Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura o grupo de super-heróis da DC Comics, veja The Authority.
The Authority

Triple H e Stephanie McMahon, líderes da Authority.
Lema "Best for business"
(O melhor para os negócios)
Grupo
Nomes The Authority
Membros Triple H[1][2]
Stephanie McMahon

/>Kane
[]
Big Show
Seth Rollins,mark henry ,luke harper ,rusev,J&J segurity
Promoções WWE
Estreia 18 de agosto de 2013[3]
Separação 1 de maio de 2016

The Authority É uma facção ("stable") de luta profissional que atuava na WWE, liderado pelo casal Triple H (vice-presidente executivo de talentos, eventos ao vivo e criação da WWE[4]) e Stephanie McMahon (diretora de qualidade da WWE[4]) interpretando versões ficcionais de si mesmos como vilões.

Além deles, faziam parte do grupo o patriarca da família McMahon, Vince McMahon, CEO e presidente da WWE.[4]

O grupo se formou, inicialmente, para garantir que Randy Orton conquistasse e mantivesse o Campeonato da WWE,[Nota 1] já que consideravam que ele deveria ser "a face da WWE".[3] A facção, desde então, passou a manter rivalidades com lutadores que discordassem da maneira autoritária com que eles comandavam a WWE.[5]

O grupo The Shield, atuou como guarda-costas do grupo de sua formação até o começo de 2014, quando começaram uma rivalidade com o grupo. Mais tarde, Seth Rollins os traiu para retornar à Authority.

HistóriaEditar

Origens (2013)Editar

Em junho de 2013, uma disputa entre membros da família McMahon pelo controle da WWE começou. O CEO e presidente da WWE, Vince McMahon, sua filha Stephanie e seu genro Triple H, decidiram controlar o Raw como um time. No entanto, os três divergiam entre as decisões.[6]

No Raw de 8 de julho de 2013, Triple H, Vince e Stephanie deveriam decidir o destino da Supervisora Administrativa do programa, Vickie Guerrero. Enquanto Vince pretendia promovê-la a Gerente Geral definitiva, Triple H votou pela demissão de Guerrero. Stephanie, então, acatou a decisão do esposo e demitiu Vickie. Imediatamente após a demissão de Guerrero, Vince promoveu o assistente de Vickie, Brad Maddox, a Gerente Geral do Raw.[7][8] No SmackDown de 19 de julho, Vince anunciou que Guerrero seria a Gerente Geral do programa.[9]

Durante o Raw de 15 de julho, o Campeão da WWE John Cena escolheu enfrentar Daniel Bryan pelo título no SummerSlam.[10][11] Nas semanas seguintes, Bryan passou por uma transformação física (corte de cabelo, uso de terno etc.) para agradar Vince McMahon, que não o via como um desafiante a altura de Cena, enquanto Triple H o via como uma estrela futura. Ele desistiu das transformações ao recusar cortar sua barba. Além disso, Triple H foi anunciado como árbitro da luta no SummerSlam.[12][13]

Formação e instauração de regime (2013)Editar

 
Randy Orton como Campeão da WWE em novembro de 2013.

No SummerSlam, Bryan derrotou Cena para conquistar o Campeonato da WWE. Após a vitória, o detentor da maleta Money in the Bank Randy Orton caminhou ao ringue, onde Triple H aplicou um Pedigree em Bryan, tornando-se um vilão. Com Bryan desacordado, Orton realizou o pinfall e conquistou o título.[14][15] No Raw do dia seguinte, Bryan confrontou Stephanie, que tornou-se uma vilã ao afirmar que Triple H havia feito apenas o melhor para os negócios e ordenou que os seguranças retirassem Bryan da arena. Mais tarde, Triple H, Stephanie e Vince obrigaram o elenco da WWE a observar do palco de entrada enquanto coroavam Orton como o novo Campeão da WWE no ringue, cercado pelos membros da Shield (Dean Ambrose, Seth Rollins e Roman Reigns) como seguranças particulares. Ele, então, convidou Bryan a entrar no ringue. Após ser atacado pelos membros da Shield, Bryan conseguiu entrar no ringue, sendo imediatamente atacado por Orton.[3][16] No Raw da semana seguinte, Triple H presenteou Orton com um Cadillac Escalade e obrigou Bryan a enfrentar os três membros da Shield em uma luta Gauntlet. Bryan pichou o carro de Orton com seu bordão "Yes!" e venceu o combate contra a Shield por desqualificação. O trio aplicou uma Powerbomb tripla em Bryan, que depois foi atacado por Orton.[17][18] Nesta época, Stephanie McMahon passou a intimidar Big Show, dizendo que ele deveria obedecê-lo por Show ter problemas financeiros. No Raw de 2 de setembro, Triple H forçou Cody Rhodes a enfrentar Orton após ele discordar das ações da Authority para com Bryan. Rhodes foi derrotado e, como estipulado anteriormente, demitido (na história).[19] Na mesma noite, Show e Bryan foram forçados a lutar com o elenco assistindo do palco de entrada. A mando de Triple H e Stephanie, a Shield atacou Bryan, novamente aplicando-lhe uma Powerbomb tripla. Após o ataque, Stephanie forçou Show a nocautear Bryan.[20]

No Raw de 9 de setembro, Edge retornou à WWE a pedido de Triple H para apresentar o talk show Cutting Edge com Randy Orton como convidado. Edge, no entanto, resolveu trocar o entrevistado por Bryan. Irado pelo desafio de Edge, Triple H ordenou que a Shield atacasse o amigo de Edge, Christian.[21] Na mesma noite, Orton derrotou Goldust, que lutava para reaver o emprego de seu meio-irmão Cody Rhodes, e Bryan derrotou Ambrose. Após a luta, Show se recusou a nocautear Bryan novamente.[22] No Night of Champions, Bryan derrotou Orton para reconquistar o Campeonato da WWE após contagem rápida do árbitro Scott Armstrong.[23] Na noite seguinte, no Raw, Triple H usou a controvérsia da contagem como pretexto para tirar o título de Bryan, deixando-o vago, e demitindo Armstrong (na história), que afirmava ter planejado a trapaça com Bryan.[24] Na mesma noite, Stephanie deu a Dusty Rhodes a chance de escolher entre um de seus filhos, Cody e Goldust, para ser recontratado. Ele se recusou a escolher e, como resultado, foi nocauteado por Big Show, que escolheu socá-lo a deixar que a Shield o atacasse.[25] Bryan foi salvo, no mesmo Raw, de um ataque da Shield e Orton, por diversos lutadores do elenco.[26][Nota 2]

Como forma de punição, no SmackDown de 20 de setembro, a Gerente Geral Vickie Guerrero fez Bryan e seus dez salvadores enfrentarem a Shield em uma luta 11-contra-3 de eliminação. Darren Young, Titus O'Neil, Dolph Ziggler e Kofi Kingston foram eliminados antes que Triple H ordenasse o fim do combate por não ser justo. Depois, ele obrigou Zack Ryder e Justin Gabriel a enfrentar a Wyatt Family e deu a Rob Van Dam uma luta contra Alberto Del Rio no Battleground pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados. Imediatamente após Triple H deixar o local, Del Rio atacou Van Dam. R-Truth foi derrotado por Del Rio logo depois. Por fim, Bryan e os Usos derrotaram a Shield.[5] No Raw da segunda-feira seguinte, a Shield enfrentou Bryan, os Usos, Van Dam, Prime Time Players, Ziggler, Kingston, Truth, Van Dam, Ryder e Gabriel. Antes do combate, Goldust e Cody Rhodes atacaram o trio, o que causou a vitória do time de Bryan.[27] Durante o talk show MizTV, Stephanie ordenou que Big Show nocauteasse o apresentador The Miz por seus comentários contra o regime.[28]

 
Big Show nocauteia Randy Orton, o Campeão da WWE, em novembro de 2013.

Na semana seguinte, Triple H e Stephanie fizeram uma oferta aos Rhodes: se eles derrotassem Reigns e Rollins no Battleground, seriam recontratados. Se fossem derrotados, nunca mais poderiam ser recontratados e Dusty seria demitido. Na mesma noite, Big Show ameaçou socar Triple H, com Stephanie impedindo que ele fosse preso. Por fim, Orton insultou a noiva de Bryan na vida real, Brie Bella, fazendo com que Daniel Bryan o atacasse sem sucesso.[29] No Battleground, Cody e Goldust derrotaram Reigns e Rollins para serem recontratados e Big Show interferiu na luta entre Orton e Bryan pelo Campeonato da WWE, nocauteando os árbitros John Cone e Scott Armstrong (mandado ao ringue pelo Gerente Geral do Raw Brad Maddox), Bryan e Orton.[30] Por suas ações, Big Show foi demitido por Stephanie na noite seguinte. Mesmo assim, ele interferiu na luta principal da noite, nocauteando Triple H após não ser parado pela Shield. Na mesma noite, Maddox anunciou que Orton e Bryan se enfrentariam pelo título vago no evento Hell in a Cell em uma luta Hell in a Cell com um árbitro escolhido por votação via WWE App.[Nota 3][31] O vencedor foi Shawn Michaels, treinador de Bryan e amigo pessoal de Triple H.[32][33]

No Raw de 14 de outubro, Big Show interferiu na defesa do Campeonato de Duplas da WWE de Reigns e Rollins contra Cody Rhodes e Goldust, permitindo que os irmãos vencessem e se tornassem campeões. O ataque aconteceu após Triple H e Stephanie anunciarem que, depois de comprarem a hipoteca da casa de Show e que iriam vender o imóvel, além de denunciar Show à polícia pelo ataque.[34] No Hell in a Cell, Michaels acabou acidentalmente nocauteado quando Bryan empurrou Orton. Triple H entrou na cela, jogando Bryan ao lado para checar a condição de Michaels. Em resposta, Bryan aplicou um running high knee em Triple H, o que enfureceu Michaels. Como vingança, Shawn aplicou um Sweet Chin Music em Bryan, permitindo que Orton vencesse o combate e recuperasse o Campeonato da WWE.[35][36][37]

 
Kane após se unir à facção.

