Abrir menu principal
A ejeção de massa coronal, fotografada pela STEREO.

A tempestade solar de 2012 foi uma ejeção de massa coronal extraordinariamente grande e intensa que ocorreu no dia 23 de julho daquele ano. Ela não atingiu a Terra por uma margem de aproximadamente nove dias. A intensidade da erupção foi comparável à da tempestade solar de 1859 que danificou equipamentos eletrônicos mundialmente, que na época eram principalmente de estações telegráficas. Se ela tivesse passado pela Terra, é provável que teria infligido danos graves aos sistemas eletrônicos em escala global.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Phillips, Tony (23 de julho de 2014). «Near Miss: The Solar Superstorm of July 2012». Science@NASA. NASA. Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  2. Williams, D. R. (1 de julho de 2013). «Sun Fact Sheet». NASA. Consultado em 13 de janeiro de 2015 

Ligações externasEditar