Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"That's All Right"
Single de Elvis Presley
Lado B Blue Moon of Kentucky
Lançamento 19 de Julho de 1954
Formato(s) Disco de Vinil
Gravação 5 de Julho de 1954
Gênero(s) Rockabilly
Duração 1:57
Gravadora(s) Sun Records
Composição Arthur Crudup
Produção Sam Phillips
Cronologia de singles de Elvis Presley
Good Rocking Tonight
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

That’s All Right” é o nome do primeiro single lançado por Elvis Presley, escrito e originalmente cantado pelo cantor de Blues Arthur Crudup. A versão de Elvis for gravada em 5 de julho de 1954, e lançada em 19 de julho de 1954 com “Blue Moon of Kentucky" sendo o lado B. Em 2004, a Revista Rolling Stone classificou-a como a #112 melhor música de todos os tempos em sua “Lista das 500 melhores canções de todos os tempos”.

Índice

HistóriaEditar

A música escrita por Arthur “Big Boy” Crudup, e originalmente gravada por ele mesmo em Chicago em 6 de Setembro de 1946, com o título de “That’s All Right”. Foi lançada como single pela RCA Victor , mas não foi bem sucedida como as antigas canções de Crudup. Na mesma sessão, ele gravou uma música praticamente idêntica mas com a letra diferente, “I Don’t Know It”, que também foi lançada como single (RCA Victor 20-2307). No começo de março de 1949, a canção foi lançada com o título “That’s All Right, Mama” (RCA Victor 50-0000), que foi emitido como a primeira canção de rhythm and blues lançada pela RCA no formato de 45 rpm, em um vinil laranja claro.

A versão de Elvis Presley foi gravada em Julho de 1954, e lançando “Blue Moon of Kentucky” como lado B. No número do catálogo era “Sun 209”. O título era “That’s All Right” (omitindo “Mama” do título original). Arthur Crudup é creditado no título como compositor, mesmo ele nunca tendo recebido royalties da gravação.

Uma versão country da canção foi lançada por Marty Robbins, e conseguiu alcançar número 7 em 1955 na “Billboard Hot Country Singles Chart”, a parada country americanda.

Gravação de Elvis PresleyEditar

Durante uma gravação rotineira no estúdio da gravadora Sun, na noite de 5 de Julho de 1954, Presley, Scotty Moore (guitarra) e Bill Black (contrabaixo) estavam fazendo uma pausa entre as gravações quando Presley começou a brincar com uma versão ritmada da música de Arthur Crudup, “That’s All Right, Mama”. Black se juntou com Presley em seu contra-baixo, e logo Moore se juntou na guitarra. O produtor Sam Phillips, surpreendido pelo repentino ambiente otimista, pediu aos três para começarem de novo, para ele poder gravar.

A gravação não contém bateria nem nenhum outro instrumento. A canção foi produzida no estilo de uma gravação “ao vivo” (todas as partes tocadas de uma vez e gravado em uma única faixa. Na noite seguinte, o trio gravou “Blue Moon of Kentucky” em um estilo similar, e foi selecionado como o lado B de “That’s All Right”.

A sessão de gravação foi a quinta visita ao estúdio da gravadora Sun. Nas suas duas primeiras vezes, no verão de 1953 e janeiro de 1954, tinham sido gravações privadas, seguidas por duas mais visitas no verão de 1954.

LançamentoEditar

Sam Phillips deu cópias do disco para os Disc Jockeys locais, Dewey Phillips (sem relação com o produtor) da rádio WHBQ, Uncle Richard da rádio WMPS, e para Sleepy Eyed John Lepley da rádio WHHM. Em 7 de Julho de 1954, Dewey Phillips tocou “That’s All Right” em seu popular programa de rádio “Red, Hot & Blue”. Quando ouviu a notícia de que Dewey iria tocar o seu disco, Presley foi até o cinema local para acalmar o seus nervos.

O interesse pelo disco era tão intenso que Dewey teria tocado o disco quatorze vezes e recebeu mais de quarenta telefonemas. Presley foi convencido a ir para a estação de rádio para uma entrevista no ar naquela noite. Sem saber que o microfone estava ao vivo, Preseley respondeu as perguntas de Dewey, incluindo uma sobre qual colégio ele frequentou: uma forma indireta de informar o público da raça Presley sem realmente fazer a pergunta.

“That’s All Right” foi oficialmente lançado em 19 de Julho de 1954, e vendeu cerca de vinte mil cópias. Esse número não foi o suficiente para alcançar a parada nacional, mas o single alcançou número quatro na parada local de Memphis.

Importância na história da músicaEditar

A revista Rolling Stone argumentou em um artigo de 2004 que a gravação de Elvis Presley de "That's All Right" foi o primeiro disco de Rock and Roll.