Abrir menu principal

Tele Rural

(Redirecionado de Telerural)
Telerural
Informação geral
Formato Série
Duração +/- 25 min.
Criador(es) Frederico Pombares, Henrique Cardoso Dias
País de origem Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Nuno J. Dias
Produtor(es) FILBOX Produções
Apresentador(es) João Paulo Rodrigues (Quim Roscas), Pedro Alves (Zeca Estacionâncio)
Elenco João Paulo Rodrigues, Pedro Alves, Rui Amílcar
Exibição
Emissora de televisão original RTP
Formato de exibição 4:3
Transmissão original 3 de Junho de 2008
N.º de temporadas 4
Cronologia
Programas relacionados Os Contemporâneos, Gato Fedorento

Telerural foi um programa humorístico da RTP, criado e protagonizado pelos comediantes João Paulo Rodrigues[1] e Pedro Alves[1] (Quim Roscas[2] e Zeca Estacionâncio,[2] respectivamente). O programa surgiu de "Curral Social", uma rubrica cómica que os dois comediantes tinham na "Praça da Alegria", que era bastante semelhante ao Tele Rural, com a excepção de serem apenas as duas personagens (Quim e Zé) a falar. Desde que se tornou um programa próprio, tem sido muito bem recebido. Os textos são escritos por Frederico Pombares e Henrique Cardoso Dias, sócios da Plot, e a produção está a cargo de José Miguel Cadilhe, da Filbox. A maior parte do programa passa-se na aldeia de Curral de Moinas.

ContextoEditar

O Tele Rural, o Telejornal do mundo rural, é uma sátira aos "telejornais sérios". É apresentado por Quim e Zé, dois amigos, e as notícias correspondem somente ao que acontece na aldeia nortenha fictícia de Curral de Moinas. As notícias são normalmente apresentadas como importantes, muitas revelando-se depois ser disparates cómicos. O povo de Curral de Moinas representa o povo rústico português numa maneira cómica. O seu humor baseia-se também nos muitos trocadilhos presentes.

Todas as personagens para além de Quim e Zé (os pivôs) são também interpretados pelos dois actores, com excepção de Sabino Rui, um terceiro repórter que entrevista os curral-moinenses em directo, fora do estúdio. Sabino Rui é conhecido por ter dificuldades em ouvir as perguntas colocadas por Quim e Zeca, o que o faz revelar coisas íntimas sem razão, dizendo sempre "Eu não ouvi a tua pergunta mas calculo que me tenhas perguntado se (coisa absurda). Sim, mas não foi isso que me trouxe aqui..." (a mais famosa sendo "Calculo que me tenhas perguntado se gosto de marinheiros suados. Sim, gosto, mas não foi isso que me trouxe aqui"). A frase-chave de Sabino Rui é dita no fim das suas reportagens, quando já apercebeu que o entrevistado não é o que ele esperava: "Quim, Zé, daqui é tudo. Passo a palavra ao estúdio." O presidente da Junta de Curral de Moinas chama-se Aniceto Rui, sendo costume entre Quim e Zeca cuspir para o chão duas vezes quando o seu nome é mencionado.

O programa é apresentado num estúdio com pouco orçamento repleto de objectos tradicionais portugueses, incluindo um Galo de Barcelos e cães de loiça, havendo um estendal a ser usado atrás dos repórteres. As notícias são apresentadas no rodapé e num tripé com uma mola que segura os vários títulos das reportagens, que são frequentemente arrancados para dar lugar aos próximos.

No fim do programa é sempre apresentado o Cartaz Cultural (onde se relata os livros e filmes lançados por curralmoinenses, cujo título normalmente não corresponde à sinopse) e a previsão meteorológica, onde se prevê sempre coisas óbvias ou absurdas, uma piada corrente sendo o vento (em que se inventam pontos cardeais) como por exemplo: "vai estar vento em todo o Continente e também no Jumbo", ou o já celebre "o vento vai soprar de nordeste esfola-me este" e a ondulação ("A ondulação vai estar incerta, porque quando a gente vai a meter a régua para medir, a onda rebenta").

No fim de cada episódio, enquanto passam os créditos finais, Quim ou Zeca despedem-se dizendo sempre "Cuidado com aqueles/as moços/as que...", como o mítico "Cuidado com aqueles moços que vão de calções de malha justinhos para a porta dos quartéis de bombeiros!"

Referências

  1. a b «Atores e biografia». RTP. Consultado em 23 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de julho de 2009 
  2. a b «Personagens». RTP. Consultado em 23 de fevereiro de 2010 

Ligações externasEditar