The Amanda Show (em português: O Show da Amanda) foi um programa humorístico infanto-juvenil criado pelo canal Nickelodeon e estreado em 1999. O programa revelou-se um sucesso nos Estados Unidos, se tornando um cult do canal. Apresentado por Amanda Bynes, que deu um salto na carreira. Além de mostrar novos talentos como Drake Bell e Josh Peck (que acabaram estrelando, mais tarde, o programa Drake & Josh) e Ashley Tisdale (estrelando, mais tarde, Zack & Cody: Gêmeos em Ação).

The Amanda Show
The Amanda Show (PT)
O Show da Amanda (BR)
The Amanda Show
Informação geral
Formato sitcom
Gênero Comédia
Duração 24 min.
Estado Finalizada
Criador(es) Dan Schneider
Elenco Amanda Bynes
Drake Bell
Raquel Lee
Nancy Sullivan
John Kassir
Josh Peck
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Temporadas 3
Episódios 46 (lista de episódios)
Produção
Produtor(es) executivo(s) Dan Schneider
Brian Robbins
Mike Tollin
Joe Davola
Câmera Multi-camera
Apresentador(es) Amanda Bynes
Composto por Stewart Copeland
Empresa(s) produtora(s) Tollin / Robbins Productions
Nickelodeon Productions
Localização Nickelodeon on Sunset Studios
Estados Unidos Hollywood, Califórnia
Exibição
Emissora original Nickelodeon
Distribuição Nickelodeon
Formato de exibição SDTV
Transmissão original 16 de outubro de 1999 - 21 de setembro de 2002
Cronologia
Kenan e Kel
What I Like About You
Programas relacionados All That
Kenan & Kel
Drake & Josh
iCarly

Foi exibida pela Nickelodeon no Brasil de 2004[1] a 2006.[2] Em 2014, o SBT adquiriu os direitos sobre a série.[3][4] No dia 21 de setembro de 2021, a série chegou gratuitamente ao catálogo da Pluto TV[5] através do canal linear NickTeen, e no dia 8 de outubro via on-demand, ambos apenas em sua versão dublada em português. Entretanto, quatro episódios da primeira temporada e a terceira temporada inteira não se encontram disponíveis no catálogo brasileiro.

Elenco editar

  • Amanda Bynes (1999-2002)
  • Drake Bell (1999-2002)
  • Nancy Sullivan (1999-2002)
  • Josh Peck (2000-2002)
  • Raquel Lee (1999-2000)
  • Johnny Kassir (1999-2000)
  • Ashley Tisdale (2000)
  • Jenna Morrison (1999-2002)
  • Ashley Edner (1999-2002)
  • Andrew Hill Newman (1999-2002)
  • Reagan Gomez-Preston (2000-2002)
  • Radley Watkins (2000-2002)
  • Molly Orr (2000-2002)
  • Taran Killam (2000-2002)
  • Dan Schneider (produtor de TV) (1999-2002)
  • Brian Ahearn (1999-2002)
  • Mayque Laudelino (1999-2002)

Esquetes do programa editar

Vejo a Moody

Uma garota que perdeu a mãe em um acidente de balão, o pai perdeu um dedão com uma âncora e descobre que a maternidade a trocou.

Os azarados

Uma família muito azarada que sempre se dá mal.

Os estressados

Uma família nervosa que vive ameaçando bater nos outros.

A Jacuzzi da Amanda

Amanda entrevista personalidades em uma jacuzzi, faz peguntas estranhas, no final serve alguma comida e sempre termina dizendo "Yo,yo,yo é a Jacuzzi da Amanda!".

A fã número um da Amanda

Penélope, personagem feita pela própria Amanda com peruca preta e óculos, sempre tenta ver Amanda nos bastidores e tem um site pessoal da amanda chamado amandaplease.com. A personagem tem um vício de linguagem com a fala 'por favor' no final das frases, e, sempre que se apresenta diz a mesma frase: "Olá eu sou Penélope Taynt, a fã número um da Amanda, eu tenho meu próprio site www.amandaplease.com". O interessante é que o site existe mesmo e pode ser acessado.

O Banheiro das Garotas

É um talk-show, apresentado por Amber (Amanda Bynes) e suas outras amigas. Elas o apresentam no Banheiro Feminino da escola.

Controvérsias editar

Durante o período em que os virais das séries de Dan Schneider começaram a circular nas redes sociais, denunciando piadas de teor sexual e até mesmo práticas sugestivas, foi repercutido um trecho do quadro A Jacuzzi da Amanda em que ela entrevistava o produtor. Nele, era possível perceber que Dan olhava maliciosamente para a atriz, enquanto ela conversava com ele bebendo um refresco.[6]

No documentário Quiet on Set: The Dark Side of Kids TV, lançado 25 anos após a estreia do show, ex-redatores e atores denunciavam o envolvimento de Schneider com Amanda Bynes, dizendo que ele foi o responsável pelo lançamento da comediante mirim, mas que a todo tempo dava privilégios exagerados à ela nos bastidores.[6] Além disso, os entrevistados relembraram que a personagem Penélope Taynt, que era a fã número um de Amanda, era supostamente uma referência à ele e que o sobrenome da garota era um trocadilho com taint, simbolizando uma gíria popular que se refere a uma das partes do corpo humano masculino, ficando entre o ânus e o pênis.[7]

Drake Bell, que integrou o elenco fixo da série, revelou no mesmo documentário que foi vítima de abuso sexual e manipulação por parte de Brian Peck, que era o treinador de elenco do show e fazia parte da equipe do mesmo. Bell só denunciaria o seu assediador após a sua ex-sogra suspeitar do comportamento de Peck e convencê-lo a tomar tal atitude, com ele ocorrendo quando o ator foi confirmado como um dos protagonistas de Drake & Josh, impedindo Brian de compor o elenco da próxima série.[8]

Referências

  1. «Programação de 01/10/2004». Folha de São Paulo. 1 de outubro de 2004. Consultado em 8 de novembro de 2022 
  2. «Programação de 30/04/2006». Folha de São Paulo. 30 de abril de 2006. Consultado em 9 de novembro de 2022 
  3. «Exclusivo: SBT adquire séries 'Sam & Cat' e 'A Família Hathaways', da Nickelodeon, na Natpe 2014». SBTpédia. 30 de janeiro de 2014. Consultado em 9 de novembro de 2022 
  4. «SBT compra séries da Nickelodeon e está de olho em parceria exclusiva». Na Telinha. 30 de janeiro de 2014. Consultado em 9 de novembro de 2022 
  5. Gabriel Tadeu (21 de setembro de 2021). «NickTeen estreia na Pluto TV». TVlaint. Consultado em 9 de novembro de 2022 
  6. a b «Vídeo com Amanda Bynes aos 16 anos e produtor de séries infanto-juvenis acusado de abuso sexual em jacuzzi viraliza». Monet. 19 de março de 2024. Consultado em 30 de março de 2024 
  7. Lawes, Ruth (18 de março de 2024). «Viewers have 'childhood memories ruined' after creepy truth about show revealed». Metro (em inglês). Consultado em 30 de março de 2024 
  8. Longeretta, Emily (17 de março de 2024). «'Quiet on Set' Directors Explain How They Uncovered Stars' Secret Support for Pedophile Brian Peck and Whether Kids Are Safe on Set Post-Dan Schneider's Nickelodeon Reign». Variety (em inglês). Consultado em 1 de abril de 2024 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.