Kane retornou de um ataque da Wyatt Family durante o Hell in a Cell[38] e, no Raw da noite seguinte, entregou sua máscara para Stephanie, lhe jurando lealdade e se tornando um vilão.[39] No Raw de 4 de novembro, a junta diretora da WWE obrigou a Authority a recontratar Big Show e lhe conceder uma luta pelo Campeonato da WWE de Orton no Survivor Series. Na mesma noite, Shawn Michaels se tornou um vilão ao confrontar Bryan e se aliar à Authority e Big Show derrotou Orton e Shield por desqualificação após Kane, sem máscara e vestindo um terno, ter lhes entregado cadeiras para utilizar contra Show.[40][41] Dois dias depois, Kane foi nomeado diretor de operações por Triple H.[42] Com seu novo cargo, Kane passou a disputar o controle do Raw com Maddox e Guerrero.[43] Como punição, Triple H e Stephanie forçaram Maddox a enfrentar Orton e Vickie lutar contra AJ Lee na semana seguinte. Os dois foram derrotados.[44][Nota 4]

Unificação de títulos (2013-2014)Editar

No Survivor Series, Orton derrotou Big Show para manter o Campeonato da WWE, sendo imediatamente confrontado pelo Campeão Mundial dos Pesos-Pesados John Cena, quem havia visto conversando nos bastidores com Triple H e Stephanie.[45] No Raw da noite seguinte, Triple H e Stephanie anunciaram que Cena e Orton se enfrentariam no evento TLC: Tables, Ladders & Chairs para unificar ambos os títulos em uma luta Tables, Ladders, and Chairs.[46] No Raw de 2 de dezembro, CM Punk confrontou Kane e Stephanie por ele ter sido atacado pela Shield na semana anterior por comentários contra Triple H. Os dois negaram ter ordenado o ataque e marcaram para o TLC: Tables, Ladders & Chairs uma luta 3-contra-1 entre Punk e a Shield.[47] Na semana seguinte, uma cerimônia de ascensão dos títulos foi realizada. Enquanto o Campeonato da WWE e o Mundial dos Pesos-Pesados eram levantados acima do ringue com diversos ex-campeões,[Nota 5] Orton e Cena começaram a brigar, sendo restringidos pelos campeões. Durante a briga, Orton empurrou Punk, que o atacou de volta. Triple H jogou Punk ao chão. Amigo de Triple H, Shawn Michaels aplicou um Sweet Chin Music em Punk. Como vingança, Bryan aplicou um running high knee em Michaels. Orton tentou atacar Bryan, mas foi empurrado em Stephanie. Irado, Triple H aplicou um Pedigree em Orton.[48] Orton derrotou Cena no TLC, tornando-se o primeiro Campeão Mundial dos Pesos-Pesados da WWE. No evento, Vince McMahon retornou para congratular Orton com Triple H e Stephanie após o combate.[49]

No Raw da noite seguinte, Cena desafiou Orton para uma luta contra Bryan, da qual foi desqualificado por utilizar um golpe baixo.[50] No Raw de 30 de dezembro, Stephanie anunciou que Orton defenderia o título contra Cena no Royal Rumble.[51]

Nas semanas seguintes, CM Punk derrotou Dean Ambrose e Seth Rollins, sendo derrotado por Reigns no Raw Old School em 6 de janeiro de 2014, mesmo com a ajuda dos New Age Outlaws (Billy Gunn e Road Dogg), membros da antiga D-Generation X, com Triple H e Shawn Michaels.[52][53] Na semana seguinte, os Outlaws traíram Punk durante uma luta contra Shield, o abandonando para ser derrotado.[54] No SmackDown da mesma semana, os Outlaws derrotaram Cody Rhodes e Goldust após interrupção de Vickie Guerrero.[55] Mais tarde, os Outlaws e a Shield foram impedidos por Kane de atacar Punk, que foi atacado pelo próprio Kane.[56] Três dias depois, no Raw, Stephanie e Triple H repreenderam Orton pelo ataque contra o pai de Cena e Kane pelo ataque contra Punk dias após o anúncio da WWE Network,[57] o que traria publicidade negativa à companhia. Stephanie forçou Kane a se desculpar com Punk, que o atacou. Brad Maddox impediu que Kane agredisse Punk ao imediatamente colocar o último em uma luta contra Billy Gunn. Após Punk derrotar Gunn, Kane anunciou que ele seria o primeiro lutador na luta Royal Rumble.[58]

Orton foi forçado a enfrentar Kingston novamente, vencendo por desqualificação após ataque de Cena.[58] No Royal Rumble, os Outlaws derrotaram Cody Rhodes e Goldust para conquistar o Campeonato de Duplas da WWE,[59] Orton derrotou Cena para manter seu título após interferência da Wyatt Family. Durante a luta Royal Rumble, Kane foi eliminado do combate por CM Punk. Mais tarde, Kane retornou ao ringue para eliminar Punk.[60]

 
Randy Orton (esquerda) e Kane em um evento não-televisionado em novembro de 2013.

No Raw da noite seguinte, Daniel Bryan confrontou Triple H e Stephanie, revelando que eles haviam impedindo-lhe de participar da luta Royal Rumble na noite anterior. Como resposta, Stephanie lhe disse que eles estavam cuidando da saúde de Bryan ao impedir que ele lutasse duas vezes na mesma noite.[Nota 6] Bryan, então, exigiu ser colocado no combate Elimination Chamber no evento Elimination Chamber, onde Orton defenderia seu título. Na mesma noite, Bryan, Sheamus e John Cena derrotaram a Shield após interferência da Wyatt Family, se qualificando para a Elimination Chamber.[61][62][63] No SmackDown de 31 de janeiro, a Shield convenceu Triple H a marcar para o Elimination Chamber uma luta entre eles e os membros da Wyatt Family.[64] Três dias depois, no Raw, Triple e Stephanie fizeram Orton enfrentar Bryan após o campeão fazer comentários contra a decisão da Authority de fazê-lo defender o Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE no Elimination Chamber. Eles fizeram notar que Orton poderia ser substituído e, se fosse derrotado por Bryan, talvez fosse o caso de substituir Orton por Bryan como "a face da WWE". Bryan derrotou Orton e, após o combate, foi atacado por Kane,[65][66] que no SmackDown seguinte afirmou que o ataque partiu dele e não da Authority.[67] Durante o Raw de 10 de fevereiro, Kane afirmou que havia sido afastado de seu cargo por uma semana como punição e acabou sendo novamente atacado por Bryan. No mesmo episódio, Orton remendou suas relações com o grupo, desculpando-se com Triple H e Stephanie por seu comportamento nas semanas anteriores.[68]

No Raw anterior ao Elimination Chamber, em 17 de fevereiro, Kane, em controle do programa naquela noite, forçou Bryan a enfrentá-lo após este ter derrotado Christian, sendo derrotado por desqualificação.[69] Quando restavam apenas Orton e Bryan na luta Elimination Chamber,[Nota 7] Kane impediu que Bryan vencesse, puxando o árbitro antes que ele concluísse a contagem sob Orton e, depois, lhe aplicou um clothesline. Com a distração, Orton aplicou um RKO e venceu.[70] Em um segmento exclusivo do WWE App no Raw da noite seguinte, Bryan confrontou Triple H e Stephanie sobre o ataque, sendo colocado em uma luta contra Kane, derrotando-o. Após o combate, Bryan reafirmou o desafio feito no WWE App, desafiando Triple H para uma luta no WrestleMania XXX.[71]

