Abrir menu principal

TV Tropical (Natal)

emissora de televisão brasileira de Natal, RN
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Tropical
Tropical Comunicação Ltda.
Natal, Rio Grande do Norte
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 32 UHF
Virtual: 8 PSIP
Outros canais 18 (Cabo Natal)
519 (NET)
ver mais
Analógico:
8 VHF (1987-2018)
Sede Bandeira de Natal.svg Natal, RN
Rede RecordTV
Rede(s) anterior(es) Rede Manchete (1987-1997)
Fundador Tarcísio Maia
Pertence a Rede Tropical
Proprietário José Agripino Maia
Antigo proprietário Tarcísio Maia (1987-1988)
Presidente Felipe Maia
Fundação 31 de outubro de 1987 (31 anos)
Prefixo ZYB 563
Emissoras irmãs
Cobertura 88% do Rio Grande do Norte
Coord. do transmissor 5° 47' 46.8" S 35° 11' 47.2" O
Potência 3,6 kW
Página oficial tvtropicalrn.com.br

TV Tropical é uma emissora de televisão brasileira sediada em Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. Opera no canal 8 (32 UHF digital) e é afiliada à RecordTV. Pertence a Rede Tropical, grupo de comunicação que também controla as rádios CBN Natal e Mix FM Natal, além de várias rádios no interior do estado. Seus estúdios estão localizados no bairro Lagoa Seca, enquanto sua antena de transmissão está no Parque das Dunas, no Tirol.

Índice

HistóriaEditar

A TV Tropical entrou no ar em 31 de outubro de 1987, sendo afiliada à Rede Manchete. Antes da emissora entrar no ar, o político Tarcísio Maia, já havia ganhado concessão da geradora de TV no canal 8 no Governo Sarney e construído a sede da futura emissora.

No entanto, o Canal 8 já estava no ar antes do surgimento da TV Tropical, pois era apenas retransmissora do sinal da TV Jornal (afiliada à Rede Bandeirantes) desde 1985 através de enlaces (ou links) de transmissão de torres das repetidoras mantidas pela emissora. Em 1987, quando a TV Jornal passou ser afiliada ao SBT, o Canal 8 passou apenas repetir sinal da Bandeirantes, pois o SBT já tinha como afiliada a TV Ponta Negra, para evitar que a cidade receba sinal de duas emissoras afiliadas à mesma rede, transmissão que durou até a chegada da TV Tropical.

Sua história é marcada desde o início pela forte influência política no conteúdo de sua programação. Ainda hoje são freqüentes as inserções de pronunciamentos inteiros de seus proprietários (senador José Agripino Maia e o deputado Felipe Maia), além das inúmeras reportagens em que ambos são protagonistas ou partícipes. Também são comuns as matérias e comentários desfavoráveis aos adversários políticos, contrariando a própria legislação aplicável às concessões de televisão. Por serem parlamentares, seus proprietários não poderiam possuir concessão de TV.

No final de 1996, até então restrita apenas na Grande Natal, iniciou projeto de expansão de seu sinal, chegando-se à cidade de Mossoró.

Em 1º de novembro de 1997, trocou a Rede Manchete pela Rede Record, quando a emissora carioca apresentava novos sinais de crise, queda de audiência e perda de afiliadas em diversas cidades brasileiras, que seriam responsáveis pela extinção em 1999. A mudança de cabeça de rede foi marco de mudanças em sua estrutura e programação local, até então precárias.

Em julho de 1999, continuando a expansão, o sinal da emissora chegou à Seridó. Atualmente atinge mais de 80% da população potiguar com suas retransmissoras locais em canal aberto, recebendo o sinal via satélite.

No segmento jornalístico, seus programas tiveram sensível evolução com investimentos após a afiliação à Record, fruto também da forte concorrência com a os jornalísticos da InterTV Cabugi e TV Ponta Negra. Sua equipe de jornalismo participa ativamente dos telejornais nacionais da Rede Record e também da Record News, onde a TV Tropical entrou no ar ao vivo para todo Brasil. Também foi responsável pela produção de dois documentários para o programa Câmera Record. Atualmente, em sua faixa local, ocupa o terceiro lugar em audiência perdendo apenas para a TV Ponta Negra e Inter TV Cabugi.

O diretor da TV Tropical, Jânio Vidal, anunciou os novos projetos para a TV em 2011. Nesse ano, a emissora lançou novos programas. O Balanço Geral RN e o RN no AR estraram junto com os novos cenários da emissora. O lançamento desses novos programas foram frutos de um projeto da Record em parceria com suas afiliadas, em que modelos de programas próprios da Record sairiam do eixo Rio/São Paulo, e seriam expandidos para várias regiões, familiarizando programas da rede ao longo de todo país. É esperado em breve que o Tropical Notícias seja extinto o que foi confirmado recentemente pela própria emissora que remanejou o Jornal da Tropical para o horário da noite.

