Abrir menu principal

Nota:Para ver a eleição promovida pela água mineral Salutaris e o jornal do Brasil, consulte Taça Salutaris (Jornal do Brasil)

A Taça Salutaris foi uma competição precursora à Taça dos Campeões Estaduais Rio-São Paulo, foi o nome da taça criada pelas ligas de futebol do Rio de Janeiro e de São Paulo com o objetivo de medir forças entre os campeões das duas capitais, sendo esta a primeira competição interestadual oficial do Brasil.[carece de fontes?]

Foi disputada entre 1911 e 1916. Em 1917 foi substituída pelo Taça Ioduran.

A primeira foi disputada em 1911 entre os campeões do Carioca e do Paulista de 1910. Em dois jogos de ida e volta, a equipe que obtivesse vantagem de pontos sairia campeã. Disputam-na o Botafogo Football Club (o atual Botafogo de Futebol e Regatas) e a Associação Atlética das Palmeiras, que se sagrou campeã.

Primeiro JogoEditar

11 de junho   Botafogo 2 - 4   A.A. das Palmeiras Voluntários da Pátria

Rolando de Lamaré  
Mimi Sodré  
       
  • Botafogo: Coggin, Villaça e Lefévre; Juca Couto, Lulú Rocha e Rolando de Lamare; Emmanuel Sodré, Abelardo de Lamare, Antônio Luiz, Mimi Sodré e Lauro Sodré.

Segundo JogoEditar

3 de setembro   A.A. das Palmeiras (*) 2 - 0   Botafogo F.C. (@) Parque Antárctica

   

(*) Clube que anos mais tarde viria a se juntar/ fundir com a divisão de Futebol do Clube Atlético Paulistano para formar o atual São Paulo Futebol Clube. (@) Clube que anos mais tarde viria a se juntar/ fundir com o Club de Regatas Botafogo para formar o atual Botafogo/ RJ.

  • Botafogo: Baby Alvarenga, Villaça e Edgard Dutra; Rolando de Lamare, Lulú Rocha e Juca Couto; Mário Fontenelle, Carlos Hasche, Damasceno, Mimi Sodré e Lauro Sodré.

PremiaçãoEditar

TAÇA SALUTARIS 1910
 
A.A. DAS PALMEIRAS
(1º título)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar