TV Nativa (Imperatriz)

emissora de televisão brasileira de Imperatriz, MA
TV Nativa
Rádio Santa Mathilde Ltda.
Imperatriz, Maranhão
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 36 UHF
Virtual: 13 PSIP
Outros canais Analógico:
13 VHF (1981-2018)
Sede Bandeira imperatriz.jpg Imperatriz, MA
Rede RecordTV
Rede(s) anterior(es) SBT (1981-1989)
Rede Manchete (1989-1999)
TV!, RedeTV! (1999-2000)
Fundador(es) Raimundo Cabeludo
Pertence a Sistema Nativa de Comunicação
Proprietário(s) Raimundo Cabeludo
Fundação 1981 (39 anos)
Nome(s) anterior(es) TV Karajás (1981-1991)
Emissora(s) irmã(s) Nativa FM
Cobertura Sudoeste Maranhense e partes do Norte do Tocantins
Coord. do transmissor 5° 29' 49.3" S 47° 26' 55.1" O
Potência 1 kW
Página oficial fmnativa.com.br/tvnativa

TV Nativa é uma emissora de televisão brasileira sediada em Imperatriz, cidade do estado do Maranhão. Opera no canal 13 (36 UHF digital) e é afiliada à RecordTV. Pertence ao Sistema Nativa de Comunicação, do qual também faz parte a Nativa FM.

HistóriaEditar

A emissora foi fundada em 1981, como TV Karajás, por Raimundo Cabeludo em sociedade com os empresários Osvaldo Nascimento, J. Nascimento e Francisco Ramos.[1][2] Inicialmente afiliada ao SBT, trocou de afiliação com a TV Curimã em 1989 e migrou para a Rede Manchete.

Em 1991, a TV Karajás muda o seu nome para TV Nativa, em referência a rádio do mesmo grupo fundada em 1989. Com o fim da Manchete em 1999 e o surgimento da RedeTV! no mesmo ano, tornou-se uma das primeiras afiliadas da nova rede. Em 2 de dezembro de 2000, tornou-se afiliada à Rede Record,[3] que deixou sua então afiliada TV Capital após problemas de ordem política, algo similar ao que aconteceu em São Luís meses antes, entre a TV Cidade e a TV São Luís.

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
13.1 36 UHF 1080i Programação principal da TV Nativa / RecordTV

A emissora iniciou suas transmissões digitais em caráter experimental em 14 de novembro de 2017, através do canal 36 UHF, transmitindo apenas a programação da RecordTV.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Nativa, bem como as outras emissoras de Imperatriz, cessou suas transmissões pelo canal 13 VHF em 5 de dezembro de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.

ProgramasEditar

Referências

  1. MACEDO, Gizelle de Jesus; SANTOS, Laryssa Pereira; BRITO, Nayane Cristina Rodrigues de; PINHEIRO, Roseane Arcanjo; ASSUNÇÃO, Thays Silva (2009). «Mídia em Imperatriz - MA: Apontamentos sobre as décadas de 60, 70 e 80» (PDF). Intercom. Consultado em 2 de agosto de 2016 
  2. Sousa, Luzia de (12 de junho de 2011). «Bandeira 2: Estudo de caso do jornalismo policial da TV Difusora de Imperatriz (MA)» (PDF). UFMA. Consultado em 2 de agosto de 2016. Arquivado do original (PDF) em 16 de fevereiro de 2015 
  3. Castro, Daniel (3 de janeiro de 2001). «SBT já tem 108 afiliadas, 5 a menos que a Globo». SBT já tem 108 afiliadas, 5 a menos que a Globo. Consultado em 24 de novembro de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.