Liga Europa da UEFA

(Redirecionado de Taça UEFA)
UEFA Europa League
Liga Europa da UEFA
Logótipo da Liga Europa da UEFA
Dados gerais
Organização UEFA
Edições 49
Outros nomes Taça da UEFA
Copa da UEFA
Local de disputa Europa
Sistema Grupos e eliminatórias
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A Liga Europa da UEFA (em inglês: UEFA Europa League) é uma competição continental de clubes de futebol organizada pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA), a segunda mais prestigiada após à Liga dos Campeões da UEFA. Criada em 1971, era chamada de Taça da UEFA (pt) ou Copa da UEFA (pt-BR), até que em 2009 o nome foi alterado para a versão atual. Esse torneio, por sua vez, substituiu a Taça das Cidades com Feiras, disputada inicialmente por convite, a competição era destinada a equipas europeias de cidades com feiras de comércio, e não por desempenho nas ligas nacionais. No entanto, como a UEFA não era o organizador, a competição nunca foi reconhecido como oficial pela mesma. Por esse motivo, a Taças das Cidades com Feiras não está incluída nas estatísticas da Liga Europa.

Os clubes se qualificam para a competição com base em seu desempenho nas ligas e copas nacionais, desde que não forem qualificadas para participar da Liga dos Campeões. Desde 1999, após a abolição da Taça dos Clubes Vencedores de Taças, também inclui os participantes tradicionais dessa competição, ou seja, os vencedores ou (até 2015) os finalistas perdedores das várias copas nacionais. Em 2009, após trinta e oito edições, o formato foi alterado após a abolição da Taça Intertoto da UEFA, dando vida à Liga Europa, que segue um modelo mais semelhante ao da Liga dos Campeões, a fim de tornar o evento mais espetacular e mais atraente também do ponto de vista dos direitos televisivos, bem como dos patrocinadores.

Desde 2000, a equipe vencedora da competição adquiriu o direito de participar da Supertaça da UEFA contra o campeão da Liga dos Campeões; além disso, desde 2015, o clube vencedor da Liga Europa está qualificado para a próxima Liga dos Campeões, a partir da fase de grupos.

Até agora, o troféu foi conquistado por vinte e oito clubes diferentes, treze das quais venceram o troféu duas ou mais vezes. O time com mais conquistas é o Sevilla, com cinco títulos. O Sevilla é também o clube que mais disputou finais (5), sem nunca perder; e o único clube capaz de vencer a compeitção por três temporadas consecutivas.

HistóriaEditar

 
Jogo entre o Lech Poznan e o Deportivo de La Coruña durante a temporada 2008/09.

A Copa da UEFA foi precedida pela Inter-Cities Fairs Cup , que foi uma competição européia de futebol disputada entre 1955 e 1971. A competição passou de 11 equipes durante a primeira copa ( 1955–58 ) para 64 equipes na última copa disputada. em 1970-71 . Tornou-se tão importante no cenário europeu do futebol que, no final, foi assumido pela UEFA e relançado na temporada seguinte como a Taça UEFA.

A Copa da UEFA foi disputada pela primeira vez na temporada 1971/72, com uma final em inglês do Wolverhampton Wanderers contra o Tottenham Hotspur , com o Spurs sendo o primeiro a receber as honras. O título foi mantido por outro clube inglês, o Liverpool , em 1973, que derrotou o Borussia Mönchengladbach na final. O Borussia venceria a competição em 1975 e 1979 e chegaria à final novamente em 1980. O Feyenoord venceu a copa em 1974 após derrotar o Tottenham Hotspur por 4 a 2 no total (2 a 2 em Londres, 2 a 0 em Roterdão). O Liverpool venceu a competição pela segunda vez em 1976, depois de derrotar o Club Brugge na final.

