Os Tínios eram uma tribo Trácia que, junto com os Bitínios, migraram para as terras que mais tarde seriam conhecidas como Tínia e Bitínia na Anatólia.

DenominaçãoEditar

Heródoto generaliza os tínios e os bitínios como trácios, mas os considera como duas divisões; com o tempo, o nome tínio tornou-se esquecido e o nome bitínio prevaleceu até que Plínio definiu que os tínios ocupavam a costa da Bitínia, de Cio até a entrada de Ponto, enquanto os bitinios ocupavam o interior.[1]

Uma secção da tribo dos tínios que vivia perto de Salmidessus, se chamavam Melinofagi[2] ao norte dos tínios, na planície e nas encostas a oeste de Strandzha Planina viviam os Tranipsi[3] que o historiador Teopompo descreveu como sendo os Tíneos cujo nome está associado com os Nipsaei.[4]

Referências

  1. Sir William Smith. Dictionary of Greek and Roman Geography. Little, Brown & Company; 1854. p. 404.
  2. Xenofonte, Anábase. VII.512, cf. St Biz. 442
  3. Xenofonte, Anábase. VII.2.32
  4. Nicholas Geoffrey Lemprière Hammond. The Cambridge ancient history. 3,2.. Cambridge University Press; 1991. ISBN 978-0-521-22717-9. p. 605.