Os New Age Outlaws perderam o Campeonato de Duplas para os Usos no Raw de 3 de março. No mesmo episódio, Triple H novamente recusou o desafio de enfrentar Bryan no WrestleMania. Durante o combate final da noite, Bryan enfrentou Batista, oponente de Orton no WrestleMania.[Nota 8] Durante o combate, Batista jogou Bryan em Orton, que assistia o combate ao lado da mesa dos comentaristas. Ao interferir atacando Bryan, Orton causou sua vitória por desqualificação. Após o fim da luta, Batista, Kane e Triple H atacaram Bryan.[72] No dia seguinte, no WWE Main Event, Bryan derrotou Kane[73] e, no SmackDown, Big Show e Bryan derrotaram Kane e Batista após Show salvar seu parceiro de um ataque dos oponentes.[74] Triple H e Stephanie se desculparam com Bryan no Raw de 10 de março, exigindo que ele fizesse o mesmo se não quisesse ser demitido. Kane forçou Seth Rollins e Roman Reigns, da Shield, a enfrentarem Cody Rhodes e Goldust para provarem que ainda poderiam ser úteis à Authority como um time. Ao invés de se desculpar com a Authority, Bryan liderou um grupo de pessoas ao ringue para "ocupar o Raw", se recusando a deixar o local até Triple H aceitar enfrentar Bryan no WrestleMania, com a estipulação de que, se ele derrotasse Triple H, seria colocado na luta entre Batista e Orton pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE.[75][76][77] No SmackDown seguinte, Kane ordenou que os três membros da Shield estivessem ao lado do ringue para sua luta contra Big Show. Eles se recusaram a atacar Show, causando a derrota de Kane. Após o combate, Reigns impediu que Kane atacasse Rollins ao aplicar-lhe um Spear.[78] No Raw seguinte, Triple H anunciou que, caso vencesse Bryan no WrestleMania, faria parte da luta entre Batista e Orton. Mais tarde, Batista atacou Orton durante uma luta contra Bryan, dando-lhe a vitória. Kane acusou Jerry Lawler de ter auxiliado Bryan a colocar fãs no ringue na semana anterior e obrigou a Shield a atacá-lo. O trio se recusou e atacou Kane. Nas semanas seguintes, a Shield deixou o grupo. Os New Age Outlaws se aliaram a Kane contra a Shield.

Reunião de Evolution e adição de Seth Rollins (2014)Editar

 
Triple H (centro) tentando impedir que a Shield (direita) e Kane, Randy Orton e Batista se enfrentem.

Bryan derrotou Triple H no WrestleMania XXX, se qualificando para a luta final de noite. Triple H e Stephanie interferiram no combate entre Orton, Batista e Bryan, tirando do ringue o árbitro Mike Chioda e o substituindo por Scott Armstrong, prontamente nocauteado por Bryan. Após se atirar contra os três, Bryan conseguiu com que todos fossem levados aos bastidores, vencendo a luta e conquistando o título ao fazer Batista desistir pelo Yes! Lock. Ainda no evento, a Shield derrotou Kane e os New Age Outlaws.[79][80][81]

No Raw da noite seguinte, Triple H obrigou Bryan a defender o título contra ele mesmo. Sob protestos, ele e Stephanie colocaram Orton e Batista em uma luta contra os Usos (Jimmy e Jey) pelo Campeonato de Duplas. Sem se importar com os títulos, Orton e Batista perderam a luta ao serem contados fora do ringue enquanto brutalmente atacavam os campeões. Antes da luta entre Bryan e Triple H, o campeão foi atacado por Batista, Orton e Kane. Durante a luta, a Shield impediu que Triple H vencesse e que os outros membros da Authority atacassem.[82] A Shield impediu um novo ataque de Orton e Batista contra os Usos no Raw seguinte e, na luta final da noite, enfrentaria oponentes não identificados. A luta, marcada pela Authority, seria entre os três membros da Shield - Ambrose, Reigns e Rollins - e 11 lutadores,[Nota 9] mas foi interrompida por Triple H, Batista e Orton, usando a antiga música-tema do grupo Evolution. O trio atacou a Shield. Na mesma noite, Stephanie confrontou Kane sobre Bryan. O diretor de operações decidiu reutilizar sua máscara.[83] No SmackDown da mesma semana, Triple H anunciou que a Shield enfrentaria Evolution no Extreme Rules.[84] Três dias depois, no Raw, Stephanie oficializou uma defesa de título entre Bryan e Kane no Extreme Rules. Após o anúncio, Kane, agora reutilizando sua máscara e suas roupas de luta tradicionais, tentou atacar a esposa de Bryan, Brie Bella. Bryan a defendeu, mas acabou tendo em si aplicados três Tombstones Piledrivers de Kane, uma vez no chão, outra nos degraus de ferro e uma terceira vez na mesa dos comentaristas.[85] Na semana seguinte, Stephanie se desculpou a Bryan e Brie, dando a ela uma luta imediata contra Paige pelo Campeonato das Divas. No entanto, Kane voltou a tentar atacar Brie, saindo de debaixo do ringue. Bryan conseguiu salvá-la novamente. Na mesma noite, Ric Flair, antigo membro do grupo Evolution anunciou apoio à Shield, o que causou uma briga entre as facções durante uma luta entre Orton e Reigns.[86] No Extreme Rules, a Shield derrotou a Evolution e Bryan derrotou Kane.[87]

 
Dean Ambrose e Roman Reigns confrontam Seth Rollins (centro) semanas após ele trair a Shield e se unir à Authority.

Como punição pela vitória no Extreme Rules, Triple H forçou Ambrose a defender seu Campeonato dos Estados Unidos no Raw do dia seguinte em uma battle royal envolvendo outros 19 lutadores.[Nota 10] Sheamus venceu o combate ao eliminar, por último, Ambrose, se tornando o novo campeão. Ainda para punir a Shield, Triple H forçou o grupo a enfrentar a Wyatt Family (Bray Wyatt, Erick Rowan e Luke Harper) e, com Orton e Batista, causaram a derrota da Shield, os atacando após o combate e aplicando em Reigns uma powerbomb tripla, movimento recorrente da Shield. Na mesma noite, Kane continuou a perseguir Bryan e Brie, tentando os encurralar no estacionamento da arena e no carro do casal.[88]

Uma semana depois, durante o Raw, Bryan anunciou que os três Tombstones Piledrivers de Kane antes do Extreme Rules haviam lesionado seu pescoço e ele precisaria de uma cirurgia. Mais tarde durante o episódio, Stephanie McMahon requisitou confrontar Bryan, que foi arrastado desacordado por Kane. Além disso, Triple H confirmou uma nova luta entre a Shield e a Evolution.[89] Na semana seguinte, Stephanie convidou Bryan a, na outra semana, abandonar seu título ou a Authority o vacaria. Com apenas funcionários autorizados nos arredores do ringue para a luta entre Rollins e Batista, Triple H colocou a si mesmo e a Orton como locutor e contador de tempo para a luta. Rollins, por sua vez, nomeou Ambrose e Reigns como comentaristas. Os dois times novamente lutaram, terminando a luta em desqualificação dupla.[90] Por permitir que Reigns e Ambrose atuassem como comentaristas, Triple H e Stephanie demitiram Brad Maddox de seu posto de Gerente Geral no Raw seguinte. Com Bryan se negando a dar uma resposta sobre abandonar o título, Stephanie lhe deu um ultimato: no Payback, Bryan deveria entregar o título ou Brie Bella, sua esposa, seria demitida. Durante a assinatura do contrato para a revanche entre os dois times no Payback, Triple H atacou a Shield com uma marreta. A Evolution, então, aplicou uma powebomb tripla em Reigns na mesa dos comentaristas.[91] No Payback, a Shield novamente derrotou a Evolution e Bryan se recusou a entregar seu título a Stephanie, com Brie Bella pedindo demissão e estapeando sua chefe.[92] Ao perceber que Triple H não planejava lhe dar uma luta pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE, mas sim continuar a enfrentar a Shield, Batista deixou o grupo e a WWE na noite seguinte ao Payback. Mais tarde, Triple H e Orton confrontaram a Shield. Durante a discussão, Triple H afirmou sempre ter um "plano B". Imediatamente, Seth Rollins traiu seu grupo, os atacando com cadeiradas e se unindo à Authority. Na mesma noite, Stephanie anunciou que, caso pudesse competir, Bryan defenderia seu título contra Kane no Money in the Bank em uma luta de macas. Caso não pudesse competir, o título seria vago e disputado em uma luta Money in the Bank.[93]

 
Seth Rollins se tornou Mr. Money in the Bank após se unir à Authority.