Nos anos 80, IFK Göteborg (1982 e 1987) e Real Madrid (1985 e 1986) venceram a competição duas vezes cada, com o Anderlecht alcançando duas finais consecutivas, vencendo em 1983 e perdendo para o Tottenham Hotspur em 1984. O ano de 1989 viu o início de o domínio dos clubes italianos, quando o Napoli de Diego Maradona derrotou o Stuttgart . A década de 1990 começou com duas finais totalmente italianas e, em 1992, o Torino perdeu a final para o Ajax com a regra de gols fora . A Juventus venceu a competição pela terceira vez em 1993 e a Internazionale manteve a copa na Itália no ano seguinte. O ano de 1995 viu uma terceira final italiana, com o Parma demonstrando consistência, depois de duas finais consecutivas na Copa dos Vencedores das Taças. A única final sem italianos durante essa década foi em 1996. A Internazionale chegou à final nos dois anos seguintes, perdendo em 1997 para o Schalke 04 nos pênaltis e vencendo mais uma final totalmente italiana em 1998, levando para casa a taça pela terceira vez em apenas oito anos. Parma venceu a copa em 1999, que encerrou a era de dominação italiana. Por acaso, foi, a partir de 2019, a última aparição final da Copa da UEFA / Liga Europa para qualquer clube italiano.

Jogo entre Lech Poznan e Deportivo La Coruña na temporada 2008-09. O Liverpool venceu a competição pela terceira vez em 2001. Em 2002, o Feyenoord Rotterdam venceu pela 2ª vez na história do clube ao derrotar o Borussia Dortmund durante a final em seu próprio estádio, o De Kuip em Roterdã com 3–2. O Porto triunfou nos torneios de 2003 e 2011, com o último contra o time português Braga . Em 2004, a copa voltou à Espanha, com o Valencia sendo vitorioso, e o Sevilla conseguiu duas ocasiões consecutivas em 2006 e 2007, a última em uma final contra o espanhol Espanyol . Em ambos os lados do sucesso do Sevilha, duas equipes russas, o CSKA Moscou em 2005 eO Zenit São Petersburgo em 2008 teve sua glória e mais um ex-clube soviético, o Shakhtar Donetsk da Ucrânia , venceu em 2009. O Atlético Madrid venceria duas vezes em três temporadas, em 2010 e 2012, este último em outra final espanhola. Em 2013, o Chelsea se tornaria o primeiro campeão da Liga dos Campeões a vencer a Copa da UEFA / Liga Europa no ano seguinte. Em 2014, o Sevilha conquistou a terceira taça em oito anos depois de derrotar o Benficanas penalidades. Apenas um ano depois, em 2015, o Sevilla venceu sua quarta Copa da UEFA / Liga Europa e, em uma façanha sem precedentes, defendeu seu título pelo terceiro ano consecutivo, vencendo o Liverpool FC na final de 2016, tornando o Sevilla FC o time mais bem-sucedido em a história da competição com 5 títulos.

Desde a temporada 2009-10, a competição é conhecida como Liga Europa da UEFA. [2] [3] Ao mesmo tempo, a Taça Intertoto da UEFA, competição da terceira divisão da UEFA, foi descontinuada e incorporada na nova Liga Europa.

TransmissãoEditar

Em PortugalEditar

Em 2011/12, a SIC transmite um jogo, preferencialmente de uma equipa portuguesa, se houver alguma em competição (se só houver 1 equipa portuguesa na competição, então será esse o jogo transmitido). A SportTV transmite em direto todos os jogos da competição exceto os que a SIC transmite. A SportTV transmite em diferido o jogo que a SIC transmitiu em direto.

No BrasilEditar

Nas temporadas 2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009 a extinta Rede Mulher, que em 2007 se tornou Record News, transmitia o torneio. A Rede Record transmitia a Copa da UEFA, mas apenas nas fases mais decisivas até 2008/2009. A partir de então passaram a ser transmitidos pela RedeTV!, que transmitiu da fase de grupos até a finalíssima A Emissora Carioca Globo Anunciou que vai transmitir a temporada 2015/2016 da UEFA Europa League

O SporTV mostrou os jogos da fase de grupos da temporada 2007/2008.

A ESPN e a RedeTV! mostraram o torneio, até a temporada 2011/2012.

A partir da temporada 2012/2013, a TV Esporte Interativo passou a transmitir o torneio em TV aberta. Sendo a única emissora de televisão brasileira transmitindo a grande final do torneio que continua até a fase semifinal transmitido nos canais ESPN.

Na internet, o portal Terra Networks transmite gratuitamente para todo o Brasil absolutamente todos os jogos da competição. E desde a temporada 2013/2014. a web rádio brasileira Rede Esporte passou a transmitir toda a competição para o Brasil e para toda América Latina. E mais a frente, em 2017, a nova Sports News Brasil assume a transmissão da competição no lugar da antiga Rede Esporte e a retransmite em português, para todo o Brasil, toda a América Latina e Portugal.

A partir da temporada 2015/2016, o FOX Sports começou a transmitir os jogos da Europa League em sua programação ao vivo.

CampeõesEditar

Ano Final Semifinalistas
Campeão Placar Vice-campeão
1971–72
Detalhes
 
Tottenham  
2 – 1
1 – 1
 
Wolverhampton
 
Milan
 
Ferencvárosi
1972–73
Detalhes
 
Liverpool
3 – 0
0 – 2
 
Borussia Mönchengladbach
 
Tottenham
 
Twente
1973–74
Detalhes
 
Feyenoord
2 – 2
2 – 0
 
Tottenham
 
Stuttgart
 
Lokomotive Leipzig
1974–75
Detalhes
 
Borussia Mönchengladbach
0 – 0
5 – 1
 
Twente
 
Colônia
 
Juventus
1975–76
Detalhes
 
Liverpool
3 – 2
1 – 1
 
Club Brugge
 
Barcelona
 
Hamburgo
1976–77
Detalhes
 
Juventus
1 – 0
1 – 2 (gf)
 
Athletic Bilbao
 
AEK Atenas
 
RWD Molenbeek
1977–78
Detalhes
 
PSV Eindhoven
0 – 0
3 – 0
 
Bastia
 
Barcelona
 
Grasshopper
1978–79
Detalhes
 
Borussia Mönchengladbach  
1 – 1
1 – 0
 
Estrela Vermelha
 
Duisburg
 
Hertha Berlim
1979–80
Detalhes
 
Eintracht Frankfurt
2 – 3
1 – 0 (gf)
 
Borussia Mönchengladbach
 
Bayern de Munique
 
Stuttgart
1980–81
Detalhes
 
Ipswich Town
3 – 0
2 – 4
 
AZ Alkmaar
 
Colônia
 
Sochaux-Montbéliard
1981–82
Detalhes
 
Göteborg  
1 – 0
3 – 0
 
Hamburgo
 
Kaiserslautern
 
Radnički Niš
1982–83
Detalhes
 
Anderlecht
1 – 0
1 – 1
 
Benfica
 
Bohemians Praga
 
Universitatea Craiova
1983–84
Detalhes
 
Tottenham
1 – 1
1 – 1
4 – 3 (pen)
 
Anderlecht
 
Hajduk Split
 
Nottingham Forest
1984–85
Detalhes
 
Real Madrid
3 – 0
0 – 1
 
Videoton
 
Internazionale
 
Željezničar
1985–86
Detalhes
 
Real Madrid
5 – 1
0 – 2
 
Colônia
 
Internazionale
 
Waregem
1986–87
Detalhes
 
Göteborg  
1 – 0
1 – 1
 
Dundee United
 
Swarovski Tirol
 
Borussia Mönchengladbach
1987–88
Detalhes
 
Bayer Leverkusen
0 – 3
3 – 0
3 – 2 (pen)
 
Espanyol
 
Werder Bremen
 
Club Brugge
1988–89
Detalhes
 
Napoli
2 – 1
3 – 3
 
Stuttgart
 
Bayern de Munique
 
Dynamo Dresden
1989–90
Detalhes
 
Juventus
3 – 1
0 – 0
 
Fiorentina
 
Colônia
 
Werder Bremen
1990–91
Detalhes
 
Internazionale
2 – 0
0 – 1
 
Roma
 
Sporting
 
Brøndby
1991–92
Detalhes
 
Ajax  
2 – 2
0 – 0 (gf)
 
Torino
 
Genoa
 
Real Madrid
1992–93
Detalhes
 
Juventus
3 – 1
3 – 0
 
Borussia Dortmund
 
Paris Saint-Germain
 
Jeunesse Auxerroise
1993–94
Detalhes
 
Internazionale
1 – 0
1 – 0
 
Red Bull Salzburg
 
Cagliari
 
Karlsruher
1994–95
Detalhes
 
Parma
1 – 0
1 – 1
 
Juventus
 
Bayer Leverkusen
 
Borussia Dortmund
1995–96
Detalhes
 
Bayern de Munique
2 – 0
3 – 1
 
Bordeaux
 
Barcelona
 
Slavia Praga
1996–97
Detalhes
 
Schalke 04
1 – 0
0 – 1
4 – 1 (pen)
 
