Abrir menu principal
الدولة الإسلامية
Hay'at Tahrir al-Sham
Organização pela Libertação do Levante
Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg
Flag of the Syrian Salvation Government.svg
Bandeira Brasão de armas

Localização Síria

Capital Idlib[1]
Língua oficial Árabe
Governo Emirado[2]
 - Emir[2] Abu Mohammad al-Julani[3]
Revolução islâmica da Síria 
 - Proclamação de apoio externo (Catar e Turquia)[4] 3 de janeiro de 2016[5] 
 - Emirado declarado 29 de junho de 2016[2] 
Fuso horário UTC +3

Hay'at Tahrir al-Sham[6] (árabe: هيئة تحرير الشام, Hayʼat Taḥrīr al-Shām; português: Organização pela Libertação do Levante ou Comité de Libertação do Levante),[7] simplesmente conhecido por Tahrir al-Sham e tendo como abreviatura de HTS, ou, também conhecido como Al-Qaeda na Síria,[8][9] é um grupo militante salafita jihadista envolvido na Guerra Civil Síria.

HistóriaEditar

O grupo foi formado a 28 de janeiro de 2017 após um acordo de fusão entre Jabhat Fateh al-Sham (ex-Jabhat al-Nusra), Frente Ansar al-Din, Jaysh al-Sunna, Liwa al-Haqq e Movimento Nour al-Din al-Zenki.[10] Após a criação, diversos outros grupos e pessoas se juntaram ao grupo. Esta nova organização é liderada, essencialmente, por membros da Jabhat Fateh al-Sham e antigos membros do Ahrar al-Sham.[11][12] Diversos membros do Ahrar al-Sham juntaram-se a este grupo, guiados pelos seus valores salafitas e conservadores. Apesar da fusão, muitos analistas continuam a referir-se a este grupo pelo nome Jabhat al-Nusra ou Jabhat Fateh al-Sham, o grupo mais poderoso desta fusão.[13]

Mesmo com a fusão, Tahrir al-Sham é considerado como o braço armado da Al-Qaeda na Síria,[14] com diversos combatentes e líderes do grupo a seguirem as ordens da Al-Qaeda, e, que apesar desta fusão, muitos dos seus líderes respondem perante aos líderes da Al-Qaeda, bem como, muitos dos seus membros se guiam pelos mais valores mais extremistas e radicais defendidos pela Al-Qaeda.[15]

Tahrir al-Sham continua a defender a ideologia da Al-Nusra, em transformar a Síria num emirado islâmico salafita, liderado pela Al-Qaeda.[16]

Atualmente, é o grupo de oposição ao governo de Bashar al-Assad mais poderoso e com mais membros, após a fusão de Jaysh al-Farouq (ex-membro do Exército Livre da Síria), eclipsando, assim, o Ahrar al-Sham.[17]

Referências

  1. «Cidade síria de Idlib nas mãos de extremistas ligados à Al-Qaeda». Público. 10 de junho de 2015. Consultado em 11 de junho de 2015 
  2. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome newname
  3. «How a 'smarter' Islamic state is quietly taking over swathes of Syria after Isis defeat». The Independent. 29 de junho de 2016. Consultado em 29 de junho de 2016 
  4. Gulf crisis seen widening split in Syria rebellion
  5. «THE NEW ISLAMIC STATE: Jihadi nuts al-Nusra ready to declare new terror nation». Daily Star. 4 de janeiro de 2016. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  6. Monitoring, B. B. C. (28 de fevereiro de 2017). «Tahrir al-Sham: Al-Qaeda's latest incarnation in Syria». BBC News (em inglês) 
  7. Society, People’s Printing Press (14 de fevereiro de 2017). «Syria: Factions jockey for position ahead of new peace talks» (em inglês) 
  8. Ahmed, Akbar Shahid (4 de março de 2017). «Syria Rebels Want Trump To Know They're The Ones Fighting ISIS». Huffington Post (em inglês) 
  9. «Al-Qaeda Reshapes the Insurgency in Northern Syria». Henry Jackson Society. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 10 de maio de 2019 
  10. «Al Qaeda and allies announce 'new entity' in Syria | FDD's Long War Journal». FDD's Long War Journal (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017 
  11. «Syria Islamist factions, including former al Qaeda branch, join forces: statement». Reuters. 28 de janeiro de 2017 
  12. «Al-Qaeda merges with former US supplied rebel forces in Syria». AMN - Al-Masdar News | المصدر نيوز (em inglês). 28 de janeiro de 2017 
  13. i24NEWS. «Ex-Qaida affiliate Jabhat Fateh al-Sham claims Homs attacks which killed dozens». i24NEWS (em inglês) 
  14. Reports, CATF. «Al-Qaeda's Grand Plan for Syria Passes Through Hayat Tahrir al-Sham» (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017. Arquivado do original em 30 de abril de 2017 
  15. Reports, CATF. «Al-Qaeda's Grand Plan for Syria Passes Through Hayat Tahrir al-Sham» (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017. Arquivado do original em 30 de abril de 2017 
  16. Salim, Nilgun (22 de fevereiro de 2017). «A new terrorist organization might replace ISIS». Stock News USA. Consultado em 10 de junho de 2017 
  17. «FSA-affiliated group joins Al-Qaeda coalition; making it the largest militant group in Syria». AMN - Al-Masdar News | المصدر نيوز (em inglês). 21 de março de 2017