Teodoro I de Monferrato

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Teodoro Paleólogo.

Teodoro I de Monferrato ou Teodoro I Paleólogo foi marquês de Monferrato de 1306 até sua morte em 1338. Era filho do imperador Andrônico II Paleólogo com Irene de Monferrato. Quando seu tio João morreu em 1305, a linhagem masculina dos marqueses de Monferrato do ramo Aleramici se extinguiu. A Marca de Monferrato passou então para os filhos de Irene. O patriarca de Constantinopla bloqueou a candidatura do filho mais velho dela, João, e, por isso, Teodoro foi enviado para a Itália.

Teodoro I de Monferrato
Cônjuge Argentina Spínola
Casa Paleólogos
Nome completo Theodoro Komnenos Doukas Angelos Palaiologos
Nascimento c. 1291
Morte 24 de abril de 1338 (47 anos)
  Trino
Mãe Irene de Monferrato

Ele embarcou para Gênova em 1306 e, no ano seguinte, casou-se com Argentina Spínola, filha do magnata genovês Opicino Spínola, "capitani del popolo" (co-governante) da República de Gênova. Spínola usou toda a sua riqueza para apoiar Teodoro em sua reivindicação a Monferrato.

O adversário de Teodoro era Manfredo IV de Salluzzo, que era de um ramo menor da Casa de Saboia, e diversos marqueses de Monferrato tinham esposas savoiardas.[1] O rei Carlos II de Nápoles também reivindicou partes da marca e, gradualmente, sobrepujou seus adversários, assegurando para si a marca toda. Em 1310, recebeu a investidura imperial de Henrique VII.

Teodoro e Argentina tiveram dois filhos, João (1313–1372) e Iolanda (1318–1342), que se casou com Aimon de Saboia.

Teodoro morreu em Trino em 1338 e foi sucedido por seu filho João.

AncestraisEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. F. Gabotto, Gli Ultimi principi d'Acaia e la politica subalpina 1883
  2. Charles Cawley (28 de outubro de 2008). «Byzantium 1261-1453». Medieval Lands. Foundation of Medieval Genealogy. Consultado em 29 de janeiro de 2009 

Precedido por
João I
 
Marquês de Monferrato

1306–1338
Sucedido por
João II