Abrir menu principal
CPTM icon.svg Grajaú
TUE Série 3000 da CPTM, visto a partir do Terminal rodoviário da SPTrans, em 2008.
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Terminal rodoviário Terminal de ônibus urbanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração FEPASA (1992–1996)
CPTM icon.svg CPTM (1996–2001; 2008–atualmente)
SPTrans-logo-cinza.png SPTrans
Linha 9greenturquoise.png Esmeralda
Ramal Ramal de Jurubatuba
(1992–2001)
Código SP-1953 (antigo)
SP-4073 (novo)
Sigla GRA
Posição Superfície
Níveis 2
Plataformas Laterais (2) 1992–2001
Central (1) 2008–atualmente
Movimento em 2016 84,1 mil
Serviços Acesso à deficiente físico Escada rolante Elevador Banheiro Venda de Bilhetes Centro de Informações
Informações históricas
Inauguração 26 de setembro de 1992 (26 anos)
Fechamento Meados de dezembro de 2001 (17 anos)
Como estação de trens metropolitanos
Inauguração da
atual edificação
28 de outubro de 2004 (14 anos)
Terminal de ônibus

21 de abril de 2008 (11 anos)
Como terminal intermodal

Projeto arquitetônico Escritório Borelli & Merigo (José Borelli Neto e Hercules Merigo) [1]
Localização
Localização Gnome-globe.png Terminal Intermodal Grajaú
Endereço Rua Giovanni Bononcini, 77
Parque Alto do Rio Bonito, Grajaú
Município Portal São Paulo
País  Brasil
Próxima estação
Sentido Osasco 9greenturquoise.png Sentido Grajaú
Primavera–Interlagos Mendes–Vila Natal (em construção)
Grajaú

O Terminal Intermodal Grajaú é um intercambiador de transportes na Zona Sul de São Paulo. Atualmente ele pertencente à Linha 9–Esmeralda da CPTM e à empresa de transporte coletivo SPTrans.

Índice

HistóriaEditar

A Estação de Grajaú foi aberta pela FEPASA em 1992, para atender o distrito de Grajaú, como parte da extensão operacional Jurubatuba–Varginha. Inicialmente era composta por duas plataformas de madeira, construídas junto ao pontilhão que passava sobre a Avenida Belmira Marin. As duas plataformas tinham atrás de si um barranco com desnível de aproximadamente cinco metros, considerando o nível da avenida. A antiga estação foi desativada em dezembro de 2001, juntamente com o tráfego no trecho Jurubatuba–Varginha, e foi demolida pela CPTM para a construção da extensão da Linha 9–Esmeralda sobre o leito da antiga Linha Sul da Fepasa.

Em 2008, uma nova estação maior e modernizada foi construída pela CPTM no mesmo local e manteve o nome de Grajaú, com acesso gratuito ao Terminal Grajaú da SPTrans. [2][3]

CaracterísticasEditar

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
GRA Grajaú 21 de abril de 2008 Bilhete Único da SPTrans. Central Superfície Estação reconstruída pela CPTM

Diagrama da estaçãoEditar

Diagrama da Estação Grajaú
Sentido Osasco

a
1

b
Sentido Grajaú

Legenda

                     Linha ferrêa

  Plataforma


Linhas

Plataforma 1: Linha 9–Esmeralda da CPTM
Via a: Sentido Varginha (Apenas desembarque)
Via b: Sentido Osasco (Embarque e desembarque)
(Obs.: Esquema de utilização da plataforma pode variar dependendo do horário de pico.)
(Obs.: Diagrama acima desconsidera a infraestrutura da antiga estação.)

Precedido por
Primavera–Interlagos
Distância: 1 647 metros
Linha 9–Esmeralda da CPTM
Grajaú
Sucedido por
Mendes–Vila Natal
(em construção)
Distância: 2 197 metros
Precedido por
Interlagos
Ramal de Jurubatuba
Linha Sul da FEPASA
Grajaú
km 28,414
Sucedido por
Varginha
Ramal de Jurubatuba

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Terminal Intermodal Grajaú». Borelli & Merigo. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  2. Press Release - CPTM
  3. O Estado de S. Paulo (jornal) - caderno Cidades/Metrópole - 17 de abril de 2008 - "CPTM estende linha até Grajaú"

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Terminal Intermodal Grajaú
  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.