Internazionale
 
Tenerife
 
Monaco
Sistema com final em jogo único
Ano Sede da final Campeão Placar Vice-campeão Semifinalistas
1997–98
Detalhes
 
Parc des Princes
 
Internazionale
3 – 0  
Lazio
 
Spartak Moscou
 
Atlético de Madrid
1998–99
Detalhes
 
Lujniki
 
Parma
3 – 0  
Olympique de Marselha
 
Atlético de Madrid
 
Bologna
1999–00
Detalhes
 
Parken
 
Galatasaray  
0 – 0
4 – 1 (pen)
 
Arsenal
 
Leeds United
 
Lens
2000–01
Detalhes
 
Westfalenstadion
 
Liverpool
5 – 4 (go)  
Alavés
 
Barcelona
 
Kaiserslautern
2001–02
Detalhes
 
De Kuip
 
Feyenoord  
3 – 2  
Borussia Dortmund
 
Internazionale
 
Milan
2002–03
Detalhes
 
Estádio de La Cartuja
 
Porto
3 – 2 (pro)  
Celtic
 
Lazio
 
Boavista
2003–04
Detalhes
 
Ullevi
 
Valencia
2 – 0  
Olympique de Marselha
 
Villarreal
 
Newcastle
2004–05
Detalhes
 
José Alvalade
 
CSKA Moscou
3 – 1  
Sporting
 
Parma
 
AZ Alkmaar
2005–06
Detalhes
 
Philips Stadion
 
Sevilla
4 – 0  
Middlesbrough
 
Schalke 04
 
Steaua București
2006–07
Detalhes
 
Hampden Park
 
Sevilla
2 – 2
3 – 1 (pen)
 
Espanyol
 
Osasuna
 
Werder Bremen
2007–08
Detalhes
 
City of Manchester
 
Zenit
2 – 0  
Rangers
 
Bayern de Munique
 
Fiorentina
2008–09
Detalhes
 
Şükrü Saraçoğlu
 
Shakhtar Donetsk
2 – 1 (pro)  
Werder Bremen
 
Dínamo de Kiev
 
Hamburgo
2009–10
Detalhes
 
Volksparkstadion
 
Atlético de Madrid
2 – 1 (pro)  
Fulham
 
Liverpool
 
Hamburgo
2010–11
Detalhes
 
Aviva Stadium
 
Porto
1 – 0  
Braga
 
Villarreal
 
Benfica
2011–12
Detalhes
 
Arena Națională
 
Atlético de Madrid
3 – 0  
Athletic Bilbao
 
Valencia
 
Sporting
2012–13
Detalhes
 
Amsterdam Arena
 
Chelsea
2 – 1  
Benfica
 
Basel
 
Fenerbahçe
2013–14
Detalhes
 
Juventus Stadium
 
Sevilla
0 – 0
4 – 2 (pen)
 
Benfica
 
Valencia
 
Juventus
2014–15
Detalhes
 
Nacional de Varsóvia
 
Sevilla
3 – 2  
Dnipro
 
Fiorentina
 
Napoli
2015–16
Detalhes
 
St. Jakob-Park
 
Sevilla
3 – 1  
Liverpool
 
Shakhtar Donetsk
 
Villarreal
2016–17
Detalhes
 
Friends Arena
 
Manchester United
2 – 0  
Ajax
 
Celta de Vigo
 
Olympique Lyonnais
2017–18
Detalhes
 
Parc Olympique Lyonnais
 
Atlético de Madrid
3 – 0  
Olympique de Marselha
 
Arsenal
 
Red Bull Salzburg
2018–19
Detalhes
 
Olímpico de Baku
 
Chelsea  
4 – 1  
Arsenal
 
Eintracht Frankfurt
 
Valencia
2019–20
Detalhes
 
Stadion Energa Gdańsk
  Conquistou o título de forma invicta.[1]


