The Glass Slipper

filme de 1955 dirigido por Charles Walters

The Glass Slipper é um filme de romance musical de 1955, dirigido por Charles Walters para a Metro-Goldwyn-Mayer. É uma adaptação do conto de fadas "Cinderela", com música de Bronislau Kaper e números de dança do Balé de Paris. O filme foi exibido dividido em duas partes em 1967 no programa de antologia da TV norte-americana ABC-TV Off To See The Wizard.

The Glass Slipper
O Sapatinho de Cristal[1] (BRA)
 Estados Unidos
1955 •  cor •  93 min 
Direção Charles Walters
Produção Edwin H. Knopf
Roteiro Helen Deutsch
Baseado em Cinderela, de
Charles Perrault
Elenco Leslie Caron
Michael Wilding
Keenan Wynn
Estelle Winwood
Elsa Lanchester
Gênero filme musical
filme de romance
Idioma língua inglesa

ElencoEditar

SinopseEditar

Ella, que alguns chamam de "Cinderela" por estar com o rosto sempre coberto de cinzas de carvão do fogareiro, é uma moça órfã que vive em um principado da Europa Central. Ela é feita de criada pela madrasta, a Viúva Sonder, e as duas filhas da mulher, Birdina e Serafina. Por se sentir rejeitada por todos, Ella se comporta mal e a ridicularizam quando conta que uma cartomante cigana contou à mãe (falecida quando a moça tinha três anos de idade) que um dia iria morar no palácio. Quando está triste, Ella vai até a floresta, à beira de um bonito riacho. Ali ela encontra a andarilha Madame Toquet e depois o recém-chegado Príncipe Charles, que diz ser o filho do mestre-cuca do palácio. O Príncipe se encanta com o jeito triste de Ella e lhe dá um convite para que vá ao baile, comemorativo da chegada dele. Ella se apaixona pelo monarca mas não pode ir ao baile pois a madrasta não lhe dá um vestido, indo acompanhada apenas das duas filhas. Até que Madame Toquet aparece e ajuda Ella, vestindo-a com um vestido de baile "emprestado" de uma das irmãs. E uma carruagem, que ela conseguiu até a meia-noite fazendo um acordo com o cocheiro.

MúsicaEditar

A trilha sonoroa foi composta por Bronislau Kaper e conduzida por Miklós Rózsa, com orquestrações de Robert Franklyn. Sessões adicionais de gravação foram conduzidas por Johnny Green. Helen Deutsch escreveu a letra da canção "Take My Love" para música de Kaper. Vocal do ator Michael Wilding com performance de Gilbert Russell.[2]

A trilha sonora completa com inclusão de versões alternativas para os três números de balé de Kaper, foi lançada em 2005 como CD do selo Film Score Monthly.

A coreografia é de Roland Petit.[3]

RecepçãoEditar

De acordo com a MGM o filme rendeu 1.363.000 de dólares nos EUA e Canadá e 1.589.000 de dólares em outros países, resultando num prejuízo de 387.000 dólares.[4]

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Filmes novos: "O Sapatinho de Cristal"». Rio de Janeiro: Cinearte. 1 de setembro de 1955. p. 24. Consultado em 14 de março de 2018 
  2. Kendall, Lukas (2005). «The Glass Slipper». Culver City, California, U.S.A. Film Score Monthly (CD insert notes). 8 (19) 
  3. British Film Institute Archive: Roland Petit, acessado em 3 de abril de 2013
  4. Domestic take see 'The Top Box-Office Hits of 1955', revista Variety, 25 de janeiro de 1956
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.