Abrir menu principal

TVE Cultura

emissora de televisão brasileira de Campo Grande, MS
TVE Cultura
Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Brasil
Tipo Educativa
Canais Digital: 42 UHF
Virtual: 4 PSIP
Outros canais 15 (NET)
ver mais
Analógico:
04 VHF (1984-2018)
Sede Campo Grande, MS
Av. Desembargador Leão Neto do Carmo, s/n - Parque dos Poderes
MAPA
Slogan Pega bem em todo lugar.
Rede TV Cultura
Rede(s) anterior(es) TV Brasil (2008-2016)
Fundador(es) Wilson Barbosa Martins
Pertence a Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul
Proprietário(s) Governo do Estado de Mato Grosso do Sul
Presidente Bosco Martins
Fundação 11 de outubro de 1984 (35 anos)
Prefixo ZYA 948
Nome(s) anterior(es) TV Educativa (1984-2003; 2014-2016)
TVE Regional (2003-2008)
TV Brasil Pantanal (2008-2014)
TVE MS (2016-2018)
Emissora(s) irmã(s) Educativa FM 104,7
Cobertura Estado do Mato Grosso do Sul e para todo o Brasil via satélite
Coord. do transmissor 20° 26' 27.1" S 54° 33' 21.1" O
Potência 10 Kw
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial www.portaldaeducativa.ms.gov.br

TV Educativa de Mato Grosso do Sul (também TVE Cultura) é uma emissora de televisão brasileira, com sede em Campo Grande, MS. Opera no canal 4 (42 UHF digital) e é afiliada à TV Cultura, e possui algumas retransmissoras no interior do estado do MS.[1]

HistóriaEditar

Foi fundada em 11 de outubro de 1984 como a retrasmissora da TV Educativa do Rio de Janeiro. No início, a emissora contava com programação local e transmitia programas da TV Brasil do Rio de Janeiro que era mista com a programação da TV Cultura de São Paulo. A emissora pertence ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

À época, a sede da emissora ficava na Rua Estrela do Sul no bairro Villas Boas até 1994. No ano seguinte, Durante no governo Pedro Pedrossian ganha uma nova sede no Parque dos Poderes. O prédio se transformou num cartão postal de Campo Grande. Aproveitando a estrutura de um Ginásio de Esportes, o arquiteto pernambucano Roberto Montezuma misturou diversos materiais dando um ar contemporâneo à sua obra. Com destaque para a torre com 116 metros de altura, considerada a mais alta torre de alvenaria da América Latina.

A Rede Pública de Televisão, formada pela união da TVE Brasil (RJ) com a TV Cultura (SP), foi extinta no dia 2 de dezembro de 2007, data da inauguração da TV Brasil, a TV pública do Governo Federal. Com isso, a emissora sul-mato-grossense e outros estados brasileiros passaram a transmitir apenas o sinal da TV Cultura. Depois, as emissoras públicas em todo o território nacional deixaram de transmitir a programação da TV Cultura para transmitirem a programação da TV Brasil.

Em 2003, passou se chamar de "TVE Regional". A partir de 2008, a emissora deixou de produzir programas locais, retransmitindo na íntegra a programação da TV Brasil. Desde o mês de setembro, passou a adotar o nome "TV Brasil Pantanal", mantendo assim o nome similar com a cabeça da rede que transmitia. No final do mesmo ano a emissora volta a exibir programação local inserindo apenas o telejornal Repórter MS. Depois disso, aos poucos a emissora voltou com alguns programas próprios e outros independentes em parceria com universidades privadas e públicas do estado, expandindo assim sua programação regional.

Em 2015 a emissora lança seu portal de notícias denominado "Portal da Educativa" onde o mesmo além de transmitir a programação da rádio e da TV educativa em tempo real, mostraria notícias e informações relevantes para população que acontecia no estado. No mesmo ano voltou a ser denominada TV Educativa com a sigla "TVE MS" ou "TV Educativa do Mato Grosso do Sul".[2] Em novembro de 2015 a emissora anuncia em seu portal de noticias que a mesma deixará de retransmitir a TV Brasil para se afiliar apenas com a TV Cultura, pois a mesma possuía uma programação mais qualificada para a formação crítica da população.

Em 15 de fevereiro de 2016, a emissora passou a ser afiliada da TV Cultura onde a mesma terá o papel de levar informação e prestação de serviços a população sul-mato-grossense.[3]

Em 2018, a emissora deixa o nome de TVE MS e passa se chamar a "TVE Cultura".

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
4.1 42 UHF 1080i Programação principal da TVE Cultura / TV Cultura
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TVE Cultura, bem como as outras emissoras de Campo Grande, cessou suas transmissões pelo canal 4 VHF em 14 de agosto de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[4]

ProgramasEditar

Além de retransmitir a programação nacional da TV Cultura, a TVE Cultura produz os seguintes programas:

  • Cult
  • Giro do Esporte
  • MP na TV
  • Panorama MS
  • Prosa & Segredos com Bosco Martins
  • Segurança em Pauta
  • Show da Terra
  • Spoiler

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • 30 Minutos com Marisa
  • Argumento
  • Alma Guarani
  • Almanaque TV
  • Cartão Verde MS
  • Casarão da Fazenda
  • Conversa Franca
  • Documento Regional
  • Estação Cultura
  • Hora Extra
  • Identidade
  • Jornal Regional
  • Jornal da TVE
  • Oficina
  • Oficina de Idéias
  • Olhares
  • Repórter MS
  • Roda Viva MS
  • Som do Mato
  • TV Memória

Ver tambémEditar

Referências

  1. «TVE Cultura [ AO VIVO ]». Portal da Educativa. Consultado em 20 de dezembro de 2018 
  2. Decreto oficializa denominações das emissoras do Governo do Estado
  3. «TVE passa a transmitir programação da Rede Cultura». Portal da Educativa. 15 de fevereiro de 2016. Consultado em 15 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 2 de março de 2016 
  4. Sinal analógico será desligado nesta terça-feira; TVE Cultura já transmite no digital

Ligações externasEditar