Temístio

filósofo aristotélico da Antiguidade Tardia

Temístio (317, Paflagónia - ca. 387 CE) foi um filósofo da antigüidade tardia que, como poucos, seguiu somente a filosofia aristotélica e assim se contrapôs aos outros filósofos de sua época que tomavam o pensamento de Aristóteles como um apêndice do pensamento de Platão, e que ficaram conhecidos como neoplatônicos.

VidaEditar

Temístio nasceu na Paflagónia, e como filho de um filósofo tornou-se professor de filosofia, tendo ensinado a maior parte de sua vida em Constantinopla, onde viveu. Em sua breve estada em Roma, Temístio foi apontado, por Constantino II, como representante de Constantinopla no Senado em 355.

ObraEditar

Como filósofo dedicou-se mais aos estudos da ética, mas se tornou famoso por seus comentários, que chegaram até nós, da obra de Aristóteles. Esses comentários foram feitos em forma de paráfrase. Comentou, a saber, Da Alma (De Anima), Do Céu (De Caelo), e a Física.

ReferênciasEditar

  • Martin Achard, "La paraphrase de Thémistius sur les lignes 71 a 1-11 des Seconds Analytiques", Dionysius 23, 2005, 105-116.
  • Martin Achard, "Themistius’ Paraphrase of Posterior Analytics 71a17-b8. An example of Rearrangement of an Aristotelian Text", Laval théologique et philosophique, 64.1, 2008, 15-31.
  • Edward Grant, A History of Natural Philosophy. Cambridge Press. Página 57.