The Accused (1988)

filme de 1988 dirigido por Jonathan Kaplan

The Accused (bra: Acusados[2][1]; prt: Os Acusados[3]) é um filme canado-estadunidense de 1988, dos gêneros drama e suspense, dirigido por Jonathan Kaplan com roteiro de Tom Topor.[1]

The Accused
"O primeiro grito foi por socorro; o segundo é por justiça", avisa o cartaz do filme
No Brasil Acusados
Em Portugal Os Acusados

1988 •  cor •  111 min 
Direção Jonathan Kaplan
Produção Stanley R. Jaffe
Sherry Lansing
Roteiro Tom Topor
Elenco
Gênero
Música Brad Fiedel
Cinematografia Ralf D. Bode
Edição O. Nicholas Brown
Gerard B. Greenberg
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento Estados Unidos 14 de outubro de 1988
Idioma inglês
Receita US$ 92 milhões

Estrelado por Jodie Foster, Kelly McGillis, Bernie Coulson, Leo Rossi, Ann Hearn, Carmen Argenziano, Steve Antin e Tom O'Brien. No filme Sarah Tobias, uma jovem garçonete, é estuprada por três homens em um bar local. Ela e a promotora Kathryn Murphy decidiram processar os estupradores, bem como os homens que os encorajaram.[1]

Situado no estado de Washington, mas filmado principalmente em Vancouver, na Colúmbia Britânica, é vagamente baseado no estupro coletivo de 1983 de Cheryl Araujo em New Bedford, Massachusetts, e no julgamento resultante que recebeu cobertura nacional. O filme explora os temas de classismo, misoginia, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), Slut-shaming, culpabilização da vítima e empoderamento das mulheres.

The Accused estreou no 39º Festival Internacional de Cinema de Berlim, onde competiu pelo Urso de Ouro. Foi cinemas limitados em 14 de outubro de 1988 pela Paramount Pictures e foi altamente controverso após o lançamento, principalmente devido à sua representação gráfica de estupro coletivo. O filme se tornou um sucesso comercial e crítico, arrecadando mais de US$92 milhões em todo o mundo, e foi escolhido pelo National Board of Review como um dos 10 melhores filmes do ano. Os críticos de cinema elogiaram a audácia do filme, a autenticidade da representação do assunto e por ser o primeiro filme a lidar com os horrores do estupro e suas conseqüências na vida da vítima.

A interpretação de Jodie Foster lhe valeu seu primeiro Oscar de melhor atriz. Para fazer o papel, ela pesquisou várias situações mostradas no filme e baseou sua atuação na experiência da atriz Kelly McGillis (sua advogada no filme), que fora estuprada em seu apartamento em 1982[2][4].

SinopseEditar

Mulher jovem é estuprada no bar por vários fregueses, sob os aplausos de outros frequentadores. Sua advogada decide processar a todos — estupradores e os homens que os incentivaram.[2]

ElencoEditar

ProduçãoEditar

DesenvolvimentoEditar

"Jonathan e eu vimos muitos filmes antigos, e não conseguimos encontrar um que tivesse explorado o assunto. Quase não havia filmes em que o assunto do filme fosse estupro. Existem muitos filmes com incidentes de estupro, mas The Accused é sobre estupro, não há outro assunto. E trata-se de duas mulheres; não há homem que venha resgatá-las. É um assunto muito difícil."

—Topor explicando a importância de fazer o filme [5]

O roteirista Tom Topor foi inspirado a escrever o filme depois que o julgamento de Cheryl Araujo se tornou notícia nacional.[5] Dawn Steel ligou para ele para perguntar se ele estaria interessado em fazer um filme sobre o assunto. Sherry Lansing e Stanley Jaffe da Paramount Pictures foram posteriormente contratados para produzir o filme. Topor entrevistou 30 vítimas de estupro e numerosos estupradores, promotores, advogados de defesa e profissionais médicos.[5] Jonathan Kaplan se encontrou com Steel e discutiu a possibilidade de fazer um filme sobre o assunto. O rascunho original do roteiro concentrava-se principalmente na história do advogado. No entanto, Kaplan queria que a vítima de estupro fosse tão proeminente quanto o advogado; o script também apresentava uma mesa de sinuca (refletindo o incidente da vida real), mas os produtores estavam preocupados em serem processados, por isso foi alterado para uma máquina de pinball.

