Abrir menu principal

Fofão

(Redirecionado de TV Fofão)
Nota: Se procura pela jogadora brasileira de vôlei, veja Hélia Souza.
Fofão
Fofao (cropped).JPG
Fofão, personagem criado por Orival Pessini.
Sexo Masculino
Origem Brasil
Morada Fofolândia
Espécie extraterrestre
Criado por Orival Pessini
Primeira aparição Balão Mágico
Última aparição Uma Escolinha muito Louca
Época(s) Anos 80 (1983 á 1988 e 1994 á 1998)
Interpretado por Orival Pessini

Fofão foi um personagem fictício dos extintos programa de televisão infantis brasileiros Balão Mágico e TV Fofão. Interpretado pelo ator e humorista Orival Pessini (que faleceu no dia 14 de outubro de 2016), tornou-se bastante popular entre as crianças brasileiras nos anos 1980, chegando a ter seu próprio programa, além de discos, bonecos e diversos produtos licenciados.

HistóriaEditar

O personagem Fofão era um alienígena nascido no planeta fictício chamado "Fofolândia". Criado e interpretado por Orival Pessini, Fofão fez sua primeira aparição na TV em 1983, no programa matutino infantil Balão Mágico, da Rede Globo. Inicialmente ele não falava e apenas emitia sons que eram interpretados por Simony.[1] Com o sucesso do personagem, que ganhava cada vez mais espaço no programa, Orival Pessini criou o boneco Fofinho, réplica em miniatura de Fofão.[1]

Fofão fez tanto sucesso que, com o fim do programa global, em 1986, ganhou seu próprio programa diário, a TV Fofão, na Rede Bandeirantes, onde apresentava quadros humorísticos, músicas, sorteios e desenhos animados. Seu programa na Rede Bandeirantes ficou no ar por quase quatro anos, de 1986 a 1989. Em sua programação havia desenhos animados da Hanna-Barbera, musicais e quadros cômicos. O personagem foi ainda protagonista de um filme, o longa-metragem Fofão e a Nave sem Rumo, de 1989, com direção de Adriano Stuart.

O programa TV Fofão voltou a ser exibido pela Rede Bandeirantes entre 1994 e 1996.[2] Em 1996, o programa teve uma rápida passagem pela TV Gazeta,[2] quando esta ainda mantinha parceria com a CNT.

Orival Pessini gerenciou a empresa Fofão Produtos e Merchandising, Ltda.. Com o sucesso do personagem, foram lançados vários discos e produtos com seu nome.

Em 2013, o personagem comemorou 30 anos de criação e realizou shows pelo Brasil, tendo cantado ao lado de Ivete Sangalo no Fortal, carnaval fora de época realizado em Fortaleza,[3] e apresentações especiais ao lado do personagem Kiko do seriado El Chavo del Ocho,[4] interpretado pelo ator Carlos Villagrán, onde promovem aos fãs o encontro dos personagens bochechudos.

Em 2014, Fofão (Orival Pessini) foi convidado pela escola Rosas de Ouro para desfilar na avenida, levando o tema "Inesquecível", que mostra as fases da vida de um ser humano desde a infância a terceira idade, relembrando personalidades que marcaram a vida de muita gente, e as homenageando.[5]

Em 2015 foi lançado pela gravadora MCD o DVD #FofãoForever, produzido por Orival Pessini e dirigido por Saulo Ribas, com 10 novos clipes musicais de reinterpretações de canções que marcaram a trajetória do personagem. Os novos clipes são parte de um projeto maior, que pretende fazer um resgate do personagem para as crianças.[6] Além disso, a discografia do personagem foi relançada no formato digital nas principais lojas.

No dia 14 de outubro de 2016, Orival Pessini, o criador do Fofão, faleceu em decorrência de câncer no baço.[7]

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

Ano Álbum Gravadora
1984 Disco do Fofão RGE
1985 Disco do Fofão 2 RGE
1986 Som & Fantasia 3M
1987 Doce Caramelo 3M
1988 Fofão RGE
1989 Fofão RGE
1990 Fofão RGE
1996 TV Fofão RGE
1998 O Coco do Coqueiro Paulinas COMEP

