Teodoro de Beaurepaire

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Teodoro.

Teodoro Alexandre de Beaurepaire (Toulon, 1787 - Rio de Janeiro, 1849), foi um militar brasileiro de origem francesa. Estudou em Lisboa e veio para o Brasil, em 1808, como primeiro-tenente na esquadra que naquele ano trouxe a Família Real Portuguesa para o Brasil.[1]

Em 1823, lutou na Bahia contra as tropas portuguesas durante a Guerra da Independência.[1] No ano seguinte, participou da repressão à Confederação do Equador, em Pernambuco.[1] Nessa ocasião, aprisionou o navio rebelde "Constituição ou Morte", que depois passou a se chamar "Beaurepaire".[1]

Na Guerra da Cisplatina, participou de vários combates em 1826 e 1827 e capturou navios corsários que perseguiam os navios mercantes brasileiros.[1] Entre 1837 e 1838, já chefe-de-divisão, chefiou as forças navais na repressão à Sabinada.[1] Em 1843, comandou a esquadra que escoltou a imperatriz D. Teresa Cristina de Nápoles até o Rio de Janeiro, onde se casou com D. Pedro II.[2][3]

Referências

  1. a b c d e f Martins, Hélio Leôncio (2004). «Presença de oficiais estrangeiros na marinha brasileira» (PDF). Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM). pp. 54–58. Consultado em 26 de junho de 2020 
  2. Cenni, Franco (2003). Italianos no Brasil: "andiamo in 'Merica-". São Paulo: EdUSP. pp. 78–79 
  3. Avella, Aniello Angelo (2014). Teresa Cristina de Bourbon: uma imperatriz napolitana nos trópicos 1843-1889. Rio de Janeiro: SciELO - EDUERJ. p. 58