Após as sessões de teste, o filme recebeu as pontuações mais baixas da história da Paramount. Segundo Lansing, "o público pensou que a personagem de Jodie merecia o estupro".[5] Os executivos do estúdio queriam colocar o filme na prateleira e procuravam maneiras de impedir que ele fosse lançado. Lansing pediu outra triagem apenas com mulheres, que teve muito mais sucesso. Das 20 mulheres presentes, 18 tiveram experiência com estupro — elas ou alguém que elas conheciam havia sido estuprado. Quando testado novamente meses depois, recebeu uma das pontuações mais altas da história do estúdio.[5]

Escolha do elencoEditar

 
Kelly McGillis foi inicialmente oferecida para interpretar Sarah Tobias, mas assumiu o papel de Kathryn Murphy.

Jane Fonda foi inicialmente contratada para interpretar Kathryn Murphy, mas deixou o projeto por achar o roteiro explorador e mal escrito. Ellen Barkin, Michelle Pfeiffer, Sigourney Weaver, Debra Winger, Meryl Streep e Geena Davis também foram consideradas para o papel. Kelly McGillis, que acabou de sair de Top Gun (1986), foi escalada para as perspectivas financeiras do filme.[5] McGillis foi inicialmente oferecida para interpretar Sarah, mas recusou, citando sua experiência pessoal.[6] Ela reconheceu na época do lançamento do filme que ela própria havia sobrevivido a um ataque violento e estupro em 1982, quando dois homens invadiram seu apartamento. Com base em sua experiência, ela assumiu o papel de Murphy. Brad Pitt fez o teste para o papel de Ken Joyce.

FilmagemEditar

A filmagem principal de The Accused começou em 22 de abril de 1987 e foi concluída dois meses depois em 2 de junho. Embora ambientada no estado de Washington, foi filmado principalmente em Vancouver, Colúmbia Britânica. A cena de estupro de gangues era altamente controversa no momento de seu lançamento (e ainda continua sendo), como sendo a representação mais longa, gráfica e ousada de agressão sexual na história cinematográfica dominante. Demorou cinco dias para terminar e as filmagens foram uma experiência difícil para o elenco e a equipe envolvidos. Todos se sentiram protetores de Foster e se preocuparam com o quão traumática a situação poderia ser para ela. Em uma entrevista, Foster explicou que a cena do estupro foi meticulosamente ensaiada de antemão, para que não houvesse surpresas desagradáveis ​​para ninguém envolvido na cena real. Ela afirmou que não se lembra de ter filmado a cena, desmaiou completamente e quebrou os vasos sanguíneos no olho direito por chorar durante as filmagens. Os atores do sexo masculino também ficaram extremamente perturbados.[7][8] Leo Rossi (que interpretou Cliff "Scorpion" Albrect, o espectador), lembrou a experiência de Woody Brown (que interpretou Danny, um dos estupradores) após as filmagens da cena, em que ele fugiu do set e vomitou em seu trailer.[5] Complex classificou a cena de estupro do filme nº 16 em sua lista de "As 53 cenas mais difíceis de assistir na história do cinema".[9]

Trilha sonoraEditar

TítuloArtist Duração
1. ""I'm Talking Love""  Vanessa Anderson 3:35
2. ""At This Moment""  Billy Vera & The Beaters 2:30
3. ""Kiss of Fire""  James Harman 3:50
4. ""Love to the Limit""  Only Child 3:21
5. ""Love in Return""  Gina Schock 2:20
6. ""Middle of Nowhere""  Gina Schock e Vance DeGeneres 2:10
7. ""Walk in My Sleep""  House of Schock 1:50
8. ""Mojo Boogie""  Johnny Winter 2:50

LançamentoEditar

The Accused foi lançado em cinemas limitados na América do Norte em 14 de outubro de 1988. Embora fosse lançado em abril, foi adiado para outubro devido à greve do Writers Guild of America. O filme estreou no 39º Festival Internacional de Cinema de Berlim em 1989, onde competiu pelo Urso de Ouro.[10]

RecepçãoEditar

BilheteriaEditar

No fim de semana de estreia nos Estados Unidos e no Canadá, The Accused foi o número 1 nas bilheterias, arrecadando US$4,3 milhões em 796 cinemas. O filme arrecadou um total de US$32,1 milhões nos Estados Unidos e Canadá[11] e US$60 milhões no exterior[12], totalizando um total mundial de US$92 milhões.