Por clubeEditar

Clubes Título(s) Vice(s)
  Sevilla 5 (2005–06, 2006–07, 2013–14, 2014–15 e 2015–16) 0
  Juventus 3 (1976–77, 1989–90 e 1992–93) 1 (1994–95)
  Internazionale 3 (1990–91, 1993–94 e 1997–98) 1 (1996–97)
  Liverpool 3 (1972–73, 1975–76 e 2000–01) 1 (2015–16)
  Atlético de Madrid 3 (2009–10, 2011–12 e 2017–18) 0
  Borussia Mönchengladbach 2 (1974–75 e 1978–79) 2 (1972–73 e 1979–80)
  Tottenham 2 (1971–72 e 1983–84) 1 (1973–74)
  Real Madrid 2 (1984–85 e 1985–86) 0
  Göteborg 2 (1981–82 e 1986–87) 0
  Parma 2 (1994–95 e 1998–99) 0
  Feyenoord 2 (1973–74 e 2001–02) 0
  Porto 2 (2002–03 e 2010–11) 0
  Chelsea 2 (2012–13 e 2018–19) 0
  Anderlecht 1 (1982–83) 1 (1983–84)
  Ajax 1 (1991–92) 1 (2016–17)
  PSV Eindhoven 1 (1977–78) 0
  Eintracht Frankfurt 1 (1979–80) 0
  Ipswich Town 1 (1980–81) 0
  Bayer Leverkusen 1 (1987–88) 0
  Napoli 1 (1988–89) 0
  Bayern de Munique 1 (1995–96) 0
  Schalke 04 1 (1996–97) 0
  Galatasaray 1 (1999–00) 0
  Valencia 1 (2003–04) 0
  CSKA Moscou 1 (2004–05) 0
  Zenit 1 (2007–08) 0
  Shakhtar Donetsk 1 (2008–09) 0
  Manchester United 1 (2016–17) 0
  Benfica 0 3 (1982–83, 2012–13 e 2013–14)
  Olympique de Marseille 0 3 (1998–99, 2003–04 e 2017–18)
  Borussia Dortmund 0 2 (1992–93 e 2001–02)
  Espanyol 0 2 (1987–88 e 2006–07)
  Athletic Bilbao 0 2 (1976–77 e 2011–12)
  Arsenal 0 2 (1999–00 e 2018–19)
  Wolverhampton 0 1 (1971–72)
  Twente 0 1 (1974–75)
  Brugge 0 1 (1975–76)
  SC Bastia 0 1 (1977–78)
  Estrela Vermelha 0 1 (1978–79)
  AZ Alkmaar 0 1 (1980–81)
  Hamburgo 0 1 (1981–82)
  Videoton 0 1 (1984–85)
  Köln 0 1 (1985–86)
   Dundee United 0 1 (1986–87)
  Stuttgart 0 1 (1988–89)
  Fiorentina 0 1 (1989–90)
  Roma 0 1 (1990–91
  Torino 0 1 (1991–92)
  Red Bull Salzburg 0 1 (1993–94)
  Bordeaux 0 1 (1995–96)
  Lazio 0 1 (1997–98)
  Alavés 0 1 (2000–01)
  Celtic 0 1 (2002–03)
  Sporting 0 1 (2004–05)
  Middlesbrough 0 1 (2005–06)
   Rangers 0 1 (2007–08)
  Werder Bremen 0 1 (2008–09)
  Fulham 0 1 (2009–10)
  Braga 0 1 (2010–11)
  Dnipro Dnipropetrovsk 0 1 (2014–15)

Por paísEditar

País Título(s) Vice(s) Clubes
campeões
Aprov.
  Espanha 11 5 4 68,75%
  Inglaterra 9 7 5 56,25%
  Itália 9 6 4 60%
  Alemanha 6 8 5 42,85%
  Países Baixos 4 3 3 57,14%
  Portugal 2 5 1 28,57%
  Suécia 2 0 1 100%
  Rússia 2 0 2 100%
  Bélgica 1 2 1 33,33%
  Ucrânia 1 1 1 50%
  Turquia 1 0 1 100%
  França 0 5 0 0%
  Escócia 0 3 0 0%
  Áustria 0 1 0 0%
  Sérvia 0 1 0 0%
  Hungria 0 1 0 0%

