Abrir menu principal
Televisa Networks
Subsidiária
Atividade Meios de comunicação
Fundação 1995 (24 anos)
Sede Cidade do México, México
Área(s) servida(s) México, Estados Unidos, América Latina, Europa, África e Ásia Oriental.
Proprietário(s) Fernando Muñiz
Presidente Emilio Azcárraga Jean
(CEO do Grupo Televisa)
Produtos Sinal aberto,
televisão por assinatura,
televisão OTT,
televisão a cabo e
televisão por satélite.
Website oficial afiliados.televisa-networks.com
televisa-networks.com

Televisa Networks é uma empresa afiliada do Grupo Televisa, especializada e responsável pelo projeto, produção, programação, distribuição e comercialização de 30 sinais de satélite de TV por assinatura, cuja cobertura inclui México, Estados Unidos, Latinoamérica, Europa, África e Ásia Oriental. Foi fundado em 1995, embora alguns dos canais que o compõem e o precedam já fizessem parte de serviços restritos de televisão.

Anteriormente, era chamada de Visat até 2005.

Índice

CanaisEditar

Abaixo está uma lista dos diferentes canais que a Televisa Networks opera e distribui em todo o mundo, além de seus feeds correspondentes.[1]

Logotipo Nome do canal Tipo de programação Lugares Transmitidos Início de transmissões
 

INTERNACIONAL

Las Estrellas Internacional
(Disponível em HD)
Entretenimento Desde: 1951
Telehit
(Disponível em HD)
Musical Desde: 1993
URBANO Telehit Urbano Musical Desde: 1994
BANDAMAX Bandamax Música grupera Desde: 1996
Distrito Comedia Humor Desde: 2012
De Película
(Disponível em HD)
Filmes Desde: 1990
De Película Clásico Filmes
Golden
(Disponível em HD como Golden Plus)
Filmes Desde: 1991
Golden EDGE Filmes Desde: 2010
Golden PREMIER
(Disponível em HD)
Filmes e séries Desde: 2013
TDN
(Disponível em HD)
Esportes Desde: 2009
BitMe Infantojuvenil Desde: 2011
TLN Network Telenovelas e Séries Desde: 2009
TLNovelas Telenovelas Desde: 1993
U

UNICABLE

Unicable
(Disponível em HD)
Entretenimento Desde: 1996
TUDN
Televisa Univisión Deportes Network
Esportes Desde: 2012
ADRENALINA SPORTS NETWORK Adrenalina Sports Network
(Disponível em HD)
Esportes Desde: 2017

Canais extintosEditar

Nome Tipo Notas
ECO (1988-2001) Notícias Foi o primeiro canal de notícias em espanhol, 24 horas por dia.
Foro TV (2010-presente) Notícias Começou como um canal de televisão paga, mas quando o Canal 4 terminou suas transmissões em agosto de 2010, ele foi substituído por um canal de televisão aberto.
BBC Entertainment (2008-2017) Séries O sinal latino da BBC Entertainment foi lançado na América Latina graças a um acordo entre a BBC e a Televisa, por isso foi inicialmente lançado no SKY México e na Cablevisión DF, mas depois o acordo expirou e o canal começou a se expandir para outros países. Além disso, em 2011, foi lançado o seu canal irmão BBC HD.
Clásico TV (2007-2012) Séries Humor O sinal da Classic TV encerrou as transmissões no dia 30 de setembro iniciando suas transmissões de seu sucessor Distrito Comedia.
American Network (2002-2011) Séries e notícias Era um canal que transmitia inteiramente a programação da CBS em inglês, sem legendas. Foi substituído pelo canal Tiin
Ritmoson Latino (1994-2016) Música O canal foi renovado e mudou seu nome dando lugar ao RMS
UFC Network (2013-2017) Artes marciais Foi no canal de artes marciais do UFC. O canal mudou seu nome dando lugar a Fighting Sports Network

PacotesEditar

A Televisa oferece os canais em dois pacotes: o primeiro, que inclui apenas os abertos, vendido a US$ 1,7;[2] e um segundo pacote que inclui os restritos, que oferece US$ 1,96.[3] Para isso, o licenciado deve transmitir os sinais sem alterações ou modificações; e independentemente de um número mínimo de assinantes. No entanto, não permite a compra de sinal para empresas que fornecem telefonia para mais de cinco milhões de usuários ou operam litígios contra a estação de televisão. Se isso acontecer, a empresa de televisão modificará seus preços para padronizar com os licenciados que assinaram anteriormente um contrato. Esta restrição pode ser vetada se a Televisa atingir 30% das linhas telefônicas através de suas empresas de cabo. Esta ação deveu-se ao fato de que a Comissão Federal da Concorrência (CFC) forçou a estação de televisão a vender seu conteúdo separadamente, a fim de aprovar a aliança da Televisa com a Iusacell.[4]

Referências

  1. Canais da Televisa Networks
  2. Televisa (21 de setembro de 2012). «Aviso de Oferta del paquete de señales de Tv Abierta». Aviso (em espanhol). Consultado em 28 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 7 de março de 2016 
  3. Televisa (21 de setembro de 2012). «Aviso de Oferta del Paquete de Señales de TV Abierta y Televisión Restringida». Aviso (em espanhol). Consultado em 28 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 7 de março de 2016 
  4. Comisión Federal de Competencia (28 de dezembro de 2012). «Impone CFC a Concentración Televisa-Iusacell condiciones que eliminan los riesgos detectados en la operación». Comunicado (em espanhol). Aristegui Noticias. Consultado em 28 de dezembro de 2012 [ligação inativa]