabou surgindo a idéia desse projeto que foi batizado de Symfonia. Decidiram então, unir forças com outros conceituados músicos do metal e por o projeto a frente. O grupo fez sua estreia no Finnish Metal Expo de 2011[1] e lançaram o primeiro álbum, In Paradisum, em 25 de março de 2011. Ainda antes de darem inicio a sua primeira turnê, o baterista Uli Kusch acabou deixando a banda devido a problemas de saúde.

No inicio de dezembro de 2011, Timo Tolkki afirmou na época em sua página no Facebook que provavelmente nunca mais gravaria algo. Nessa nota, Timo falou sobre alguns problemas que a banda passou em sua primeira turnê e também no processo de gravação, além de dizer que estava cansado de viver viajando e que precisava dar um tempo para cuidar de sua saúde, pois ele sofre de transtorno bipolar, além cuidar de sua vida pessoal.[2] Em uma mensagem no fórum oficial do Symfonia, Tolkki disse que ele e Andre Matos chegaram a um consenso de que seria melhor encerrar as atividades do supergrupo.[3]

FormaçãoEditar

DiscografiaEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b «Former Stratovarius, Helloween, Angra Members Join Forces In Symfonia». Blabbermouth.net. 8 de novembro de 2010. Consultado em 8 de novembro de 2010. Arquivado do original em 29 de agosto de 2013 
  2. Tolkki's note at Facebook
  3. «The Official Forum Of Symfonia». Consultado em 10 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 26 de abril de 2012 
  Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.