Teaching Mrs. Tingle

filme de 1999 dirigido por Kevin Williamson

Teaching Mrs. Tingle (Brasil: Tentação Fatal /Portugal: O Rapto da Senhora Tingle) é um filme de comédia e humor negro lançado em 1999, dirigido por Kevin Williamson e com roteiro também de Kevin Williamson, em sua estreia na direção, e estrelado por Helen Mirren, Katie Holmes, Marisa Coughlan, Barry Watson e Jeffrey Tambor. Segue-se um trio de alunos do ensino médio que devem provar sua inocência para sua vingativa professora de história, que os acusa de terem trapaceado nos exames.[4] Williamson já era conhecido pelo sucesso de seus projetos posteriores, incluindo Dawson's Creek, Scream e sua primeira sequência. Depois disso, o script foi escolhido para virar filme.

Teaching Mrs. Tingle
O Rapto da Senhora Tingle[1] (PRT)
Tentação Fatal[2] (BRA)
 Estados Unidos
1999 •  cor •  90[3] min 
Direção Kevin Williamson
Produção Cathy Konrad
Julie Plec
Bob Weinstein
Harvey Weinstein
Roteiro Kevin Williamson
Elenco Helen Mirren
Katie Holmes
Jeffrey Tambor
Barry Watson
Marisa Coughlan
Liz Stauber
Molly Ringwald
Vivica A. Fox
Gênero comédia
suspense
Música John Frizzell
Cinematografia Jerzy Zielinski
Edição Debra Neil-Fisher
Companhia(s) produtora(s) Dimension Films
Konrad Pictures
Interscope Communications
Distribuição Miramax Films
Lançamento Estados Unidos 20 de agosto de 1999
Brasil 5 de novembro de 1999[4][5]
Idioma inglês
Orçamento US$13 milhões[6]
Receita US$8,951,935[6]
Site oficial

Lançado nos Estados Unidos em 20 de agosto de 1999, o filme foi originalmente intitulado Killing Mrs. Tingle,[4] mas foi adiado e renomeado devido ao tumulto causado pela violência entre adolescentes nos filmes após o massacre de Columbine na Columbine High School.[4][7] O filme recebeu críticas ruins de críticos de cinema e foi um fracasso nas bilheterias arrecadando apenas US$8,951,935 com seu orçamento de US$13 milhões.[6] Desde então, ganhou um status de filme cult. Permanece o único esforço como diretor de Williamson de filmes até o momento.

SinopseEditar

Leigh Ann Watson (Katie Holmes) é uma aplicada estudante de ensino médio da Grandsboro High School, mas ela precisa de um "A" em história para ser a oradora da turma e então ganhar uma bolsa de estudo para Harvard. Ela então termina seu projeto, um diário de trezentos e sessenta e cinco dias sobre uma jovem acusada de bruxaria em Salém, mas apesar do material estar bem documentado ela ganha apenas um "C" de Mrs. Eve Tingle (Helen Mirren), a professora de história, uma mulher tão intratável que todos a temem. Esta situação dá chance a Marybeth Carter, uma estudante rival que recebeu um "A", de ser a oradora.

Sua única oportunidade de reverter este quadro está na prova escrita e, tentando ajudá-la, Luke Churner (Barry Watson), um amigo de Leigh, consegue uma cópia da prova. Jo Lynn Jordan (Marisa Coughlan), a melhor amiga de Leigh, a incentiva a ir atrás do seu sonho, mas enquanto discutem sobre o que fazer Mrs. Tingle aparece e pega Leigh com a prova. Isto seria o fim da bolsa tão sonhada, mas os três à noite vão até a casa de Mrs. Tingle tentar convencê-la em não denunciar Leigh. Entretanto, a situação sai totalmente do controle e logo Mrs. Tingle está amarrada na sua cama, com a situação ficando cada vez mais embaraçosa e difícil de ser contornada.

ElencoEditar

Meryl Streep, Glenn Close, Sigourney Weaver e Sally Field foram consideradas para o papel de Mrs. Tingle, e Gillian Anderson recusou a personagem. Outra que quase participou da produção foi Alicia Silverstone, que era uma opção para interpretar Leigh Ann Watson.[8]

Em 2017, Marisa Coughlan, que fez a personagem Jo Lynn Jordan, disse que o produtor do filme Harvey Weinstein fez oferta de sexo para ela em troca de papel em outro filme, afirmando “Ele queria que eu fosse uma de suas ‘amigas especiais’ e fosse para o quarto dele”, disse a atriz, que completou: “Eu falei que tinha um namorado e o lembrei que ele era casado e que deveríamos continuar sendo profissionais. Em nenhum momento em imaginei que isso fosse ocorrer”.[9] Marisa ainda recebeu um telefonema de Weinstein oferecendo passagens para terem um jantar romântico em Nova Iorque.[9] Porém, a oferta também foi recusada pela atriz, que somente aceitou encontrar o produtor em um local público, para uma reunião profissional, em um restaurante. Mesmo assim, Harvey Weinstein teria continuado a fazer propostas no mesmo teor das conversas anteriores. Tempos depois, o papel oferecido para Marisa Coughlan foi destinado para outra atriz.[9]

Recepção da críticaEditar

Teaching Mrs. Tingle tem recepção desfavorável por parte da crítica especializada. Com o tomatometer de 19% em base de 69 críticas, com uma pontuação média de 3,92/10. O Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Como uma comédia-suspense dark, este filme não tem humor e emoção". Por parte da audiência do site tem 31% de aprovação.[10] Em Metacritic, o filme obteve 35 de 100, com base em 32 críticos, indicando 'críticas geralmente desfavoráveis'.[11] Roger Ebert comparou o filme com Election em seu conceito, mas disse que Teaching Mrs. Tingle ficou aquém de Election, e nesse sentido Teaching Mrs. Tingle não tinha personagens simpáticos. Ebert elogiou a atuação de Mirren, no entanto.[12] Beth Pratt da Common Sense Media deu ao filme 1 estrela de 5, chamando-o de "thriller adolescente equivocado".[13] No entanto, houve algumas críticas positivas para o filme. Thom Bennett, do Film Journal International, elogiou o filme, chamando-o de "um filme divertido, cheio do familiar diálogo de Williamson com referências a filmes".[14] Michael Dequina, do The Movie Reporter, deu ao filme 3 das 4 estrelas chamando o filme de "fantasia de vingança reconhecidamente viciada, mas perversamente assistível".[15]

RecepçãoEditar

O filme foi um fracasso nas bilheterias; faturou US$3,3 milhões em seu fim de semana de estreia, estreando na décima posição nas bilheterias norte-americanas.[16] No entanto, em sua segunda semana, o filme caiu para a 15 posição e arrecadou US$2,344,298. O filme continuou a cair e, na sua última semana nas bilheterias, o filme chegava na 44 posição. No final de sua exibição, ele arrecadou US$8,951,935 nas bilheterias domésticas, perdendo US$4,480,065 em um orçamento estimado de US$13 milhões.[17]

MúsicaEditar

Trilha sonoraEditar

Teaching Mrs. Tingle: Music from the Dimension Motion Picture
Trilha sonora de vários artistas
Lançamento 17 de agosto de 1999
Gênero(s) Post-grunge
Duração 44:37
Gravadora(s) Capitol
EMI

A trilha sonora original do filme foi lançada pela Capitol Records em 17 de agosto de 1999. O álbum apresenta músicas de Eve 6, The Moffatts, Stretch Princess, Tara MacLean, Duncan Sheik, Kendall Payne, Sozzi, Bree Sharp, Radford, e Eman.

Teaching Mrs. Tingle: Music from the Dimension Motion Picture
TítuloCompositor(es)Artista Duração
1. "Sorry"  Elizabeth Cutler, Jo Lloyd, David Magee e James WrightStretch Princess 3:30
2. "Tongue Tied"  Max Collins, Tony Fagenson e Jonathan SiebelsEve 6 3:12
3. "If I Fall"  Tara MacLeanTara MacLean 4:09
4. "'Til I Cry You out of Me"  Jonnie MostSozzi 4:09
5. "Wonderland"  Kendall PayneKendall Payne 3:42
6. "I Shut Down"  Emanuel KiriakouEman 4:20
7. "Fall At Your Feet"   Radford 4:27
8. "Show Me"  Simon Austin, Mike Rogers e Bree SharpBree Sharp 3:59
9. "Alibi"  Duane Lavold e Duncan SheikDuncan Sheik 4:10
10. "Misery"  Klaus Major Heuser, Bob Moffatt, Clint Moffatt, Dave Moffatt e Scott MoffattThe Moffatts 4:51
11. "At Seventeen"  Janis IanTara MacLean 4:08

Trilha sonora originalEditar

Teaching Mrs. Tingle: Original Score From the Dimension Motion Picture
Trilha sonora de John Frizzell
Lançamento 24 de agosto de 1999
Gênero(s) Trilha sonora
Duração 30:21
Gravadora(s) Varèse Sarabande

A trilha sonora foi composta por John Frizzell e foi lançada como um álbum em 24 de agosto de 1999 pela Varèse Sarabande.