Em 2016, a emissora perde seu Gerente de Jornalismo, Rafael Cruz, que seguiu para a TV Ponta Negra como Gerente de Programação. Rafael, foi o grande responsável pelas mudanças na emissora, mudanças essas que agregaram mais qualidade e renderam crescimento histórico em audiência. Durante sua gerência, foram contratados Jornalistas importantes e grandes nomes da mídia Potiguar, como Mara Godeiro (Ex- Inter TV Cabugi), Lauro Lima (Ex TV Clube PB e TV Tambaú PB) e Priscilla Freire (Ex-Band Natal). Também no mesmo ano, devido ao agravamento da crise econômica e da crise de audiência da emissora, a TV Tropical passou a vender cerca de 1 hora da sua programação local, que teve de ser reduzida, para a produtora G2P TV, que transmite jogos caça-níquéis ofertando prêmios para os participantes.

Sinal digitalEditar

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
8.1 32 UHF 1080i Programação principal da TV Tropical / RecordTV

A TV Tropical iniciou suas transmissões digitais em caráter experimental em maio de 2011, através do canal 32 UHF, e iniciou oficialmente suas transmissões em 10 de julho. Sem nenhuma festa ou cerimônia, o lançamento se deu através de uma pequena citação feita durante o Balanço Geral RN pelo apresentador Tiago Dimer. A emissora começou a transmitir sua programação em alta definição em 7 de Maio de 2018, sendo que a primeira transmissão no formato se deu durante a cobertura do Carnatal em 1º de dezembro de 2015, em parceria com a produtora Peron Filmes.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Tropical, bem como as outras emissoras de Natal, cessou suas transmissões pelo canal 8 VHF em 30 de maio de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[1]

ProgramasEditar

Além de retransmitir a programação nacional da RecordTV, a TV Tropical exibe os seguintes programas:

RetransmissorasEditar

Lista de retransmissoras
Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital Cidade Analógico Digital
Acari 12 - Afonso Bezerra 11 - Alexandria 03 - Alto do Rodrigues 06 -
Antônio Martins 02 - Apodi 05 - Areia Branca 13 - Assu 08 -
Baraúna 13 - Barcelona 08 - Boa Saúde 13 - Bodó 05 -
Caiçara do Rio do Vento 07 - Caicó 08 - Campo Grande 02 - Campo Redondo 09 -
Canguaretama 08 - Carnaúba dos Dantas 12 - Cerro Corá 09 - Coronel Ezequiel 07 -
Coronel João Pessoa 02 - Cruzeta 11 - Currais Novos 07 - Doutor Severiano 07 -
Encanto 09 - Equador 07 - Espírito Santo 09 - Felipe Guerra 07 -
Galinhos 09 - Goianinha 02 - Governador Dix-Sept Rosado 11 - Grossos 05 -
Guamaré 20 - Ipanguaçu 08 - Itajá 08 - Jaçanã 08 -
Jandaíra 16 - Janduís 02 - Japi 02 - Jardim de Piranhas 08 -
Jardim do Seridó 06 - João Câmara 02 - Jucurutu 05 - Jundiá 08 -
Lagoa de Velhos 03 - Lagoa Nova 09 - Lajes 02 - Lajes Pintadas 06 -
Luís Gomes 06 - Macau 19 - Marcelino Vieira 11 - Martins 26 -
Montanhas 07 - Mossoró 11 31 Nova Cruz 13 - Parelhas 11 -
Passa-e-Fica 13 - Patu 06 - Pau dos Ferros 05 - Pedra Grande 05 -
Pedro Avelino 09 - Pedro Velho 07 - Porto do Mangue 07 - Santa Cruz 09 -
Santana do Matos 09 - Santana do Seridó 13 - Santo Antônio 04 - São Bento do Trairi 07 -
São Fernando 25 - São João do Sabugi 10 - São José do Campestre 05 - São Miguel 06 -
São Paulo do Potengi 02 - São Rafael 13 - Serra do Mel 04 - Serra Negra do Norte 13 -
Serrinha dos Pintos 05 - Sítio Novo 10 - Tangará 10 - Tibau 10 -
Touros 02 - Triunfo Potiguar 23 - Umarizal 12 - Upanema 09 -
Várzea 09 -

Emissoras da Rede TropicalEditar

 
Rádio Cultura do Oeste em Pau dos Ferros

Referências

  1. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 17 de janeiro de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar