Teram Kangri

O Teram Kangri é o maciço montanhoso mais alto da cordilheira de Siachen Muztagh (parte do Caracórum oriental, que por sua vez faz parte dos Himalaias), situada na fronteira de facto entre a China e a Índia. A montanha mais alta do maciço e da cordilheira é o Teram Kangri I, cujo cume se ergue a 7 462 metros de altitude,[1] o que faz dele o 56.º cume mais alto do mundo.

Teram Kangri
Teram Kangri está localizado em: Ladaque
Teram Kangri
Localização do Teram Kangri no Ladaque
Coordenadas 35° 34' 48" N 77° 4' 42" E
Altitude 7 462 m
Posição: 56.º
Proeminência 1 702 m
Cume-pai: Saltoro Kangri II
Isolamento 28.37 km
Listas Ultra
Localização Glaciar de Siachen
Continente Ásia
Países China
Índia
Região chinesa Vale de Shaksgam / Sinquião
Território da União da Índia Ladaque
Cordilheira Siachen Muztagh (Caracórum)
Primeira ascensão 1975 por H. Katayama (Japão)

O Teram Kangri I situa-se nos limites do glaciar de Siachen, no norte do Ladaque, e dos territórios controlados pela China e pela Índia, perto da linha de controlo entre a Índia e o Paquistão. O lado nordeste da montanha fica em território controlado pela China (vale de Shaksgam, entregue pelo Paquistão à China em 1963 e reclamado pela Índia). O lado sudoeste encontra-se em território controlado pela Índia mas reclamado pelo Paquistão.

Principais cumes do Teram Kangri
Cume Altitude (m) Proemi-
nência (m)
Cume-pai Coordenadas
Teram Kangri I [1] 7 462 1 702 Saltoro Kangri II 35° 35' N 77° 5' E
Teram Kangri II [2] 7 407 167 Teram Kangri I 35° 34' N 77° 5' E
Teram Kangri III [3] 7 382 500 Teram Kangri I 35° N 77° E
Teram Kangri IV [4] [♦] 6 986 335 ? 35° 33' 21" N 77° 7' 42" E
[♦] ^ Segundo outras fontes, a altitude do Teram Kangri VI é 7 300 m.[5] Esta montanha situa-se no interior do território chinês, ao contrário dos restantes, que se encontram na linha de fronteira com o território controlado pela Índia.[4]

O Teram Kangri I foi escalado pela primeira vez em 10 de agosto de 1975 por uma expedição japonesa liderada por H. Katayama, que obteve permissão do governo paquistanês e fez uma longa aproximação pelo passo de Saltoro (Bilafond La). Os alpinistas escalaram a escarpa sudoeste do Teram Kangri II e depois tomaram a escarpa oriental para chegar ao cimo. O Teram Kangri II foi escalado em 12 e 13 de agosto do mesmo ano por seis alpinistas japoneses.[6] O Teram Kangri II foi escalado em 1978 por uma expedição do Exército Indiano liderada pelo coronel Narendra Kumar, numa ação para reclamar a posse da área do glaciar de Siachen. O Teram Kangri III (7 382 m), o 73.º cume mais alto do mundo, foi escalado pela primeira vez em 1979 por uma expedição japonesa liderada por H. Hanada. À semelhança da primeira escalada do Teram Kangri I, usaram a rota do passo de Saltoro. Não há registo de qualquer ascensão do Teram Kangri VI.[5][7]

Notas e referênciasEditar

  • Este artigo foi inicialmente traduzido, total ou parcialmente, do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Teram Kangri», especificamente desta versão.
  1. a b «Teram Kangri I, India/China» (em inglês). www.peakbagger.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  2. «Teram Kangri II, India/China» (em inglês). www.peakbagger.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  3. «Teram Kangri III, India/China» (em inglês). www.peakbagger.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  4. a b «Teram Kangri IV, China» (em inglês). www.peakbagger.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  5. a b «Index montagnes d'Himalaya & Karakoram» (em francês). Blank on the map. blankonthemap.free.fr. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  6. Yoshizawa, Ichiro (1976), «Climbs and expeditions» (PDF), American Alpine Journal: 542–543, consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  7. «Climbs in Siachen area -page 3/3-» (em inglês). Blank on the map. blankonthemap.free.fr. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 
  Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre geografia da China é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.