Teopompo

Nota: Este artigos é sobre o historiador; se procura pelo rei espartano, consulte Teopompo de Esparta.

Teopompo (Quíos, c.378 a.C.Egito, 323 a.C.) foi um historiador e retórico da Grécia Antiga contemporâneo de Alexandre, o Grande, que, por causa de suas opções políticas e críticas à democracia de Atenas, bem como pela sua preferência ao imperialismo espartano, foi obrigado a exilar-se com freqüência de sua ilha natal de Quíos.

Teopompo
'
Nascimento século IV a.C.
Quios
Morte 320 a.C.
Progenitores
  • Damasistratus of Chios
Ocupação político, escritor, historiador, orador,
Obras destacadas Philippica, Hellenica

Devido a isso e à sua grande fortuna, realizou muitas viagens, das quais nos deixou abundantes registros. Por influência de Alexandre, pôde retornar à sua cidade, mas após a morte deste abrigou-se no Egito sob Ptolomeu, onde faleceu.

Suas obras têm como características o aprofundamento psicológico de seus personagens. Dentre as suas obras destacam-se, Histórias Helênicas, a continuação do relato de Tucídides e as Filípicas.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.