T-14 Armata

T-14
VDayRehearsal05052016-28.jpg
Um T-14 russo.
Tipo Carro de combate principal
Local de origem  Rússia
História operacional
Utilizadores Forças armadas russas
Histórico de produção
Fabricante Uralvagonzavod
Custo unitário 400 milhões de rublos (aprox. US$ 3,7 milhões de dólares)[1]
Período de
produção
2015–presente
Quantidade
produzida
20[2] (100 planejados)
Especificações
Peso 48 t
Tripulação 3[2]
Blindagem do veículo 44S-sv-Sh
Armamento
primário
1 canhão 2A82-1M de 125mm
Armamento
secundário
1 metralhadora Kord (6P49)
1 metralhadora PKT (6P7К)
Motor ChTZ 12Н360 (A-85-3A) (diesel)
1 500 h.p.
Suspensão Barra de torção
Alcance
Operacional
500 km +
Velocidade 80–90 km/h

O T-14 Armata é um tanque de guerra desenvolvido e produzido pela Rússia para servir como o principal veículo blindado do seu exército. Após anos de desenvolvimento ele foi oficialmente apresentado ao público durante o Desfile do Dia da Vitória em 2015, realizado em Moscou.[3][1]

A parte traseira do T-14.

Armado com um canhão de 125 mm montado sob uma torre automatizada de alta tecnologia, o tanque é descrito como um dos melhores de sua geração. Seu sistema de blindagem retroativa (o Afghanit) é altamente eficiente, capaz de proteger sua tripulação (três soldados) do impacto de uma variedade de munições perfurantes, como aqueles de energia cinética. Seu motor a diesel é um ChTZ 12Н360 (A-85-3A) com potência de 1500 cavalos, que faz com que ele chegue a alcançar mais de 90 km/h.[4][5]

O exército russo inicialmente planejava adquirir 2 300 tanques T-14 entre 2015 e 2020.[6][7][8][9] Contudo, problemas de produção e falta de dinheiro atrasou esses planos para o final de 2025,[10] até que o projeto de construir este tanque em massa foi prontamente cancelado. Os cem veículos já planejados passaram a ser incorporados a Divisão Taman (a 2ª Divisão Tamanskaya de Blindados de elite); testes problemáticos e o caríssimo projeto e manutenção destes tanques causaram ainda mais atrasos nas entregas.[11][12]

Referências

  1. a b «"Russia's secretive Armata battle tank revealed"». RT. 21 de abril de 2015 
  2. a b «"Russia's new Armata tank on Army 2015 shopping list"». RT. TASS. 21 de fevereiro de 2015. Consultado em 9 de maio de 2015 
  3. «"T-14 Armata: a nova arma de destruição russa"». Euronews.com. Consultado em 10 de maio de 2015 
  4. «Танк Т-14 "Армата" или Т-99 "Приоритет"». vpk.name (em russo). Consultado em 6 de maio de 2015 
  5. Luiz Padilha. «Novo tanque russo Armata deixará seus análogos ocidentais para trás». Defesaaereanaval.com.br. Consultado em 10 de maio de 2015 
  6. «Россия уже начала серийное производство смертоносного танка Т-14 "Армата"». versia.ru (em russo). 5 de maio de 2016. Consultado em 30 de março de 2018. Cópia arquivada em 31 de março de 2018 
  7. Majumdar, Dave (13 de março de 2016). «Surprise: Russia's Lethal T-14 Armata Tank Is in Production». The National Interest (em inglês). Consultado em 30 de março de 2018. Cópia arquivada em 30 de março de 2018 
  8. «T-14 (Object 149) Armata Main Battle Tank (MBT)». GlobalSecurity.org. Consultado em 14 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 21 de agosto de 2016 
  9. Lockie, Alex (15 de março de 2016). «Russia claims its deadly T-14 Armata tank is in full production». Australian Business Insider. Sydney, Australia. Consultado em 2 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 27 de agosto de 2016 
  10. Diplomat, Franz-Stefan Gady, The. «Russia's Military to Receive 100 New T-14 Armata Battle Tanks». The Diplomat (em inglês). Consultado em 30 de março de 2018. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2018 
  11. «Russia: Two battalions of T-14 Armata MBT tanks will enter in service». Army Recognition: Global Defense & Security News. Fevereiro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2018 
  12. «Первые "Арматы" получат таманцы.». Izvestia. 12 de maio de 2017. Consultado em 12 de maio de 2017. Cópia arquivada em 12 de maio de 2017 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre T-14 Armata