Quatro noites depois, no SmackDown, Rollins anunciou que ele não devia explicações à ninguém além dele mesmo. Ele foi confrontado por Dolph Ziggler e o derrotou em uma luta. Big Show também confrontou Rollins, Triple H e Orton pela traição do primeiro, enfrentando Orton na luta principal da noite. A luta acabou em desqualificação após Triple H e Rollins interferirem.[94] Sem condições de competir, Bryan teve seu título retirado pela Authority, que o colocou em disputa em uma luta Money in the Bank no evento Money in the Bank, com Orton entre os participantes e Rollins em uma segunda Money in the Bank, por uma maleta com um contrato para uma luta pelo título.[95] Na semana seguinte, seduzida por Reigns, Vickie Guerrero o colocaria em uma battle royal, a qual ele venceria para se qualificar para a luta Money in the Bank pelo título. Antes disso, para colocar Guerrero em controle do Raw naquela semana, Reigns envenenou o café de Stephanie, que passou mal.[96]

No Raw seguinte, Stephanie ameaçou Guerrero, dando-lhe a alternativa de pedir demissão ou manter-se como Gerente Geral do SmackDown caso a derrotasse em uma luta onde venceria quem atirasse a oponente em uma piscina de lama. Aceitando o desafio, Vickie cortou relações com a Authority e se tornou uma mocinha. Mesmo com o auxílio de algumas Divas,[Nota 11] Stephanie teve dificuldade de vencer Guerrero, mas conseguiu. Mesmo demitida, Vickie atirou Stephanie na lama.[97] Com a ajuda de Kane, Rollins venceu sua luta Money in the Bank,[Nota 12] mas Kane não conseguiu auxiliar Orton na segunda Money in the Bank, vencida por John Cena.[Nota 13][98]

Rivalidade com John Cena, queda e volta ao poder (2014)Editar

Com Orton não tendo conquistado o Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE no Money in the Bank, a Authority começou uma rivalidade com o novo campeão, John Cena. No Raw seguinte ao Money in the Bank, em 30 de junho, Cena afirmou que não seria complacente com o regime de Triple H e Stephanie, sendo obrigado pelo diretor de operações a defender o título em uma luta Fatal 4-Way no Battleground contra Orton, Kane e Roman Reigns. Na mesma noite, Cena e Reigns enfrentaram Kane e Orton, vencendo por desqualificação após Kane usar os degraus de aço contra o campeão. Rollins tentou usar sua maleta de Money in the Bank para iniciar uma luta contra Cena pelo título, mas Dean Ambrose o impediu.[99] No SmackDown quatro dias depois, Triple H proibiu Reigns de interferir na luta entre Orton e Ambrose naquela noite, com a punição de retirá-lo da Fatal 4-Way do Battleground. Rollins, no entanto, atacou Ambrose durante a luta, causando uma desqualificação. Reigns, então, salvou seu antigo colega da Shield de um ataque de Orton e Rollins.[100]

Com Brie demitida, Stephanie passou a punir sua gêmea, Nikki Bella, a colocando em uma luta onde ela e sua oponente, Alicia Fox, deveriam lutar com um braço amarrado nas costas. Antes de ser amarrada e com Nikki já com o braço preso, Fox a atacou. Na luta principal da mesma noite, no Raw de 7 de julho, Rollins enfrentou Cena. Kane e Orton interferiram e Rollins tentou novamente utilizar seu contrato Money in the Bank para iniciar imediatamente uma luta pelo título. No entanto, mais uma vez Ambrose o impediu.[101] Na semana seguinte, Stephanie forçou Nikki a enfrentar Alicia Fox e Cameron. Membros da Authority atacaram Ambrose antes de uma luta na qual ele enfrentaria, com Cena e Reigns, Kane, Rollins e Orton. Cena e Reigns venceram por desqualificação após os membros da Authority se recusarem a parar o ataque às ordens do árbitro. Após a luta, Orton aplicou um RKO em Kane e Reigns aplicou um Spear em Cena e Orton.[102] No Battleground, a luta entre Ambrose e Rollins não aconteceu após Ambrose atacar seu oponente nos bastidores e, sob ordens de Triple H, ser escoltado para fora da arena. Ambrose retornou, no entanto, atacando Rollins quando este pediu para ser nomeado vitorioso por desistência. Os dois foram separados por Triple H e vários agentes. Na luta principal, Cena manteve seu título.[103]

Triple H prometeu anunciar o novo desafiante pelo título de Cena no Raw da noite seguinte, fazendo Roman Reigns enfrentar Kane e Orton para que eles provassem superioridade: acabaram derrotados. Durante o anúncio de Triple H, Reigns interceptou Orton quando este seria anunciado como desafiante de Cena. Com Rollins ocupado em defender-se dos ataques de Ambrose, Paul Heyman ofereceu o "plano C" a Triple H, Brock Lesnar. Triple H aceitou e marcou para o SummerSlam uma defesa de título de Cena contra Lesnar. Na mesma noite, Stephanie estapeou e obrigou Brie Bella, que havia comprado um ingresso para torcer por sua irmã, a deixar a arena. Mais tarde, Brie retornou com policiais e prendeu Stephanie.[104] Com Triple H prometendo que Orton só receberia uma luta por título caso tomasse conta de Reigns, Orton e Kane passaram a atacar o ex-membro da Shield. Brie retornou na semana seguinte, aceitando retirar suas queixas contra Stephanie se ela desse um aumento salarial para sua irmã, fosse recontratada e tivesse uma luta contra Stephanie no SummerSlam. Ao aceitar as condições, Stephanie estapeou Brie, o que iniciou um abriga que precisou de Triple H e oficiais como Jamie Noble e Joey Mercury para separar.[105] No Raw de 4 de agosto, foi anunciado que Ambrose e Rollins estariam em lutas naquela noite. Quem vencesse a sua em menos tempo poderia decidir a estipulação para o combate entre os dois no SummerSlam. Ambrose derrotou Alberto Del Rio e distraiu Rollins em sua luta, fazendo com que fosse derrotado por Heath Slater. No final da noite, Stephanie e Brie oficializaram o combate entre as duas no SummerSlam ao assinar um contrato. Após a assinatura, Triple H prendeu Brie no córner com uma mesa enquanto Stephanie atacou Nikki, aplicando-lhe um Pedigree.[106] No SmackDown quatro dias depois, Ambrose anunciou que a luta entre ele e Rollins seria uma luta Lumberjack, com o ringue rodeado de lutadores. Na mesma noite, Rollins teve o direito de escolher o oponente de Ambrose, Orton, e causou sua vitória por desqualificação ao atacá-lo durante o combate.[107]

Após ser atacado por Reigns, Kane novamente abandonou sua máscara, se tornando mais uma ver diretor de operações. Ele forçou Reigns a enfrentar Rybaxel (Ryback e Curtis Axel) no Raw de 11 de agosto, com o ex-membro da Shield vencendo por desqualificação e atacando os dois. Ambrose, por sua vez, se escondeu em uma das caixas de presentes para Hulk Hogan no palco, atacando Rollins durante o episódio. Para continuar a humilhar Brie Bella, Stephanie levou ao Raw a fisioterapeuta de Daniel Bryan (na história), Megan Miller, para admitir um relacionamento extraconjugal com seu paciente. Sabendo da farsa, Brie atacou Megan, sendo presa da mesma maneira que Stephanie semanas antes.[108]

Além de Lesnar derrotar Cena para conquistar seu título no SummerSlam, Rollins derrotou Ambrose após interferência dos lumberjacks,[Nota 14] Kane e atacar seu oponente com sua maleta de Money in the Bank. Além disso, Orton foi derrotado por Reigns e Stephanie derrotou Brie após Nikki trair sua irmã.[109] No Raw seguinte, Ambrose enfrentou Rollins em uma luta Falls Count Anywhere. Rollins venceu após Kane o ajudar a aplicar um Curb Stomp em Ambrose em cima de blocos de concreto.[110] Com Ambrose desaparecido após o ataque, Rollins e Kane realizaram uma cerimônia funerária no Raw da semana seguinte para zombar de Ambrose. Reigns, então, os atacou. No final da noite, Reigns enfrentou Kane e Rollins, vencendo por desqualificação após Rollins usar sua maleta como arma. Após a luta, Kane e Rollins tentaram usar blocos de concreto contra Reigns, que conseguiu se desvencilhar.[111]

Durante o segmento de entrevistas de Chris Jericho, o Highlight Reel, durante o Raw de 1 de setembro, Triple H questionou permitir que Cena enfrentasse Brock Lesnar novamente no Night of Champions. Ele, então, marcou para aquela noite uma luta entre Rollins, Kane e Orton contra Cena, Reigns e Jericho para decidir-se quanto às qualificações de Cena. O time de Cena venceu a luta e, para se defender de um ataque de Rollins, Cena aplicou-lhe um Attitude Adjustment na mesa dos comentaristas.[112] Na semana seguinte, Rollins e Kane ajudaram Orton a atacar Reigns, causando uma desqualificação na luta entre os dois. Devido a Reigns precisar de uma cirurgia de emergência real,[113] a luta entre ele e Rollins no Night of Champions foi cancelada. Durante o evento, Ambrose retornou e atacou Rollins, sendo restringido por Noble, Mercury, Triple H e seguranças, que conseguiram amarrar e escoltar Ambrose para fora da arena. Na mesma noite, Orton derrotou Jericho e, na luta principal entre Lesnar e Cena, Rollins atacou John Cena, causando uma desqualificação. Ele tentou utilizar seu contrato de Money in the Bank para iniciar uma luta contra Lesnar pelo título, mas foi impedido por Cena.[114]

Na noite seguinte, durante o Raw, Ambrose e Cena, ambos buscando vingança contra Rollins e a Authority, atacaram o Mr. Money in the Bank, que conseguiu (na história) roubar um carro e fugir da arena. Sob as ordens de Triple H e Stephanie, Kane e Orton teriam que enfrentar, respectivamente, Ambrose e Cena, com Orton falando sobre seu descontentamento em ter que resolver os problemas de Rollins. Durante a luta entre Kane e Ambrose, Rollins retornou à arena e atacou Ambrose, causando uma desqualificação. Stephanie, então, mandou que Ambrose fosse trancado em uma sala para o resto da noite. Para ajudar Orton em sua luta contra Cena, Rollins e Kane colocaram uma caixa de blocos de concreto perto da mesa dos comentaristas e causaram uma desqualificação no combate. Ambrose, escondido no lugar dos blocos de concreto, então ajudou Cena contra Orton, Rollins e Kane.[115]

