Abrir menu principal

The Company Men

filme de 2010 dirigido por John Wells
The Company Men
Cartaz do filme
No Brasil A Grande Virada
Em Portugal Homens de Negócios
 Estados Unidos
2010 •  cor •  105 min 
Direção John Wells
Produção John Wells
Paula Weinstein
Claire Rudnick Polstein
Roteiro John Wells
Elenco Ben Affleck
Chris Cooper
Kevin Costner
Maria Bello
Tommy Lee Jones
Gênero drama
Música Aaron Zigman
Cinematografia Roger Deakins
Edição Robert Frazen
Companhia(s) produtora(s) The Weinstein Company
Battle Mountain Films
Spring Creek Productions
Distribuição The Weinstein Company
Lançamento Estados Unidos 21 de janeiro de 2010
Portugal 17 de março de 2011
Brasil 11 de agosto de 2011
Idioma inglês
Orçamento US$15 milhões[1]
Receita $4,882,577[1]
Site oficial

The Company Men (bra: A Grande Virada[2]; prt: Homens de Negócios[3]) é um filme estadunidense de 2010, do gênero drama, dirigido e escrito por John Wells e estrelado por Ben Affleck, Chris Cooper, Kevin Costner, Maria Bello e Tommy Lee Jones.[2]

O filme estreou no Festival Sundance de Cinema em 22 de janeiro de 2010, sendo lançado comercialmente no dia seguinte nos Estados Unidos e Canadá.[carece de fontes?]

Índice

ElencoEditar

ProduçãoEditar

The Company Men é dirigido, produzido e escrito por John Wells, em sua estreia na cadeira de diretor. O projeto foi anunciado pela primeira vez em janeiro de 2008 pela companhia de produção recém-formada Berk/Lane Entertainment.[4] Em setembro de 2008, foi confirmado que o ator Ben Affleck participaria do filme.[5] Em março de 2009, os atores Kevin Costner e Tommy Lee Jones também foram confirmados.

A produção começou no mês seguinte, em Boston, Massachusetts.[6] Foram completadas em junho do mesmo ano. As filmagens parciais para a produção ocorreram no bairro Roxbury de Boston e também nos subúrbios de Boston Wellesley, Framingham, Marblehead e no estaleiro de Quincy.[7]

LançamentoEditar

The Company Men foi lançado mundialmente no Festival Sundance de Cinema em 22 de janeiro de 2010.[8] O filme foi comprado pela The Weinstein Company, que se comprometeu a distribuir e divulgar, além de um lançamento teatral nos Estados Unidos e Canadá em um acordo médio de sete números.[9]

O filme teve um lançamento discreto em Los Angeles e em Nova York em 10 de dezembro de 2010. O lançamento durou uma semana para poder se tornar elegível para nominações no Oscar 2011.[10] Ele teve um lançamento limitado, em apenas 106 cinemas nos Estados Unidos e Canadá em 21 de janeiro de 2011.[1][11]

Recepção da críticaEditar

The Company Men recebeu avaliações positivas. A análise agregada do site Rotten Tomatoes mostra que 67% dos críticos deram ao filme uma crítica positiva com base em 156 avaliações, com uma pontuação média de 6.4/10.[12]

Muitos críticos elogiaram o filme por contar história que reflete o clima econômico dos Estados Unidos no início dos anos 2000. Rex Reed do The New York Observer disse que o filme "faz um trabalho penetrante que faz você sentir os efeitos degradantes que perder um emprego por ter sobre os homens, mas é mais verdadeiro e devastador do que isso."[13] Stephen Holden do The New York Times também observa semelhanças entre o filme de 2009 Amor Sem Escalas e cita a eficácia das atuações de Ben Affleck, Tommy Lee Jones e Chris Cooper.[14] Michael Phillips do Chicago Tribune, no entanto, elogiou o elenco, mas criticou a história, dizendo que o estado atual do clima econômico "exige uma posição mais dura, um roteiro ousado."[15]

O filme foi considerado um dos melhores filmes de 2010 por David Denby, do The New Yorker.[16]

Referências

  1. a b c «The Company Men». Box Office Mojo. Consultado em 26 de maio de 2012 
  2. a b «A Grande Virada». Brasil: CinePlayers. Consultado em 9 de abril de 2019 
  3. «Homens de Negócios». Portugal: CineCartaz. Consultado em 9 de abril de 2019 
  4. Peters, Derek (14 de janeiro de 2008). «Wells, Levin stroll down Berk/Lane». Variety. Consultado em 26 de maio de 2012 
  5. Zeitchik, Steven (24 de setembro de 2008). «Affleck eyeing good "Company" of real-life drama». Reuters. Consultado em 26 de maio de 2012 
  6. Fleming, Michael (18 de março de 2008). «Costner, Jones are 'Company Men'». Variety. Consultado em 26 de maio de 2012 
  7. Baltrusis, Sam (13 de abril de 2009). «Ben Affleck filming 'The Company Men' in Roxbury». LoadedGunBoston.com. Consultado em 26 de maio de 2012. Arquivado do original em 23 de abril de 2009 
  8. Swart, Sharon; McClintock, Pamela (24 de janeiro de 2010). «Lionsgate digs 'Buried' at Sundance». Variety. Consultado em 26 de maio de 2012 
  9. McNary, Dave (24 de março de 2010). «Weinstein Co. nabs 'Company Men». Variety. Consultado em 26 de maio de 2012 
  10. Corliss, Richard (12 de dezembro de 2010). «The Company Men: You're Hired!». Time. Consultado em 26 de maio de 2012 
  11. Abrams, Rachel (21 de janeiro de 2011). «Will Par's 'Strings' resonate?». Variety. Consultado em 26 de maio de 2012 
  12. «The Company Men (2010)». Rotten Tomatoes. Consultado em 26 de maio de 2012 
  13. Reed, Rex (8 de dezembro de 2010). «Up the Creek Without a Paycheck: The Company Men Paints a Moving, Nuanced Picture of Life After Layoffs». The New York Observer. Consultado em 26 de maio de 2012 
  14. Holden, Stephen (9 de dezembro de 2010). «Perils of the Corporate Ladder: It Hurts When You Fall». The New York Times. Consultado em 26 de maio de 2012 
  15. Phillips, Michael (20 de janeiro de 2011). «Strong effort yields merely adequate 'Company'». Chicago Tribune. Consultado em 26 de maio de 2012 
  16. Denby, David (8 de dezembro de 2010). «The Best (and Worst) Films fo the Year». The New Yorker. Consultado em 26 de maio de 2012 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.