Abrir menu principal

The Hard Way (1943)

(Redirecionado de The Hard Way (filme de 1943))
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde julho de 2018.
The Hard Way
Ida Lupino em cena do trailer do filme
 Estados Unidos
1941 •  p&b •  109 min 
Direção Vincent Sherman
Produção Jerry Wald
Roteiro Daniel Fuchs (roteiro)
Peter Viertel (roteiro)
Jerry Wald (história)
Elenco Ida Lupino
Dennis Morgan
Joan Leslie
Gênero drama musical
drama romântico
Música Heinz Roemheld
Idioma língua inglesa
Página no IMDb (em inglês)

The Hard Way é um filme de drama musical estadunidense de 1943, dirigido por Vincent Sherman para a Warner Bros..

ElencoEditar

  Ida Lupino...Madame Helen Chernen   Joan Leslie...'Katie' Blaine
  Dennis Morgan...Paul Collins   Jack Carson...Albert Runkel

SinopseEditar

Helen Chernen é uma mulher ambiciosa que vive infeliz casada com seu marido operário na cidade industrial de Green Hill. Mora com ela a irmã mais nova Katie Blaine que sonha em ser uma grande artista teatral ao conhecer o cantor e dançarino de vaudeville Albert Runkel que se apresentava em dupla com Paul Collins. Helen manipula para que Albert se case com Katie e quando os dois vão embora da cidade, ela acompanha a irmã. Mas logo Helen começa a querer que Katie tenha uma carreira musical em Nova York e novamente articula, dessa vez para que o casal se separe. Paul percebe as intenções de Helen e tenta avisar Albert mas os dois brigam e acabam com a dupla. Logo depois Katie inicia carreira solo como queria irmã e Albert percebe que perdeu a esposa. Muito tempo depois Katie e Paul se aproximam e desejam se casar, mas Helen novamente tenta impedir a irmã de fazer o que deseja por achar que lhe prejudicará a carreira.

ProduçãoEditar

O papel de Helen foi oferecido a Bette Davis e Ginger Rogers que não se interessaram. Ida Lupino então entrou para o elenco. O produtor Jerry Wald contratou para a direção Vincent Sherman. Trechos de um documentário de Pare Lorentz foram incluídos para a apresentação da cidade mineradora de Green Hill. Para conseguirem maior realismo durante as cenas nessa cidade, nem Lupino nem Leslie foram maquiadas. O início e o fim do filme foram adicionados por insistência de Jack L. Warner que queria que Lupino aparecesse mais glamurosa na cena de abertura.

Trilha sonoraEditar

  • "I Love to Dance"
    • (1942) (não creditado)
    • Autoria de M.K. Jerome e Jack Scholl
    • Interpretada na cena de abertura e no encerramento
    • Cantada por Gladys George
    • Reprisada no show de canto e dança de Joan Leslie (dublada por Sally Sweetland) e coral
    • Canção num disco de Leslie
    • Interpretada como música de fundo
  • "Am I Blue?"
    • (1929) (não creditado)
    • Música de Harry Akst
    • Versos de Grant Clarke
    • Cantada por Dennis Morgan e Jack Carson no show de vaudeville
    • Reprisada por Joan Leslie (dublada por Sally Sweetland)
    • Interpretada como música de fundo
  • "Tip Toe Through the Tulips with Me"
    • (1929) (não creditado)
    • Música de Joseph Burke
    • Versos de Al Dubin
    • Cantada por Dennis Morgan e Jack Carson no show de vaudeville
  • "You're Getting to Be a Habit With Me"
    • (1932) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Interpretada numa máquina musical na sorveteria
  • "For You"
    • (1930) (não creditada)
    • Música de Joseph Burke
    • Versos de Al Dubin
    • Interpretada ao piano por Dennis Morgan e dançada por Joan Leslie
    • Interpretada como música de fundo
  • "(You May Not Be an Angel, But) I'll String Along With You"
    • (1934) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Cantada por Dennis Morgan e Jack Carson no show de vaudeville com dança de Joan Leslie
  • "Shuffle Off To Buffalo"
    • (1932) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Cantada e dançada por Jack Carson e Joan Leslie (dublada por Sally Sweetland) no show de vaudeville
    • Interpretada como música de fundo
  • "Forty-Second Street"
    • (1932) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Interpretada como música de fundo
  • "She's a Latin from Manhattan"
    • (1935) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Cantada e dançada por Jack Carson e Joan Leslie (dublada por Sally Sweetland) num nightclub
  • "I Get a Kick Out of You"
    • (1934) (não creditada)
    • Música e versos de Cole Porter
    • Interpretada fora de cena pela banda do nightclub
  • "Lullaby of Broadway"
    • (1935) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Interpretada fora de cena pela banda do nightclub
  • "About a Quarter to Nine"
    • (1935) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Interpretada ao piano e dançada por coral de mulheres
  • "Jeepers Creepers"
    • (1938) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Johnny Mercer
    • Cantada por coral no show
  • "My Little Buckaroo"
    • (1937) (não creditada)
    • Música de M.K. Jerome
    • Versos de Jack Scholl
    • Cantada por coral no ensaio
  • "With Plenty of Money and You"
    • (1936) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Al Dubin
    • Cantada por coral no show durante o ensaio
  • "You Must Have Been a Beautiful Baby"
    • (1938) (não creditada)
    • Música de Harry Warren
    • Versos de Johnny Mercer
    • Cantada por coral no show durante o ensaio
  • "Begin the Beguine"
    • (1935) (não creditada)
    • Música e versos de Cole Porter
    • Interpretada num disco
  • "Night and Day"
    • (1932) (não creditada)
    • Música e versos de Cole Porter
    • Interpretada pela banda no Embassy Club
  • "Goodnight, My Darling"
    • (1942) (não creditada)
    • Escrita por M.K. Jerome e Jack Scholl
    • Interpretada pela banda no Oakmont Lodge
    • Cantada por Dennis Morgan
  • "There's a Small Hotel"
    • (1936) (não creditada)
    • Música de Richard Rodgers
    • Versos de Lorenz Hart
    • Interpretada numa máquina de música no teatro

PrêmiosEditar

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.