ColetâneasEditar

Ano Álbum Gravadora
1987 O Melhor do Fofão RGE

SinglesEditar

Ano Álbum Gravadora
1985 Guerra nas Estrelas RGE
1985 Mundo Novo RGE

VideografiaEditar

DVDsEditar

Ano DVD Gravadora
2015 #FofãoForever MCD

ApariçõesEditar

TelevisãoEditar

Ano Programa Emissora
1983-1986 Balão Mágico Rede Globo
1986-1989 TV Fofão Bandeirantes
1994-1996 TV Fofão Band
1996-1998 TV Fofão CNT/Gazeta
2008-2010 Uma Escolinha muito Louca Band

FilmesEditar

Ano Filme
1989 Fofão e a Nave sem Rumo

Revista em quadrinhosEditar

Entre 1987 e 1989, durante os primeiros anos do programa TV Fofão foi publicada uma série de revistas em quadrinhos chamada "Fofão em Quadrinhos". A revista foi publicada pela editora Editora Abril e durou 24 edições. O projeto fez parte do personagem as mídias contando com produção do estúdio Fofão Produtos & Merchandising Ltda. Orival Pessini assinava os textos do personagem em quadrinhos e também fazia parte da diretoria de sua produtora ao lado de Álvaro Gomes.

Desenho animadoEditar

Em Junho de 2014 foi anunciado que uma série de desenho animado baseada no Fofão seria produzida.[8] O projeto fazia parte do retorno do personagem as mídias contando com produção do estúdio Farofa Studios. No entanto desde o ano do anúncio o projeto ficou engavetado no decorrer dos anos, provavelmente tendo sido cancelado após a morte de Orival Pessini que havia ordenado aposentar seus personagens após sua morte.

LegadoEditar

Lendas urbanas envolvendo o boneco do personagem se tornaram muito populares entre o público brasileiro durante os anos 80 e 90. A principal lenda alegava que o boneco possuía uma faca ou punhal escondida dentro de seu interior usava para rituais.[9] O fato é que dentro do corpo do boneco possui uma estaca de plástico servindo como suporte para a cabeça do boneco.

Em 2016, Fofão voltou a ser notícia com o movimento "Carreta Furacão", protagonizado por vários personagens não autorizados de franquias diversas ao redor do mundo. Junto de outras figuras lendárias como Popeye, Capitão América e Mickey Mouse, os artistas do movimento "Carreta Furacão" realizaram eventos em diversas cidades do Brasil, fazendo acrobacias e danças diversas enquanto acompanhavam o seu trem mundo afora. Fofão é considerado o líder do "Carreta Furacão" e impressiona mais que os demais personagens, devido às suas habilidades acrobáticas e a seu estilo rítmico-musical único.[10][11] Porém, Orival Pessini, criador do personagem, proibiu o uso do Fofão em protestos políticos.[12]

Referências

  1. a b «BALÃO MÁGICO - EVOLUÇÃO». Memória Globo. Consultado em 13 de outubro de 2014 
  2. a b Natália Guaratto (25 de julho de 2014). «Trinta anos após criação, Fofão voltará como game, desenho e boneco». UOL. Consultado em 13 de outubro de 2014 
  3. Ego (17 de agosto de 2009). «Por onde anda o Fofão?». gazetaonline.globo.com. Consultado em 13 de outubro de 2014 
  4. «Circo "Pé-de-Feijão" reúne Fofão e Kiko». oestadoce.com.br. 31 de maio de 2011. Consultado em 13 de outubro de 2014 
  5. Alalao (1 de março de 2014). «Alalaô: Rosas de Ouro leva Fofão, Capitão América e Zé do Caixão para a avenida». Folha de S. Paulo. Consultado em 13 de outubro de 2014 
  6. «Fofão volta à cena em DVD com 'pagodinho' e rap». Jornal O Globo. 20 de novembro de 2015 
  7. Morre, aos 72 anos, Orival Pessini, criador de Fofão, Patropi e Sócrates
  8. http://anmtv.xpg.uol.com.br/fofao-vai-ganhar-desenho-animado/
  9. https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-homem-que-criou-a-maldicao-do-fofao/
  10. «Não autorizo minha imagem no protesto contra a Dilma, diz Fofão - 13/04/2016 - Ilustrada - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 16 de abril de 2016 
  11. «MBL planeja show pró-impeachment com Carreta Furacão, hit da web - 12/04/2016 - Poder - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 16 de abril de 2016 
  12. «Criador do Fofão proíbe personagem da Carreta Furacão em protestos». O Globo. Consultado em 16 de abril de 2016 
  Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fofão