Abrir menu principal

TV Bandeirantes Amazonas

Emissora de televisão brasileira de Manaus, AM
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
TV Bandeirantes Amazonas
Rádio e Televisão Rio Negro Ltda.
Manaus, Amazonas
Brasil
Tipo Comercial
Canais
Outros canais
Sede Bandeira de Manaus.svg Manaus, AM
Rede Rede Bandeirantes
Fundador Francisco Garcia
Pertence a Grupo Bandeirantes de Comunicação
Proprietário Johnny Saad
Antigo proprietário Francisco Garcia
Administração Ricardo Massara
Presidente Johnny Saad
Fundação 13 de março de 1991 (28 anos)
Prefixo ZYA 249
Nome(s) anteriore(s) TV Rio Negro (1991-2009)
Cobertura Cobertura - TV Bandeirantes Amazonas.svg
Coord. do transmissor 3° 5' 58.6" S 59° 59' 46.9" O
Potência 10 kW
Página oficial band.uol.com.br/tv/amazonas

TV Bandeirantes Amazonas (também conhecida como Band Amazonas) é uma emissora de televisão brasileira sediada em Manaus, capital do estado do Amazonas. Opera no canal 13 (22 UHF digital) e é uma emissora própria da Rede Bandeirantes.[1]

HistóriaEditar

A emissora foi fundada como TV Rio Negro em 1987 em caráter experimental e foi lançada oficialmente em 13 de março de 1991. Pertencia ao Sistema de Comunicação Francisco Garcia, do ex-deputado federal Francisco Garcia. A emissora já era afiliada à Rede Bandeirantes e ainda possuía repetidoras em 21 municípios do interior. Em agosto de 2008, é comprada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação e em 26 de março de 2009 a emissora é renomeada para TV Bandeirantes Amazonas. A estratégia do Grupo Bandeirantes em comprar a emissora local teve como objetivo proteger a cobertura da Band no Estado do Amazonas, haja vista que anos antes o SBT havia perdido cobertura no estado.

Nos anos 2000, exibiu o polêmico programa Canal Livre, que fez muito sucesso na época e era apresentado por Wallace Souza.

De 2007 (ainda como TV Rio Negro) a 2009 a emissora deteve os direitos de transmissão do Carnaval de Manaus para todo o Estado do Amazonas, pertencentes até então à TV A Crítica. A partir de 2010, os direitos passaram para a TV Em Tempo.

A partir de 2008 também adquiriu os direitos de transmissão de imagens do Festival Folclórico de Parintins, que até então pertenciam à TV A Crítica. Com isso, o Festival ganhou notoriedade em todo o Brasil, através da transmissão na íntegra dos 3 dias de evento em TV aberta através das emissoras da Rede Bandeirantes em todo o território nacional, ao contrário do que ocorria com a TV A Crítica (que retransmitia em TV aberta e na íntegra somente para a Região Norte e parte do Nordeste) e com a TV Amazonas (transmissão limitada somente ao Amazonas e para telespectadores que possuíam antena parabólica nos outros estados). A emissora transmitiu o Festival até o ano de 2012. Em 2013 o Festival passa a ser apresentado pela TV Amazonas (somente apresentações do Boi Caprichoso) e pela TV A Crítica (somente apresentações do Boi Garantido), gerando pela primeira vez duas emissoras transmitindo parcialmente o Festival Folclórico de Parintins.

Em 2010 a emissora colocou no ar o seu sinal digital em HDTV para a capital amazonense, porém sem gerar programação local e nem inserir propagandas locais no canal digital, transmitindo a programação direta do satélite da Rede Bandeirantes para Manaus. A emissora mantém sinal de satélite no StarOne C3 a fim de manter a transmissão da programação local para o interior do Amazonas.

Nos dias 22, 23 e 24 de outubro de 2010 a emissora transmitiu para todo o Brasil, com exclusividade e pela primeira vez, a festa de aniversário da Cidade de Manaus, num evento conhecido como Boi Manaus.

Em abril de 2011 a emissora começou a transmitir a programação local, juntamente com as inserções publicitárias locais, em seu canal de alta definição HDTV, porém a emissora somente convertia as imagens analógicas para o sinal digital, não gerando imagens reais em HDTV, mesmo a programação nacional da Band, originalmente transmitida em HD. Somente em agosto de 2012 a emissora passou a transmitir a programação nacional da Band com imagens totalmente em HDTV, porém os intervalos e a programação local ainda sendo gerada em modo analógico.

Em 16 de outubro de 2012 o sinal da Band Manaus em HDTV é incluído na grade de canais da NET (canal 509), operadora de TV a cabo em Manaus, porém só pode ser sintonizado para os assinantes que possuem o decodificador específico para recepção de sinais em alta definição.

No dia 24 de abril de 2013, a emissora passa a gerar os programas locais em alta definição.

ProgramasEditar

Além de exibir a programação nacional da Band, a Band Amazonas também exibe os seguintes programas:

  • Jogo Aberto Regional: jornalístico esportivo, com Eduardo M. de Paula e Dany Rezende
  • Band Cidade 1.ª Edição: telejornal, com Flávia Moura
  • Amazonas Urgente: jornalístico, com Márcio Paes Barreto
  • Exija Seus Direitos: assistencialista, com Marcos Rotta[2]
  • Cidade Urgente: jornalístico, com Álvaro Campelo
  • Brasil Urgente Regional: jornalístico, com Katiana Pontes
  • Band Cidade 2.ª Edição: telejornal, com Neto Cavalcante
  • Band Entrevista Amazonas: entrevistas, com Junha Januária

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Cåmera 13
  • Comunidade Alerta
  • Programa Sabrino Castelo Branco

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
13.1 22 UHF 1080i Programação principal da Band Amazonas / Band
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a Band Amazonas, bem como as outras emissoras de Manaus, cessou suas transmissões pelo canal 13 VHF em 30 de maio de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

RetransmissorasEditar

Referências

  1. «Família Saad controla 50% da TV Rio Negro» [ligação inativa]
  2. Redação (4 de abril de 2019). «Marcos Rotta volta a apresentar 'Exija Seus Direitos' na TV Band». Amazonas Atual. Consultado em 23 de julho de 2019 
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 24 de janeiro de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar