Taça Rio de 2020

2º turno do Campeonato Carioca de 2020
Taça Rio de 2020
Município do Rio de Janeiro
Dados
Participantes 12
Organização FERJ
Período 28 de fevereiro – 8 de julho
Gol(o)s 80
Partidas 33
Média 2,42 gol(o)s por partida
Campeão Fluminense (4.º título)
Vice-campeão Flamengo
Maiores goleadas
(diferença)
Fluminense 5–1 Madureira
Estádio do MaracanãRio de Janeiro
1 de março, grupo B, 1.ª rodada
 
Fluminense 4–0 Resende
Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
7 de março, grupo B, 2.ª rodada
 
Botafogo 6–2 Cabofriense
Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
28 de junho, grupo A, 4.ª rodada
Público 108 347
Média 9 028,9 pessoas por partida
◄◄ Município do Rio de Janeiro 2019 Soccerball.svg 2021 Município do Rio de Janeiro ►►

Taça Rio de 2020 foi o segundo turno do Campeonato Carioca de 2020. Diferente das últimas edições, possuia dois grupos de seis times cada, enfrentando equipes do mesmo grupo — esta foi a diferença, já que nas edições anteriores as equipes de um grupo enfrentavam as equipes do outro grupo — com as duas melhores de cada grupo classificando-se à semifinal, disputada em jogo único. Os vencedores disputaram a final, também em uma única partida.[1]

Em 16 de março, após reunião realizada na sede da FERJ — com a presença do presidente da Federação, Rubens Lopes, dos presidentes e representantes dos clubes e, também, do infectologista Celso Ferreira Ramos Filho — ficou decidida a suspensão do Campeonato por 15 dias.[2]

Critério de desempatesEditar

Caso ocorressem empate em pontos ganhos foram aplicados os critérios de desempate, sucessivamente:

  1. Maior número de vitórias
  2. Maior saldo de gols
  3. Maior número de gols pró (gols marcados)
  4. Confronto direto
  5. Menor número de cartões amarelos e vermelhos, onde cada cartão vermelho será considerado equivalente a três cartões amarelos
  6. Sorteio público na sede da Federação, em dia e horário a serem determinados

Fase principalEditar

Grupo AEditar

Pos Equipe PG Jogos Gols Cartões[3] Desempenho por rodada Classificação
# V E D GP GS SG     1.ª 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª
1 Flamengo 15 5 5 0 0 14 2 +12 0 7 1 1 1 1 1 Classificados para a semifinal
2 Botafogo 8 5 2 2 1 9 7 +2 0 14 2 5 4 2 2
3 Boavista-RJ 7 5 2 1 2 5 5 0 0 9 4 3 2 3 3
4 Bangu 7 5 2 1 2 4 6 –2 0 6 3 4 3 5 4
5 Portuguesa-RJ 5 5 1 2 2 5 4 +1 0 7 5 2 5 4 5
6 Cabofriense 0 5 0 0 5 4 17 –13 1 9 6 6 6 6 6


Primeira rodadaEditar

28 de fevereiro Bangu 1 – 0 Portuguesa-RJ Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
16:00
Felipe Dias   29' relatório Público: 382
Renda: R$ 6.320,00
Árbitro:  RJ Grazianni Maciel Rocha

29 de fevereiro Cabofriense 1 – 4 Flamengo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Gama   21' relatório   13' Michael
  64',   74',   86' Gabriel
Público: 26 238
Renda: R$ 721.609,50
Árbitro:  RJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

1 de março Botafogo 2 – 1 Boavista-RJ Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
19:00
Alex Santana   24'
Bruno Nazário   90+2'
relatório   50' Michel Público: 3 480
Renda: R$ 58.449,00
Árbitro:  RJ Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

Segunda rodadaEditar

6 de março Boavista-RJ 2 – 1 Bangu Estádio Elcyrzão, Saquarema
19:15
Douglas Pedroso   10'
Erick Flores   90'
relatório   68' Rodrigo Yuri Público: 900
Renda: R$ 12.000,00
Árbitro:  RJ Pathrice Wallace Corrêa Maia

7 de março Cabofriense 1 – 4 Portuguesa-RJ Estádio Correão, Cabo Frio
16:00
Felipe Adão   65' relatório   29' Cafu
  39' Chay
  78' Dilsinho
  90+2' Adriano
Público: 800
Renda: R$ 5.000,00
Árbitro:  RJ Marcelo de Lima Henrique

7 de março Flamengo 3 – 0 Botafogo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Éverton Ribeiro   60'
Gabriel   70'
Michael   87'
relatório Público: 48 470
Renda: R$ 1.872.425,00
Árbitro:  RJ Bruno Arleu de Araújo

Terceira rodadaEditar

14 de março Flamengo 2 – 1 Portuguesa-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Marcão   88'
Arrascaeta   90'
relatório   58' Maicon Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Maurício Machado Coelho Júnior

14 de março Boavista-RJ 2 – 0 Cabofriense Estádio Elcyrzão, Saquarema
19:00
Caio Dantas   49',   76' relatório Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Rodrigo Nunes de Sá

15 de março Botafogo 1 – 1 Bangu Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
16:00
Honda   28' (pen) relatório   58' Rhainer Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Rodrigo Nunes de Sá

Quarta rodadaEditar

18 de junho Bangu 0 – 3 Flamengo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:00
  18' Arrascaeta
  66' Bruno Henrique
  89' Pedro Rocha
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Wagner do Nascimento Magalhães

19 de junho Portuguesa-RJ 0 – 0 Boavista-RJ Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
15:30
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Bruno Arleu de Araújo

28 de junho Botafogo 6 – 2 Cabofriense Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
11:00
Pedro Raúl   4',   54'
Cícero   39'
Bruno Nazário   75'
Luís Henrique   80'
Caio Alexandre   90+1'
  50' Emerson Carioca
  61' (pen) Diego Sales
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Rodrigo Carvalhães de Miranda

Quinta rodadaEditar

1 de julho Bangu 1 – 0 Cabofriense Estádio de Moça Bonita, Rio de Janeiro
15:15
George   90+1' Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Marcelo de Lima Henrique

1 de julho Flamengo 2 – 0 Boavista-RJ Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30
Pedro   35'
Gerson   52'
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Rodrigo Nunes de Sá

1 de julho Portuguesa-RJ 0 – 0 Botafogo Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro
21:30
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Rafael Nunes de Sá

Grupo BEditar

Pos Equipe PG Jogos Gols Cartões[5] Desempenho por rodada Classificação
# V E D GP GS SG     1.ª 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª
1 Fluminense 10 5 3 1 1 11 4 +7 1 9 1 1 1 1 1 Classificados para a semifinal
2 Volta Redonda 10 5 3 1 1 7 3 +4 0 15 2 2 3 2 2
3 Vasco da Gama 8 5 2 2 1 5 4 +1 0 10 3 4 5 4 3
4 Madureira 6 5 2 0 3 6 9 –3 0 15 6 3 2 3 4
5 Resende 4 5 1 1 3 4 8 –4 1 14 4 5 6 5 5
6 Macaé 4 5 1 1 3 2 7 –5 0 16 5 6 4 6 6


Primeira rodadaEditar

28 de fevereiro Volta Redonda 1 – 0 Macaé Estádio da Cidadania, Volta Redonda
19:00
João Carlos   50' relatório Público: 750
Renda: R$ 6.250,00
Árbitro:  RJ João Ennio Sobral

29 de fevereiro Resende 1 – 1 Vasco da Gama Estádio da Cidadania, Volta Redonda
19:00
Thauan   30' relatório   42' Andrey Público: 4 665
Renda: R$ 116.400,00
Árbitro:  RJ Wagner do Nascimento Magalhães

1 de março Fluminense 5 – 1 Madureira Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
16:00
Evanilson   42' (pen),   45+3'
Marcos Paulo   45',   67'
Hudson   90+1'
relatório   8' Nino Público: 6 640
Renda: R$ 170.019,00
Árbitro:  RJ Alex Gomes Stefano

Segunda rodadaEditar

6 de março Macaé 0 – 3 Madureira Estádio Elcyrzão, Saquarema
16:00
relatório   18' Marlon
  71',   75' Nathan
Público: 257
Renda: R$ 4.590,00
Árbitro:  RJ Diego da Silva Lourenço

7 de março Volta Redonda 0 – 0 Vasco da Gama Estádio da Cidadania, Volta Redonda
16:00
relatório Público: 5 671
Renda: R$ 140.930,00
Árbitro:  RJ Rodrigo Carvalhães de Miranda

7 de março Fluminense 4 – 0 Resende Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
Wellington Silva   7'
Marcos Paulo   47'
Nenê   60' (pen)
Gilberto   65'
relatório Público: 10 094
Renda: R$ 247.276,00
Árbitro:  RJ Rafael Martins de Sá

Terceira rodadaEditar

14 de março Resende 0 – 1 Macaé Estádio do Trabalhador, Resende
16:00
relatório   50' André Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Wagner do Nascimento Magalhães

15 de março Vasco da Gama 0 – 2 Fluminense Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
18:00
relatório   28' Evanilson
  87' Pacheco
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ João Batista de Arruda

16 de março Madureira 2 – 1 Volta Redonda Estádio Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro
16:00
Ygor   81'
Luam   90+4'
relatório   90+5' João Carlos Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

Quarta rodadaEditar

28 de junho Madureira 0 – 2 Resende Estádio Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro
15:15
  76' Paulo Victor
  90+5' Jefferson
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Wagner do Nascimento Magalhães

28 de junho Vasco da Gama 3 – 1 Macaé Estádio de São Januário, Rio de Janeiro
16:00
Cano   13' (pen),   21',   43'   36' Jones Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Grazianni Maciel Rocha

28 de junho Fluminense 0 – 3 Volta Redonda Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
19:00
  6' Pedrinho
  63',   90' Saulo Mineiro
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Bruno Arleu de Araújo

Quinta rodadaEditar

2 de julho Macaé 0 – 0 Fluminense Estádio Elcyrzão, Saquarema
17:30
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Paulo Renato Moreira da Silva Coelho

2 de julho Vasco da Gama 1 – 0 Madureira Estádio de São Januário, Rio de Janeiro
20:00
Cano   84' Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Alexandre Vargas Tavares de Jesus

2 de julho Volta Redonda 2 – 1 Resende Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
20:00
João Carlos   49'
Pedrinho   90'
  47' Paulo Victor Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Carlos Eduardo Nunes Braga

Fase finalEditar

Em itálico, as equipes que jogarão pelo empate por ter melhor campanha e em negrito os times vencedores das partidas. Na final, não há vantagem de empate para nenhuma equipe.

Semifinais Final
 Fluminense 0  
 Botafogo 0  
 
     Fluminense 1 (3)
   Flamengo 1 (2)
 Flamengo 2
 Volta Redonda 0  

SemifinaisEditar

5 de julho Flamengo 2 – 0 Volta Redonda Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
16:00
Bruno Henrique   20',   48' Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Grazianni Maciel Rocha

5 de julho Fluminense 0 – 0 Botafogo Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
16:00
Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Wagner do Nascimento Magalhães

FinalEditar

Conforme o regulamento, a FERJ sorteará o mandante da partida, pois não há vantagem de pontos. Caso a partida termine empatada no tempo normal, haverá uma disputa por pênaltis para definição do campeão.[1]

8 de julho Fluminense 1 – 1 Flamengo Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30
Gilberto   37'   77' Pedro Público: 0 (PF)[nota 1]
Árbitro:  RJ Bruno Arleu de Araújo
    Penalidades  
Nenê  
Dodi  
Hudson  
Michel Araújo  
Fernando Pacheco  
3 – 2   Gabriel
  Willian Arão
  Léo Pereira
  Pedro
  Rafinha
 
     
 
 
Fluminense
     
 
 
Flamengo

PremiaçãoEditar

Taça Rio de 2020
 
FLUMINENSE
Campeão
(4º título)

Ver tambémEditar

Notas e referências

Notas

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u Partida disputada com portões fechados devido a pandemia de COVID-19.[4]

Referências

  1. a b «Regulamento do Campeonato Estadual da Série A de profissionais para as temporadas 2019-2020 e 2020-2021» (PDF). FERJ. 21 de outubro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  2. «Competições suspensas por 15 dias». FERJ. 16 de março de 2020. Consultado em 18 de março de 2020 
  3. «Cartões» (PDF). FERJ. Consultado em 14 de julho de 2020 
  4. Gomes, Fred; Leiras, Thayuan (13 de março de 2020). «Portões fechados: jogos do Campeonato Carioca não terão torcida em razão de novo coronavírus». Globoesporte.com. Consultado em 18 de março de 2020 
  5. «Cartões» (PDF). FERJ. Consultado em 14 de julho de 2020 

Ligações externasEditar