TV Zimbo

A TV Zimbo é a maior e a primeira emissora privada de televisão de Angola.

TV Zimbo
Tipo Rede de televisão aberta (free-to-air)
País  Angola
Fundação 14 de dezembro de 2008 (14 anos)
Pertence a Grupo Medianova
Cidade de origem Luanda
Sede Talatona, Luanda
Audiência 1° lugar
Página oficial www.tvzimbo.ao
Disponibilidade por satélite
Canal 692
ZAP
Canal 3
Disponibilidade por cabo
ZAP Fibra
Canal 3 (HD)
Tv Cabo
Canal 3

As emissões experimentais tiveram início no dia 14 de Dezembro de 2008, emitindo na frequência 45 UHF, através do retransmissor situado no Município de Viana, na Província de Luanda, e na posição 5 da rede da TVCABO em Angola. Com o início das emissões regulares, a 15 de Maio de 2009, a primeira estação privada de Angola passou a emitir 18 horas diárias de programação variada e generalista, integrando os pacotes da MultiChoice de distribuição por satélite (DStv África), no canal 573.

Origem do nomeEditar

O nome Zimbo teve origem na primeira moeda de troca local usada em Angola e em quase toda a costa ocidental africana, um búzio do tamanho de um bago de café, que aparecia em toda a costa de Angola, embora os mais belos fossem da ilha de Luanda. [carece de fontes?]

HistóriaEditar

A TV Zimbo foi fundada em 14 de dezembro de 2008 e iniciou a programação regular em 15 de maio de 2009, a tempo das eleições de 2009 e da Copa das Nações Africanas de 2010. A Medianova havia acabado de lançar um jornal semanal, O Pais, e uma estação de rádio, Radio Mais (primeira emissora privada em Angola).[1] O canal foi lançado em parceria com a TVI e a BBC. Foram contratados 310 funcionários, incluindo uma equipe editorial de 22. A Medianova investiu US$ 26 milhões no lançamento da TV Zimbo.[2]

Aparentemente, a TV Zimbo não foi lançada com os regulamentos legais necessários. Em novembro de 2010, após uma turbulência financeira na Medianova, 75% dos funcionários da TV Zimbo, a maioria expatriados em Portugal, foram demitidos e substituídos por técnicos locais.[3]

Em finais de Maio de 2011, a TV Zimbo estreou a sua nova identidade corporativa e com a designação da ZTV. Em novembro de 2011 relança o nome da TV Zimbo com nova imagem e uma nova grelha de programção.

Em julho de 2014, a TV Zimbo entrou em HDTV e foi lançado em Agosto de 2019.

TecnologiaEditar

A TV Zimbo busca excelência em tudo o que faz. Por isso, investe no que há de melhor no mundo em termos tecnológicos. Atualmente, a emissora conta com três estúdios, com equipamentos de última geração, e com capacidade para gravação de grandes produções nas áreas de entretenimento e de informação. Há, ainda, um estúdio móvel (caminhão de externa) que permite a transmissão, em directo, de eventos como jogos de futebol e shows musicais. Cinco carros de uplink são usados, também, no trabalho diário das equipes dos diversos programas da emissora.

Apesar das TVs abertas em Angola transmitirem em sinal analógico, a captação e a edição de imagens da Zimbo são feitas em sistema digital. O resultado é uma imagem de alta qualidade.

ProgramasEditar

InformaçãoEditar

  • Jornal da Hora
  • Esta na Hora
  • Diário Covid-19
  • Jornal da Zimbo
  • Prolongamento
  • Debate Livre
  • Especial Zimbo
  • Giro Desportivo
  • Nossa Terra
  • Defesa do Consumidor
  • Fala Angola

Talk-showsEditar

  • Sexto Sentido
  • A Tarde é Nossa
  • Made in Angola
  • Show da Zimbo
  • Sexta é dia de Show

EntretenimentoEditar

  • Show da Zimbo
  • Na Quadra com as Estrelas
  • 77%
  • Combate Zimbo
  • Vitrine
  • Acção
  • Cinenosso

Ver tambémEditar

Referências

  1. Angola launches TV Zimbo (Português:Angola Lança TV Zimbo). "News24.com", 15 de dezembro de 2008
  2. TV Zimbo conta com parceria da TVI. Jn.pt 12 de dezembro de 2008
  3. «75% dos quadros da TV Zimbo demitidos». Sapo.ao. 8 de novembro de 2010 

Ligações externasEditar