 Randy Orton e a saída do The Authority (2014-2015)Editar

No último Raw antes do Hell in a Cell, Seth Rollins atacou Randy Orton que No Hell in a Cell (2014) perdeu a luta contra John Cena para ser o desafiante ao principal título da WWE. No RAW enquanto Stephanie McMahon, Triple H e todo o resto do The Authority parabenizava e comemorava a vitória de Rollins sobre Ambrose no Hell In a Cell, Orton entra Furioso e culpa Seth Rollins por ter sido derrotado, pois no RAW passado Randy e Rollins se estranharam, após isso, Orton anunciou que não faria mas parte do The Authority e aplicou um RKO em Seth Rollins. Na semana seguinte foi confirmado um combate de Randy Orton vs Seth Rollins na qual Seth Rollins saiu como Vencedor após isso Triple H mandou que Randy Orton e Seth Rollins fizessem as pazes, mas, Randy orton aplicou mais um RKO em Seth Rollins, Orton também atacou Triple H, kane e os seguranças de Seth Rollins, confirmando sua saída do The Authority. Depois o The Authority atacou Randy Orton lesionando-o.

No Fastlane de 2015, após uma vitória de Big Show, Kane e Rollins em uma six-man tag team match contra Dolph Ziggler, Ryback e Erick Rowan, Randy Orton retorna após o tempo afastado devido a lesão e ataca os três, aplicando seguidos RKO's nos dois seguranças de Rollins e em kane, enquanto Big Show e Seth saíam da arena. No Raw de 2 de março é exibido um segmento antes do show onde, nos bastidores, Big Show, Kane e Rollins conversam com Orton, e o mesmo dá a entender que voltará a acompanhar o Authority, mesmo sob discordância dos dois seguranças, que não querem sua volta devido aos muitos Rko's que já haviam sofrido. O Raw começa e, durante uma luta entre Seth Rollins e Roman Reigns, Orton aparece e fica na beira do ringue. Após alguns momentos ele interfere na luta e Rollins consegue realizar o pin fall. Reigns, irado por ter perdido a luta, ataca o The Authority, fazendo-os recuar e sair da arena. Uma semana depois, no Raw do dia 09 o Authority entra no ringue e Rollins começa a falar no microfone, logo após anunciando a entrada de Orton. Este entra no ringue e também começa a falar, mas ao invés de reafirmar sua volta ao grupo, começa a provocar um por um. Quando termina, ri e diz que tudo não passava de uma brincadeira, ao passo que Rollins também ri e tenta convencer os outros de que Orton não falava mesmo sério, chamando-o de "hilário". Big show e os seguranças parecem aceitar, mas Kane continua desconfiado. No raw de 16 de março, nos bastidores, Kane e Big Show aparecem dando uma entrevista, mas quando Show começa a falar Kane o interrompe, e os dois iniciam uma breve discussão. Rollins aparece e para com a conversa dos dois, e logo após Triple H e sua esposa Stephanie McMahon aparecem e começam a falar com Rollins. Rollins enfrentaria Orton no show, e, na hora de sua entrada, ele o confronta e anuncia a entrada de Triple H, que aparece acompanhado de Stephanie, Big Show, Kane e os dois seguranças. Todos, menos Stephanie, vão lentamente até a beira do ringue e cercam Orton, que estava com uma cadeira de aço. No momento em que sobem, as luzes da arena se apagam, e a música de Sting começa a tocar. Quando as luzes se acendem novamente, Sting aparece no ringue com seu taco de beisebol e se junta a Orton contra o Authority, que recua para fora, enquanto Sting confronta Triple H devido a luta entre os dois na Wrestlemania XXXI. Logo após, Sting e Orton aplicam seus Finishers nos seguranças, que haviam permanecido no ringue. Sting aplica seu Scorpion Death Drop apontando para Triple H.

Familia McMahon vs, Roman Reigns (2015-2016)Editar

em 13 de dezembro No WWE TLC (2015) , Roman Reigns atacou Triple H com várias cadeiras e no final do ataque o mesmo executou um spear em Triple H que foi levado para um hospital próximo a arena onde havia acontecido o evento , Em 14 de dezembro no WWE Raw , Stephanie McMahon se confrontou com Roman Reigns no final do confronto a mesma anunciou o retorno de Mr. McMahon , naquela mesma noite Mr. McMahon retornou e anunciou que Roman Reigns iria enfrentar Sheamus em uma luta valendo WWE World heavyweight Championship mais se Roman Reigns perdesse ele iria ser demitido da WWE , ainda naquela noite durante a luta Roman Reigns aplicou um SuperMan Punch Em Mr. McMahon o nocauteando minutos depois ele aplicou um Spear em Sheamus assim fazendo a contagem e conquistando o WWE World Heavyweight Champion e mantendo o empregado na empresa , em 28 de dezembro No WWE Raw , Mr. McMahon retornou e se confrontou mais uma vez com Roman Reigns mais minutos depois ele acabou sendo preso pela policia de Nova York horas depois de ser preso Mr. McMahon pagou uma fiança e foi liberado assim ele acabou retornando a arena onde estava acontecendo WWE Monday Night Raw assim McMahon anunciou que Roman Reigns iria defender o WWE World Heavywweight Championship contra Sheamus em uma luta na qual ele iria ser o juiz convidado , em 4 de janeiro no WWE Raw , Roman Reigns derrotou Sheamus e manteve o título mais logo após a luta Mr. McMahon anunciou que Roman Reigns iria defender o título contra 29 lutadores no Royal Rumble PPV em um combate Royal Rumble Match essa e a primeira vez na história da WWE que um lutador defende o título nesse tipo de combate .

Brad Maddox e Vickie Guerrero, respectivamente Gerentes Gerais do Raw e do SmackDown, foram aliados da Authority.

MembrosEditar

No wrestlingEditar

Títulos e prêmiosEditar

 
Enquanto apoiado pela Authority, Randy Orton unificou o Campeonato da WWE e o Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados.

Ver tambémEditar

Notas

  1. a b c O Campeonato da WWE ("WWE Championship") mudou de nome para Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE ("WWE World Heavyweight Championship") ao ser unificado ao Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados no TLC: Tables, Ladders & Chairs.
  2. Os lutadores que salvaram Bryan foram os Usos (Jimmy e Jey), os Prime Time Players (Darren Young e Titus O'Neil), Rob Van Dam, Zack Ryder, Dolph Ziggler, R-Truth, Kofi Kingston e Justin Gabriel.
  3. Os candidatos eram Shawn Michaels, Booker T e Bob Backlund.
  4. A luta entre Randy Orton e Brad Maddox foi um combate sem desqualificação.
  5. Os campeões no ringue eram: Daniel Bryan, Booker T, Bret Hart, Rey Mysterio, The Great Khali, Mark Henry, The Miz, Big Show, Kane, Alberto Del Rio, Dolph Ziggler, CM Punk, Shawn Michaels, Jack Swagger, Christian e Mick Foley.
  6. No Royal Rumble, Daniel Bryan foi derrotado por Bray Wyatt.
  7. Participaram do combate Orton, Bryan, John Cena, Cesaro, Christian e Sheamus.
  8. Batista foi declarado oponente de Randy Orton pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE no WrestleMania XXX ao vencer a luta Royal Rumble de 2014.
  9. Os lutadores recrutados para enfrentar a Shield foram 3MB (Drew McIntyre, Heath Slater e Jinder Mahal), Alberto Del Rio, Alexander Rusev, Bad News Barrett, Fandango, Jack Swagger, Rybaxel (Curtis Axel e Ryback) e Titus O'Neil.
  10. Os participantes da battle royal foram Ambrose, Big Show, Cody Rhodes, Curtis Axel, Damien Sandow, Dolph Ziggler, Fandango, Goldust, Heath Slater, Jack Swagger, Kofi Kingston, Mark Henry, R-Truth, Ryback, Santino Marella, Sheamus, Sin Cara, Titus O'Neil, Xavier Woods e Zack Ryder.
  11. Alicia Fox, Layla e Rosa Mendes auxiliaram Stephanie McMahon contra Vickie Guerrero.
  12. Os participantes foram Dean Ambrose, Dolph Ziggler, Jack Swagger, Kofi Kingston, Rob Van Dam e Seth Rollins.
  13. Os participantes foram Alberto Del Rio, Bray Wyatt, Cesaro, Kane, John Cena, Randy Orton, Roman Reigns e Sheamus.
  14. Os lumberjacks foram Big E, Bo Dallas, Cesaro, Curtis Axel, Damien Sandow, Erick Rowan, Fandango, Goldust, Heath Slater, Jey Uso, Jimmy Uso, Kofi Kingston, Luke Harper, R-Truth, Rob Van Dam, Ryback, Sin Cara, Stardust e Titus O'Neil.
  15. a b Quando fazem a entrada juntos, Triple H e Stephanie McMahon utilizam o tema musical "King of Kings", da banda Motörhead. Triple H utiliza o tema individualmente, enquanto Stephanie, sozinha, utiliza o tema "Welcome To The Queendom" por Jacki-O.