EstatísticasEditar

ArtilhariaEditar

Jogador País Gols Jogos Média Anos Clubes
Henrik Larsson   Suécia 31 45 0.688 1996–2010 Feyenoord (1), Celtic (24), Helsingborg (6)
Radamel Falcao   Colômbia 30 31 0.967 2010– Porto (17), Atlético Madrid (13)
Klaas-Jan Huntelaar   Países Baixos 30 48 0.625 2004– Heerenveen (5), Ajax (11), Schalke 04 (14)
Dieter Müller   Alemanha Ocidental 29 36 0.805 1973–1984 Köln (25), Stuttgart (1), Saarbrücken (3)
Aritz Aduriz   Espanha 26 39 0.666 2011– Valencia (0), Bilbao (26)
Alessandro Altobelli   Itália 25 55 0.455 1977–1989 Internazionale (21), Juventus (4)
Shota Arveladze   Geórgia 24 41 0.585 1994–2007 Dinamo Tbilisi (1), Trabzonspor (2), Ajax (10), Rangers (2), AZ (9)
Kevin Gameiro   França 24 54 0.444 2005– Strasbourg (2), Paris (0), Sevilla (17), Atlético (2), Valencia (3)
Jupp Heynckes   Alemanha Ocidental 23 21 1.095 1971–1975 Borussia Mönchengladbach (23)
Vágner Love   Brasil 23 36 0.639 2004– CSKA Moscow (20), Beşiktaş (3)
Dimitris Salpingidis   Grécia 23 67 0.343 1999–2015 PAOK (13), Panathinaikos (10)
Martin Chivers   Inglaterra 22 34 0.647 1971–1978 Tottenham Hotspur (22)
Jürgen Klinsmann   Alemanha 22 36 0.611 1988–1998 Stuttgart (4), Internazionale (3), Bayern Munich (15)
Dennis Bergkamp   Países Baixos 22 42 0.523 1988–2000 Ajax (9), Internazionale (9), Arsenal (4)
Karl-Heinz Rummenigge   Alemanha Ocidental 22 44 0.500 1977–1989 Bayern Munich (13), Internazionale (9)

ParticipaçõesEditar

Jogador País Jogos Gols Média Estreia Clubes
Giuseppe Bergomi   Itália 96 0 0.00 1980 Inter Milan
Frank Rost   Alemanha 87 0 0.00 1995 Werder Bremen, Schalke 04, Hamburger SV
Pepe Reina   Espanha 69 0 0.00 2000 Barcelona, Villareal, Liverpool, Napoli, Milan
Walter Zenga   Itália 69 0 0.00 1983 Inter Milan, Sampdoria
Raúl García   Espanha 67 9 0.13 2005 Osasuna, Atlético Madrid, Athletic Bilbao
Dimitris Salpingidis   Grécia 67 23 0.35 1999 PAOK, Panathinaikos
João Pereira   Portugal 63 1 0.02 2003 Benfica, Braga, Sporting CP, Valencia
David Narey   Escócia 62 5 0.08 1974 Dundee United
Mladen Petrić   Croácia 62 19 0.31 2001 Grasshoppers, Basel, Hamburger SV, Panathinaikos
Vincenzo Scifo   Bélgica 62 11 0.18 1983 Anderlecht, Inter Milan, Bordeaux, Auxerre, Torino, Monaco
Daniel Carriço   Portugal 60 3 0.05 2009 Sporting CP, Sevilla
Aron Winter   Países Baixos 60 5 0.08 1986 Ajax, Lazio, Inter Milan
Giuseppe Baresi   Itália 59 1 0.02 1977 Inter Milan
Atiba Hutchinson   Canadá 59 1 0.02 2007 Copenhagen, PSV Eindhoven, Beşiktaş
Jeremain Lens   Países Baixos 59 13 0.22 2006 AZ, PSV Eindhoven, Dynamo Kyiv, Fenerbahçe, Beşiktaş
Alessandro Altobelli   Itália 58 25 0.43 1977 Inter Milan, Juventus
Gonzalo Rodríguez   Argentina 58 5 0.09 2004 Villarreal, Fiorentina

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Campeões da Liga Europa». Consultado em 29 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar

  Media relacionados com Liga Europa da UEFA no Wikimedia Commons