The Catered Affair

filme de 1956 dirigido por Richard Brooks

The Catered Affair, também conhecido como The Wedding Party (bra: A Festa de Casamento; prt: The Catered Affair)[3][4] é um filme estadunidense de 1956, do gênero comédia dramática, dirigido por Richard Brooks, e estrelado por Bette Davis, Ernest Borgnine, Debbie Reynolds e Barry Fitzgerald. O roteiro de Gore Vidal foi baseado na peça televisiva homônima de 1955, de Paddy Chayefsky.[1]

The Catered Affair
The Catered Affair
Cartaz promocional do filme.
No Brasil A Festa de Casamento
Em Portugal The Catered Affair
 Estados Unidos
1956 •  p&b •  93 min 
Gênero comédia dramática
Direção Richard Brooks
Produção Sam Zimbalist
Roteiro Gore Vidal
Baseado em The Catered Affair
peça televisiva de 1955
de Paddy Chayefsky
Elenco Bette Davis
Ernest Borgnine
Debbie Reynolds
Barry Fitzgerald
Música André Previn
Cinematografia John Alton
Direção de arte Cedric Gibbons
Paul Groesse
Edição Gene Ruggiero
Frank Santillo
Companhia(s) produtora(s) Metro-Goldwyn-Mayer
Distribuição Loew's, Inc.
Lançamento
  • 22 de junho de 1956 (1956-06-22) (Estados Unidos)[1]
Idioma inglês
Orçamento US$ 1.361.000[2]
Receita US$ 1.467.000[2]

Sinopse editar

Quando Jane (Debbie Reynolds) conta para seus pais que vai se casar com Ralph Halloran (Rod Taylor), sua mãe, Agnes (Bette Davis), começa a planejar um casamento elaborado, embora essa não seja a vontade de sua filha. Outra complicação é que o pai de Jane, Tom (Ernest Borgnine), é um motorista de táxi, e não pode pagar por uma cerimônia cara. A tensão entre a família aumenta cada vez mais à medida que Agnes começa a convidar mais pessoas, o que deixa toda a organização mais complicada.

Elenco editar

  • Bette Davis como Agnes Hurley
  • Ernest Borgnine como Tom Hurley
  • Debbie Reynolds como Jane Hurley
  • Barry Fitzgerald como Tio Jack Conlon
  • Rod Taylor como Ralph Halloran
  • Robert Simon como Sr. Halloran
  • Madge Kennedy como Sra. Halloran
  • Dorothy Stickney como Sra. Rafferty
  • Carol Veazie como Sra. Casey
  • Joan Camden como Alice Scanlon
  • Ray Stricklyn como Eddie Hurley
  • Jay Adler como Sam Leiter

Produção editar

A Metro-Goldwyn-Mayer comprou os direitos de exibição em 1955. Ann Blyth foi originalmente escalada para o papel principal feminino.[5]

Debbie Reynolds disse mais tarde que "odiou fazer" o filme "por motivos pessoais. Gostei do resultado e ele me dirigiu bem, mas o diretor dificultou para mim e me deu trabalho. Ele me chamava de 'Pequena Miss Hollywood' e não tentava esconder seu desdém por mim. Todos os dias ele era rude, e uma vez bateu em meu rosto na frente de todos. Não sei o que fiz para irritá-lo naquela época. Sempre fui profissional".[6]

Recepção editar

Bosley Crowther, em sua crítica para o jornal The New York Times, escreveu: "Richard Brooks dirigiu de uma forma meio descompromissada que leva a ação da aspereza à farsa, e momentos de frustração para cenas de brigas vulgares em família. The Catered Affair é uma douração malsucedida do que equivale a uma briga baixa, simples e prolongada de família".[7]

A revista Variety disse que "as atuações são boas e ocasionalmente há momentos divertidos e tocantes na trama faladora, embora monótona, sob a direção de Richard Brooks".[8]

No Rotten Tomatoes, site agregador de críticas, 17% das 6 críticas do filme são positivas, com uma classificação média de 4,1/10.[9]

Bilheteria editar

De acordo com os registros da Metro-Goldwyn-Mayer, o filme arrecadou US$ 947.000 nacionalmente e US$ 520.000 no exterior, totalizando US$ 1.467.000 mundialmente.[2]

Adaptação musical editar

Em 2007, uma adaptação musical homônima, com roteiro de Harvey Fierstein e músicas de John Bucchino, estreou no Old Globe Theater, em São Diego; no ano seguinte, o musical estreou na Broadway, no Walter Kerr Theater. A adaptação foi estrelada por Faith Prince, Tom Wopat, Leslie Kritzer e o próprio Fierstein.

Referências

  1. a b «The First 100 Years 1893–1993: The Catered Affair (1956)». American Film Institute Catalog. Consultado em 10 de março de 2023 
  2. a b c «The Eddie Mannix Ledger». Los Angeles: Margaret Herrick Library, Center for Motion Picture Study .
  3. «A Festa de Casamento (1956)». Brasil: CinePlayers. Consultado em 10 de março de 2023 
  4. «The Catered Affair (1956)». Portugal: Público. Consultado em 10 de março de 2023 
  5. «Ann Blyth Will Star in Remake From TV». Los Angeles Times. 14 de junho de 1955. p. 16 
  6. Thompson, Howard (9 de agosto de 1964). «The 'Unsinkable' Debbie Reynolds Rides the Crest» . The New York Times (em inglês). Consultado em 2 de março de 2024 
  7. Crowther, Bosley (15 de junho de 1956). «Screen: 'Catered Affair'; Adaptation of TV Play Arrives at Victoria The Cast» . The New York Times (em inglês). Consultado em 10 de março de 2023 
  8. «The Catered Affair – Variety Review». Variety (em inglês). Consultado em 10 de março de 2023 [ligação inativa] 
  9. «The Catered Affair (1956)». Rotten Tomatoes. Fandango Media. Consultado em 2 de março de 2024