Referências

  1. a b c d Dilbert, Ryan (15 de novembro de 2013). «Comparing the Authority to Vince McMahon's Corporation Stable» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  2. a b c d e Benigno, Anthony (11 de novembro de 2013). «The shocking similarities between Mr. McMahon's Corporation and Triple H's Authority» (em inglês). WWE. Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  3. a b c d e f Stephens, David (19 de agosto de 2013). «WWE RAW RESULTS - 8/19/13 (FALLOUT FROM SUMMERSLAM)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Stephanie [...] diz que seu marido fez a decisão correta para os negócios. [...] Stephanie chama a segurança para escoltar a estrela para fora. [...] Tão logo Bryan entra no ringue, Orton plhe aplica um RKO. Os McMahons e Randy Orton ficam sobre um Bryan caído. Eles levantam as mãos em vitória enquanto o RAW sai do ar. 
  4. a b c «WWE EXECUTIVE OFFICERS». WWE Corporate. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  5. a b «WWE Smackdown: How would Triple H punish the Raw rebels?» (em inglês). The Real Midcard. 21 de setembro de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  6. Oz, Drake (9 de julho de 2013). «The McMahons' Power Struggle Is a Waste of Time in WWE» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  7. Boone, Matt (9 de julho de 2013). «VICKIE GUERRERO FIRED ON RAW, NEW RAW GM ANNOUNCED» (em inglês). SEScoops. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  8. Campbell, Jordan (9 de julho de 2013). «Vickie Guerrero Fired As Managing Supervisor Of Monday Night Raw» (em inglês). DailyDT. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  9. Tedesco, Mike (19 de julho de 2013). «WWE SMACKDOWN RESULTS - 7/19/13 (NEW SMACKDOWN GM)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 19 de janeiro de 2014. McMahon anuncia a nova Gerente Geral como Vickie Guerrero! 
  10. «WWE Raw: John Cena chooses to face Daniel Bryan at SummerSlam» (em inglês). Sky Sports. 17 de julho de 2013. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  11. Hines, Martin (18 de julho de 2013). «WWE Raw results recap review: John Cena picks well as he selects ace Daniel Bryan to be his Summerslam opponent» (em inglês). The Daily Mirror. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  12. Glencross, Sheron (16 de agosto de 2013). «Why Triple H Was Added to the SummerSlam Main Event» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  13. Pritchard, Bill (5 de agosto de 2013). «WWE RAW Results (8/5) – Daniel Bryan's Corporate Makeover, Kane Confronts The Wyatts, Orton Makes A Statement» (em inglês). WrestleView. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  14. a b c Johnson, Vaughn (19 de agosto de 2013). «WWE Summerslam 2013 full results: Daniel Bryan wins WWE Championship, Triple H helps Randy Orton cash in; Brock Lesnar defeats CM Punk» (em inglês). Philly.com. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Orton andou ao ringue, mas foi embora. Orton parou na metade da rampa. Triple H, então, aplicou um pedigree em Bryan, permitindo que Orton usasse seu contrato e ganhasse o título da WWE. 
  15. Ocal, Arda (19 de agosto de 2013). «Triple H swerve helps Randy Orton win WWE title at SummerSlam» (em inglês). The Baltimore Sun. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Triple H virou Bryan, aplicou-lhe um Pedigree e convidou Randy Orton ao ringue. Orton usou seu contrato, 1-2-3, um novo vilão na WWE nasce. 
  16. «WWE Raw Results – August 19, 2013» (em inglês). PWMania. 19 de agosto de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Ela diz que Bryan não merecia o que aconteceu, mas que seu marido Triple H fez o que era melhor para os negócios. [...] Bryan aparece e, quando tenta entrar no ringue, é atacado pela Shield. [...] Bryan mal entra no ringue e cai após um RKO de Orton. Vince, Orton, Stephanie e Triple H levantam usas mãos em vitória sobre Bryan enquanto a música de Orton é tocada. RAW sai do ar. 
  17. Pivetz, Bill (27 de agosto de 2013). «WWE Raw Results: Biggest Winners and Losers After 8/26/13» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 18 de janeiro de 2014. [Bryan] derrotou Seth Rollins em uma ótima luta. Ele ia fazer Dean Ambrose desistir, mas Roman Reigns interferiu e causou uma desqualificação. A Shield pisoteou Bryan e o ataque acabou com uma powerbomb tripla. [...] Triple H lhe [Orton] deu um novo Cadillac Escalade [...] ele foi destruído mais tarde naquela noite. [...] Orton aplicou um RKO em Bryan após ele ser enfraquecido pela Shield. 
  18. Stephens, David (26 de agosto de 2013). «WWE RAW RESULTS - 8/26/13 (DANIEL BRYAN, THE SHIELD)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Triple H presenteia Randy Orton com um novo Cadillac Escalade. [...] Daniel Bryan aparece no telão. Tem um carro atrás dele. [...] Bryan revela que pichou ‘YES’ em todo o carro. 
  19. Dilbert, Ryan (3 de setembro de 2013). «Cody Rhodes' Firing Has Made Him an Even Bigger Star» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Triple H o [Rhodes] colocou em uma luta contra o campeão da WWE e adicionou que, se ele fosse derrotado, seria demitido. [...] Rhodes pareceu ressentido após ser derrotado e a excitação e drama de como sua carreira "acabou" será um dos maiores momentos de sua carreira. 
  20. «WWE Raw Results – September 2, 2013» (em inglês). PWMania. 9 de setembro de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Stephanie McMahon confronta Show no palco. Ela lhe diz para pensar em sua família e os dois andam até o ringue. Reigns segura Bryan enquanto Show entra no ringue. Triple H ordena que Show soque Bryan. Show avança contra Triple H, mas Stephanie entra no caminho. A plateia aplaude. Show ainda está chorando. Ele se vira e derruba Bryan com um soco enquanto a plateia vaia. 
  21. Acero, Tony (9 de setembro de 2013). «411's WWE RAW Report 9.9.13» (em inglês). 411Mania. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Começamos o evento direto com EDGE!! [...] Edge decidiu que Orton não será seu convidado. [...] Aí vem Bryan!! [...] De trás vem Christian, sendo arrastado pela Shield! Eles o jogam na rampa e ele parece ser uma vítima do spear de Roman Reigns [...]. Edge grita por ajuda. 
  22. Middleton, Mark (9 de setembro de 2013). «WWE Monday Night RAW Results 9/9/13» (em inglês). Lords of Pain. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  23. Mrosko, Gene (16 de setembro de 2013). «Night of Champions results: How WWE is handling fast count in Daniel Bryan vs. Randy Orton» (em inglês). CageSide Seats. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Não, você não viu errado. Não, você não estava imaginando coisas. Sim, o árbitro da luta principal da noite de ontem (domingo, 15 de setembro de 2013) no pay-per-view (PPV) Night of Champions pay-per-view na Joe Louis Arena em Detroit, Michigan, fez uma contagem rápida em favor de Daniel Bryan, lhe dando o Campeonato da WWE contra Randy Orton. 
  24. a b «WWE Raw Results – September 16, 2013» (em inglês). PWMania. 16 de setembro de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Triple H diz que não devolverá o título da WWE para Orton, mas a partir daquele momento, Bryan não seria mais Campeão da WWE. 
  25. Carney, Daniel (17 de setembro de 2013). «Big Show Regretfully Knocks Out WWE Legend Dusty Rhodes on Raw» (em inglês). RantSports. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Stephanie McMahon deu a ele [Dusty] uma oportunidade de devolver o emprego para Cody ou Dustin [Goldust]. Dusty não lhe respondeu e os dois discutiram. [...] Dusty foi nocauteado pelo massivo soco de [Big] Show. 
  26. Vassallo, Colin (17 de setembro de 2013). «WWE SUPERSTARS SAVE DANIEL BRYAN IN EXCITING RAW ENDING» (em inglês). Wrestling Online. Consultado em 18 de janeiro de 2014. O final do RAW da noite passada mostrou a melhor televisão em algum tempo quando vários lutadores da WWE resgataram Daniel Bryan de um ataque de Randy Orton e Shield. 