Teaching Mrs. Tingle: Original Score From the Dimension Motion Picture
Título Duração
1. "The Incident At School"   2:02
2. "Untie Me... Please"   2:15
3. "The Crossbow Accident"   2:49
4. "Get a Television, Mrs. Tingle"   1:08
5. "Spanky Shows Up"   3:14
6. "I Know You"   2:20
7. "Caught Cheating"   1:38
8. "My Mom Has Been Very Sick"   1:10
9. "Luke Confides In Tingle"   2:31
10. "Close Your Eyes"   1:21
11. "Leigh Ann Crosses The Line"   1:42
12. "I Don't Think So"   0:49
13. "I'm Your Friend"   1:10
14. "Destiny"   5:13
15. "Triumph"   0:58

Mídia domésticaEditar

O filme foi lançado em DVD e VHS em 21 de dezembro de 1999, pela Dimension Home Video. Como parte de um acordo com a Miramax, a Echo Bridge Home Entertainment lançou o filme em Blu-ray em 3 de maio de 2011.[18] Teaching Mrs. Tingle foi lançada em vários países no Blu-ray, incluindo o Reino Unido em 25 de junho de 2012, pelo StudioCanal UK,[19] Alemanha, em 7 de junho de 2012, pelo StudioCanal,[20] França, em 3 de julho de 2012, pelo StudioCanal[21] e Espanha em 30 de novembro de 2011 pelo Emon Home Entertainment.[22]

AccoladesEditar

Ano Prêmio Categoria Destinatário Resultado
2000 Prêmio Saturno Melhor Filme de Terror Teaching Mrs. Tingle Indicado
MTV Movie Award Melhor Beijo Katie Holmes
Barry Watson
Indicado
Teen Choice Award Vilã Helen Mirren Indicado
Química Katie Holmes
Barry Watson
Indicado

Referências

  1. «O Rapto da Senhora Tingle». no CineCartaz (Portugal) 
  2. «Tentação Fatal». no AdoroCinema 
  3. «TEACHING MRS. TINGLE (15)». British Board of Film Classification. Consultado em 29 de março de 2011 
  4. a b c d Renato Franzini (5 de novembro de 1999). «Mestre do horror adolescente assume a direção». Folha de S.Paulo. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  5. Lúcio Ribeiro (5 de novembro de 1999). «Diretor patina no mundo teen que ajudou a criar». Folha de S.Paulo. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  6. a b c «Teaching Mrs. Tingle» (em inglês). no Box Office Mojo 
  7. «Tentação Fatal». Terra Networks. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  8. «Corujão: Katie Holmes encara uma 'Tentação Fatal' nesta sexta-feira, dia 3». Rede Globo. 27 de janeiro de 2017. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  9. a b c «Marisa Coughlan, estrela de "Tentação Fatal", diz que Weinstein fez oferta de sexo em troca de papel». Santa Cecília TV. 19 de outubro de 2017. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  10. «Teaching Mrs. Tingle» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 8 de março de 2014 
  11. «Teaching Mrs. Tingle Reviews - Metacritic». Metacritic. Consultado em 20 de março de 2013 
  12. «Teaching Mrs. Tingle Review (1999)». Chicago Sun-Times. Consultado em 10 de maio de 2014 
  13. «Teaching Mrs. Tingle Movie Review». Common Sense Media. Consultado em 29 de maio de 2014 
  14. «TEACHING MRS. TINGLE». Film Journal International. Consultado em 23 de março de 2015 
  15. «Teaching Mrs. Tingle (PG-13)». The Movie Reporter. Consultado em 28 de março de 2014 
  16. «Company Town Film Profit Report». Los Angeles Times. Consultado em 3 de junho de 2012 
  17. «Teaching Mrs. Tingle (1999) - Box Office Mojo». Box Office Mojo. Consultado em 23 de janeiro de 2012 
  18. «Teaching Mrs. Tingle Blu-ray (US)». Consultado em 23 de março de 2015 
  19. «Teaching Mrs. Tingle Blu-ray (UK)». Consultado em 23 de março de 2015 
  20. «Tötet Mrs. Tingle Blu-ray». Consultado em 23 de março de 2015 
  21. «Mrs. Tingle Blu-ray». Consultado em 23 de março de 2015 
  22. «Secuestrando a la Srta. Tingle Blu-ray». Consultado em 23 de março de 2015 

Ligações externasEditar