RecepçãoEditar

 
A performance de Jodie Foster recebeu muitos elogios da crítica, marcando seu avanço em papéis adultos e lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz

The Accused recebeu críticas positivas, especialmente pelo desempenho de Foster. O agregador de críticas Rotten Tomatoes dá ao filme uma classificação de aprovação de 91% com base em 22 críticas, com uma classificação média de 7.09/10.[13] Em Metacritic, o filme tem uma pontuação média de 65 em 100, indicando "críticas geralmente favoráveis". [14]

Prêmios e indicaçõesEditar

No Oscar 1989, Foster ganhou o prêmio de Melhor Atriz. Essa foi a única indicação do filme, marcando assim a primeira ocorrência de um evento como esse desde 1962 (quando Sophia Loren venceu por Duas Mulheres) que a vencedora da categoria ganhou por um filme com uma única indicação. Em 2006, o desempenho de Foster foi classificado em #56 nas 100 Maiores Performances de Cinema de todos os tempos da revista Premiere.[15]

Premiação Categoria Recipiente Resultado
Oscar 1989 Melhor atriz Jodie Foster Venceu[2]
Globo de Ouro 1989 Melhor atriz - drama Jodie Foster Venceu[16]
BAFTA 1990 Melhor atriz principal Jodie Foster Indicado[17]
Festival de Cinema de Berlim 1989 Urso de Ouro (melhor filme) Indicado[10]
Prêmio David di Donatello 1989 Melhor atriz Jodie Foster Venceu[18]

Veja tambémEditar

Referências

  1. a b c d e «Acusados». Brasil: CinePlayers. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  2. a b c d Guia de vídeo e DVD 2002. São Paulo (Brasil): Nova Cultural. 2002. p. 10. ISBN 8513011185 
  3. «Os Acusados». Portugal: CineCartaz. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  4. «Sex Offender Apologizes for McGillis Rape» (em inglês). CBS News (arquivado). Consultado em 3 de abril de 2015 
  5. a b c d e f g Ford, Rebecca (16 de janeiro de 2014). «'The Accused' Oral History: A Brutal Rape Scene, Traumatized Actors and Producers' Fights to Make the Movie». The Hollywood Reporter. Consultado em 5 de dezembro de 2016 
  6. Kelly McGillis, as told to Kristin McMurran (14 de novembro de 1988). «Memoir of a Brief Time in Hell». People. Consultado em 18 de agosto de 2015 
  7. van Meter, Jonathan (6 de janeiro de 1991). «Child of the Movies». The New York Times. Consultado em 4 de fevereiro de 2015 
  8. Hollinger 2012, p. 46
  9. Borone, Matt (16 de março de 2018). «The 53 Most Hard-To-Watch Scenes in Movie History». complex.com. Consultado em 6 de julho de 2018 
  10. a b «Berlinale: 1989 Programme». berlinale.de. Consultado em 9 de março de 2011 
  11. "The Accused (1988)". Box Office Mojo. Acessado em 13 de janeiro de 2012.
  12. Groves, Don (9 de agosto de 1989). «UIP Up, Up and Away For Year; Rentals Take Off». Variety. p. 11 
  13. «The Accused». Rotten Tomatoes. Consultado em 20 de março de 2020 
  14. «The Accused Reviews». Metacritic. Consultado em 19 de setembro de 2013 
  15. «100 Greatest Movie Performances of All Time by Premiere Magazine». filmsite.com. Abril de 2006. Consultado em 6 de julho de 2016 
  16. «46.º Globo de Ouro - 1989». CinePlayers. Consultado em 3 de outubro de 2019 
  17. «Film in 1990». BAFTA Awards. Consultado em 26 de abril de 2020 
  18. «David di Donatello 1989». CinéArtistes.com. Consultado em 26 de abril de 2020 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.