  27. «WWE Raw Results – September 23, 2013» (em inglês). PWMania. 23 de setembro de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  28. Krist, Bob (23 de setembro de 2013). «Stephanie McMahon orders Big Show to knock out The Miz: Raw, Sept. 23, 2013» (em inglês). Daily Wrestling News. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  29. Stroud, Brandon (30 de setembro de 2013). «WWE Raw Results 9/30/13» (em inglês). Uproxx. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  30. Mitchell, Houston (7 de outubro de 2013). «WWE Battleground results: Did Daniel Bryan finally win the title?» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  31. Krites, Bob (8 de outubro de 2013). «Booker T, Bob Backlund and Shawn Michaels talk about potentially being a special guest referee» (em inglês). Daily Wrestling News. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  32. Stephens, David (7 de outubro de 2013). «WWE RAW RESULTS - 10/7/13 (BIG SHOW FIRED, CENA RETURN)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  33. D'Agostino, Joe (7 de outubro de 2013). «WWE Raw Results – October 7th, 2013» (em inglês). PWMania. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  34. Johnson, Vaughn (15 de outubro de 2013). «WWE Raw results (10/14/13): Big Show helps Rhodes brothers win tag titles; CM Punk to face Paul Heyman, Ryback inside Hell in a Cell» (em inglês). Philly. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  35. a b Dilbert, Ryan (27 de outubro de 2013). «WWE Hell in a Cell 2013 Results: Winners, Grades, Reaction and Highlights» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  36. Gray, Richard (27 de outubro de 2013). «WWE Hell In A Cell Results – John Cena Returns, Randy Orton Is Champion» (em inglês). Wrestling News World. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  37. Leigh, Rob (28 de outubro de 2013). «WWE Hell in a Cell 2013 results: John Cena and Randy Orton win top titles» (em inglês). Daily Mirror. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  38. Gray, Richard (27 de outubro de 2013). «Kane Returns At WWE Hell In A Cell» (em inglês). Wrestling World News. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Kane retornou à WWE no pay-per-view Hell in a Cell na noite de domingo. 
  39. Lealos, Shawn (29 de outubro de 2013). «WWE news: The reason Kane gave Stephanie McMahon his mask on 'Raw'» (em inglês). Examiner.com. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Kane disse a Stephanie que ela abusava do poder e arruinava a vida das pessoas. Ele disse que aquilo era o melhor para os negócios e que o monstro agora pertencia a Stephanie. Ele subiu a rampa, tirou sua máscara e peruca e entregou a Stephanie antes de sair. 
  40. a b Benigno, Anthony (4 de novembro de 2013). «Raw results: Big Show returns, but suffers The Authority's wrath» (em inglês). WWE. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  41. Labar, Justin (5 de novembro de 2013). «Kane's New Look Is Best for His Career and Needed to Survive» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 18 de janeiro de 2014. The Big Red Machine marchou ao ringue sem máscara. Ele trocou a roupa de luta preta e vermelha por um terno preto e vermelho. 
  42. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome KaneDOO
  43. Ivanovic, Rex (11 de novembro de 2013). «WWE Raw results, live blog for Nov. 11: Corporate Kane takes control» (em inglês). CageSide Seats. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  44. D'Agostino, Joe (18 de novembro de 2013). «WWE Raw Results – November 18th, 2013» (em inglês). PWMania. Consultado em 19 de janeiro de 2014. Vickie irá enfrentar AJ e Brad Maddox enfrentará Randy Orton imediatamente. Triple H diz, então, que para ser justo com Brad, a luta não terá desqualificação. [...] Orton vence pelo árbitro parar o combate. [...] Vickie desiste imediatamente. 
  45. Murphy, Ryan (24 de novembro de 2013). «WWE Champion Randy Orton def. Big Show» (em inglês). WWE. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  46. Stephens, David (25 de novembro de 2013). «WWE RAW RESULTS - 11/25/13 (TAG TEAM MAIN EVENT)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 19 de janeiro de 2014. Triple H anuncia que, no Tables, Ladders & Chairs, algo épico acontecerá. Ambos os Campeonatos da WWE e Mundial dos Pesos-Pesados serão suspensos sobre o ringue. John Cena enfrentará Randy Orton em uma luta Tables, Ladders & Chairs. 
  47. Meola, Andrew (2 de dezembro de 2013). «Monday Night Raw Results 12/2/13: WWE Raw Recap Dec. 2 2013: John Cena and Randy Orton Sign TLC Contract, CM Punk Tussles with The Shield» (em inglês). Mstars News. Consultado em 19 de janeiro de 2014. [Stephanie] diz que não ordenaram que a Shield atacasse Punk, porque eles têm coisas mais importantes para lidar. [...] Kane adiciona que ele enfrentará os três membros da Shield no TLC. 
  48. Meola, Andrew (9 de dezembro de 2013). «Monday Night Raw Results 12/9/13: WWE Raw Recap Dec. 12 2013: Slammy Awards, The Shield starts to unravel and Daniel Bryan's huge night» (em inglês). MStars News. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  49. a b Clapp, John. «World Heavyweight Champion John Cena vs. WWE Champion Randy Orton (Tables, Ladders & Chairs Match)». WWE. Consultado em 2 de dezembro de 2013 
  50. Boone, Matt (17 de dezembro de 2013). «WWE RAW Results – December 16, 2013» (em inglês). 24Wrestling. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  51. Mrosko, Gene (30 de dezembro de 2013). «WWE Royal Rumble 2014 main event match: Randy Orton vs. John Cena» (em inglês). CageSide Seats. Consultado em 20 de janeiro de 2014. No episódio desta noite (30 de dezembro) de "Monday Night Raw", Stephanie McMahon oficialmente anunciou a luta principal do pay-per-view "Royal Rumble", em 26 de janeiro de 2014, em Pittsburgh. [...] Randy Orton vs. John Cena em uma luta individual direta. 
  52. Campos, Luis (24 de julho de 2012). «WWE Raw 1000: Former DX Member Chyna Comments on the Show's Historic Episode» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 25 de janeiro de 2014. A reunião da DX aconteceu com o retorno dos membros do grupo original Triple H e Shawn Michaels, além de X-Pac e os New Age Outlaws, "Road Dogg" Jesse James e "Bad Ass" Billy Gunn. 
  53. Benigno, Anthony (6 de janeiro de 2014). «Old School Raw results: Roman reigns over Punk, but 'The Snake' gets the last word» (em inglês). WWE. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  54. Clark, Tom (14 de janeiro de 2014). «WWE: CM Punk Betrayed by the New Age Outlaws» (em inglês). The Layfield Report. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  55. Beaston, Eric. «The Good, the Great and the Awesome from SmackDown 1/17/14». Bleacher Report. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  56. a b Leeman, Brian (17 de janeiro de 2014). «WWE SmackDown Results – January 17, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  57. Johnson, Mike (8 de janeiro de 2014). «OFFICIAL WWE PRESS RELEASE ON NETWORK LAUNCH» (em inglês). PWInsider. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  58. a b Trionfo, Richard (20 de janeiro de 2014). «WWE RAW REPORT: WE KNOW WHO IS #1 AT THE ROYAL RUMBLE; BIG SHOW FACES OFF WITH BROCK; BATISTA RETURNS; MORE MATCHES FOR THE ROYAL RUMBLE; AND MORE» (em inglês). PWInsider. Consultado em 21 de janeiro de 2014 
  59. McCauley, Kevin (26 de janeiro de 2014). «Royal Rumble results: New Age Outlaws end the Rhodes Brothers' reign» (em inglês). SBNation. Consultado em 31 de janeiro de 2014. Cody Rhodes e Goldust perderam o título de duplas que conquistaram em outubro no pré-show do Royal Rumble, sendo derrotados pelos New Age Outlaws, Billy Gunn e Road Dogg. 
  60. Johnson, Mike (26 de janeiro de 2014). «COMPLETE WWE ROYAL RUMBLE 2014 COVERAGE» (em inglês). PWInsider. Consultado em 31 de janeiro de 2014 
  61. Johnson, Jeff (27 de janeiro de 2014). «WWE Raw Results – January 27, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 31 de janeiro de 2014 
  62. Boone, Matt (27 de janeiro de 2014). «WWE RAW RESULTS & VIDEOS: JANUARY 27, 2014» (em inglês). SEScoops. Consultado em 31 de janeiro de 2014 
  63. Stephens, David (27 de janeiro de 2014). «WWE RAW RESULTS - 1/27/14 (ROYAL RUMBLE FALLOUT)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 1 de fevereiro de 2014 
  64. Smith, Mike (31 de janeiro de 2014). «SmackDown Review: 1/31/2014» (em inglês). DailyDDT. Consultado em 3 de fevereiro de 2014. Ele [Triple H] desiste de tentar convencê-los [A Shield] e marca Shield vs. The Wyatt Family para o pay-per-view Elimination Chamber. 
  65. D'Agostino, Joe (3 de fevereiro de 2014). «WWE Raw Results – February 3, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 4 de fevereiro de 2014 
  66. Boone, Matt (3 de fevereiro de 2014). «WWE RAW RESULTS – FEBRUARY 3, 2014» (em inglês). SEScoops. Consultado em 4 de fevereiro de 2014 
  67. Burdick, Michael (7 de fevereiro de 2014). «SmackDown Results: Orton def. Christian; Kane took down Bryan; The Wyatt Family and The Shield prepared for war» (em inglês). WWE. Consultado em 8 de fevereiro de 2014 
  68. Johnson, Jeff (10 de fevereiro de 2014). «WWE RAW Results (2/10) - Cena vs. Orton & More!» (em inglês). EWrestling News. Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  69. Johnson, Jeff (17 de fevereiro de 2014). «WWE RAW Results (2/17) - Orton vs. Sheamus, More!» (em inglês). EWrestling News. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 
  70. Johnson, Mike (23 de fevereiro de 2014). «COMPLETE WWE ELIMINATON CHAMBER COVERAGE» (em inglês). PWInsider. Consultado em 24 de fevereiro de 2014 
  71. D'Agostino, Joe (24 de fevereiro de 2014). «WWE Raw Results – February 24, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 28 de fevereiro de 2014. Bryan agarra um microfone e diz que confrontou a Authority. Daniel Bryan chama Triple H de covarde. Ele diz que o desafiou para uma luta no Mania e que ele se escondeu atrás de sua esposa. 
  72. Boone, Matt (3 de março de 2014). «WWE RAW Results (3/3) - Did CM Punk Return?, More!» (em inglês). EWrestling News. Consultado em 4 de março de 2014 
  73. Trionfo, Richard (4 de março de 2014). «WWE MAIN EVENT REPORT: KANE VERSUS DANIEL BRYAN; DIVAS IN ACTION; USOS FIRST TITLE DEFENSE» (em inglês). PWInsider. Kane tenta aplicar o Chokeslam, mas Bryan aplica um sunset flip em um rollup para a contagem de três. 
  74. Ravens, Adam (7 de março de 2014). «WWE Smackdown (3/7) Results: Bryan & Big Show Team Up» (em inglês). EWrestling News. Consultado em 8 de março de 2014 
  75. Stephens, David (10 de março de 2014). «WWE RAW RESULTS - 3/10/14 (TAG TEAM MATCH MAIN EVENT)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 11 de março de 2014 
  76. D'Agostino, Joe (10 de março de 2014). «WWE Raw Results – March 10, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 11 de março de 2014 
  77. Meola, Andrew (10 de março de 2014). «Monday Night Raw Results 3/10/14: WWE Raw Recap March 10, 2014: Daniel Bryan gets his match with Triple H at WrestleMania 30 and a possible title shot» (em inglês). Mstars. Consultado em 11 de março de 2014 
  78. Burdick, Michael (14 de março de 2014). «SmackDown Results: Reigns Speared Kane as Shield refused to respect Authority». WWE. Consultado em 15 de março de 2014 
  79. Snowden, Jonathan (6 de abril de 2014). «WWE WrestleMania 30 Results: Winners, Grades, Recap and Highlights» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  80. Grooms, Michael (6 de abril de 2014). «WWE Wrestlemania 30 Results – April 6th, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  81. McGeorge, Alistair (7 de abril de 2014). «WWE Wrestlemania 30 Results: Daniel Bryan wins the WWE World Heavyweight Championship and The Undertaker's streak ends» (em inglês). The Mirror. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  82. Stephens, David (7 de abril de 2014). «WWE RAW RESULTS - 4/7/14 (NIGHT AFTER WRESTLEMANIA 30)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  83. Meola, Andrew (14 de abril de 2014). «Monday Night Raw Results 4/14/14: WWE Raw Recap April 14, 2014: Ultimate Warrior tribute, The Shield vs. everyone» (em inglês). Mstars News. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  84. Tedesco, Mike (18 de abril de 2014). «WWE SMACKDOWN RESULTS - 4/18/14 (BATISTA VS. SHEAMUS)» (em inglês). Mstars News. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  85. Ivanovic, Rex (21 de abril de 2014). «WWE Raw results, live blog for April 21, 2014: Daniel Bryan returns» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  86. Meola, Andrew (28 de abril de 2014). «Monday Night Raw Results 4/28/14: WWE Raw Recap April 28, 2014: Kane attacks Daniel Bryan and Brie Bella, The Shield tussles with Evolution» (em inglês). Mstars News. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  87. Salha, Ibrahim (5 de maio de 2014). «WWE Extreme Rules 2014 results: How did Daniel Bryan, The Shield and Cesaro get on?» (em inglês). The Independent. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  88. Tedesco, Mike (5 de maio de 2014). «WWE RAW RESULTS - 5/5/14 (THE SHIELD VS. THE WYATT FAMILY)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  89. Caldwell, James (12 de maio de 2014). «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 5/12: Complete "virtual-time" coverage of live Raw - big injury angle, Batista vs. Reigns main event, Cena & Usos vs. Wyatts, post-Raw events» (em inglês). PWTorch. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  90. Mrosko, Geno (19 de maio de 2014). «WWE Raw spoilers for tonight (May 19, 2014) in London» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  91. «WWE Raw Results – May 26, 2014» (em inglês). PWMania. 26 de maio de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  92. Middleton, Mark (1 de junho de 2014). «'WWE Payback' Results - Last Man Standing, The Shield Vs. Evolution, Post-Show, More» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  93. Ivanovic, Rex (2 de junho de 2014). «WWE Raw results, live blog (June 2, 2014): Payback fallout» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  94. Tedesco, Mike (6 de junho de 2014). «WWE SMACKDOWN RESULTS - 6/6/14 (SETH ROLLINS APPEARS)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  95. Beaston, Erik (9 de junho de 2014). «WWE Raw Results: Winners, Grades, Reaction and Highlights from June 9» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  96. Ivanovic, Rex (16 de junho de 2014). «WWE Raw results, live blog (June 16, 2014): The Kevin Hart Show» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  97. D'Agostino, Joe (23 de junho de 2014). «WWE Raw Results – June 23rd, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  98. Middleton, Marc (29 de junho de 2014). «WWE Money In The Bank Results - Two Ladder Matches, Title Matches, Bonus Match, More» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  99. Meola, Andrew (30 de junho de 2014). «Monday Night Raw Results 6/30/14: WWE Raw Recap June 30, 2014: Chris Jericho Returns, New Champion Crowned, WWE 2K15 Revealed» (em inglês). Mstars News. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  100. Rueter, Sean (4 de julho de 2014). «Updated WWE SmackDown spoilers (July 4, 2014): Happy Birthday 'Murica!» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  101. Tedesco, Mike (7 de julho de 2014). «WWE RAW RESULTS - 7/7/14 (JOHN CENA VS. SETH ROLLINS)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  102. Mrosko, Geno (14 de julho de 2014). «WWE Raw results, recap, reactions (July 14, 2014): Battleground go home» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  103. Hickey Jr., Patrick (21 de julho de 2014). «WWE Battleground Coverage: No Lesnar, No Sting; Cena Still Champ» (em inglês). Review Fix. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  104. Tedesco, Mike (21 de julho de 2014). «WWE RAW RESULTS - 7/21/14 (BROCK LESNAR RETURNS)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  105. Dilbert, Ryan (28 de julho de 2014). «WWE Raw Results: Winners, Grades, Reaction and Highlights from July 28» (em inglês). Bleacher Report. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  106. Ivanovic, Rex (4 de agosto de 2014). «WWE Raw results, live blog (Aug. 4, 2014): SummerSlam build continues» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 4 de dezembro de 2014 
  107. Leeman, Brian (8 de agosto de 2014). «WWE SmackDown Results – August 8, 2014» (em inglês). PWMania. Consultado em 4 de dezembro de 2014 
  108. Tedesco, Mike (11 de agosto de 2014). «WWE RAW RESULTS - 8/11/14 (HULK HOGAN'S BIRTHDAY BASH)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 4 de dezembro de 2014 
  109. «WWE SummerSlam 2014: Live coverage, results, GIFs and more» (em inglês). SBNation. 17 de agosto de 2014. Consultado em 4 de dezembro de 2014 
  110. Mrosko, Geno (18 de agosto de 2014). «WWE Raw results, live blog (Aug. 18, 2014): SummerSlam fallout show» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 5 de dezembro de 2014 
  111. Mrosko, Geno (25 de agosto de 2014). «WWE Raw results, live blog (Aug. 25, 2014): John Cena returns; Hogan, Michaels, Flair do too» (em inglês). Cageside Seats. Consultado em 5 de dezembro de 2014 
  112. Tedesco, Mike (1 de setembro de 2014). «WWE RAW RESULTS - 9/1/14 (SIX MAN TAG TEAM MAIN EVENT)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 5 de dezembro de 2014 
  113. «Roman Reigns undergoes emergency surgery» (em inglês). WWE. 20 de setembro de 2014. Consultado em 6 de dezembro de 2014 
  114. Slimmer, Scott (21 de setembro de 2014). «411's LIVE WWE Night of Champions Coverage!» (em inglês). 411Mania. Consultado em 6 de dezembro de 2014 
  115. Tedesco, Mike (22 de setembro de 2014). «WWE RAW RESULTS - 9/22/14 (JOHN CENA VS. RANDY ORTON)» (em inglês). WrestleView. Consultado em 4 de janeiro de 2015 
  116. «WWE: Special Op (The Shield) - Single by Jim Johnston». WWE. iTunes. Consultado em 26 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2013 
  117. a b c d Meltzer, Dave (27 de janeiro de 2014). «Jan 27 2014 Wrestling Observer Newsletter: 2013 Annual awards issue, best in the world in numerous categories, plus all the news in pro-wrestling and MMA over the past week and more». Campbell, California. Wrestling Observer Newsletter: 1–37. ISSN 1083-9593 

Ligações externasEditar