Abrir menu principal

The Jungle Book (1967)

filme de animação estadunidense produzido pela Walt Disney Productions em 1967
The Jungle Book
Pôster original do filme.
No Brasil Mogli - O Menino Lobo
Em Portugal O Livro da Selva
 Estados Unidos
1967 •  cor •  88 min 
Direção Wolfgang Reitherman
Produção Walt Disney
Roteiro Larry Clemmons
Ralph Wright
Ken Anderson
Vance Gerry
Bill Peet
Baseado em The Jungle Book, de Rudyard Kipling
Elenco Bruce Reitherman
Phil Harris
Sebastian Cabot
Louis Prima
George Sanders
Sterling Holloway
Género aventura fantástico-musical
Música George Bruns (trilha)
Terry Gilkyson
Richard M. Sherman
Robert B. Sherman (canções)
Edição Tom Acosta
Norman Carlisle
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Productions
Distribuição Buena Vista Distribution
Idioma inglês
Receita US$ 205,8 milhões[1]
Cronologia
The Jungle Book 2 (2003)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Jungle Book (bra: Mogli - O Menino Lobo[2]; prt: O Livro da Selva[3]) é um filme de animação norte-americano de 1967, dos gêneros aventura e fantasia musical, dirigido por Wolfgang Reitherman para a Walt Disney Productions, com roteiro baseado no romance homônimo de Rudyard Kipling.

Lançado nos cinemas dos Estados Unidos em 18 de outubro de 1967, foi o último longa animado produzido por Walt Disney, que morreu durante a produção. The Jungle Book receberia da Disney uma continuação, The Jungle Book 2, e duas refilmagens com atores reais, em 1994 e 2016.[4]

SinopseEditar

A história se passa na Índia. Mogli, garoto criado por lobos, é convencido pela pantera Baguera, seu amigo, a buscar segurança no mundo dos homens. Mas Mogli resiste à ideia e resolve seguir a filosofia otimista do urso Balu, que faz somente o que gosta. Juntos, dão início a uma grande jornada em direção à civilização e encontram no meio do caminho um orangotango maluco, uma cobra com poder de hipnotizar e Shere Khan, um tigre ameaçador.

ProduçãoEditar

RoteiroEditar

Depois do lançamento de The Sword in the Stone, o roteirista Bill Peet sugeriu uma adaptação de O Livro da Selva. Disney aprovou, e Peet escreveu uma primeira versão, bastante próxima do tom original da obra de Rudyard Kipling. Seu roteiro foi reprovado por Disney, que o considerou sombrio demais para um filme familiar, levando Peet a abandonar a companhia. Larry Clemmons foi então convocado para escrever o roteiro final, com Disney apenas aconselhando-o a não seguir o livro à risca. As caracterizações feitas por Peet se mantiveram no texto de Clemmons.[5]

ElencoEditar

O comediante Phil Harris foi escalado para interpretar Balu após Disney conhecê-lo em uma festa.[6] O presidente da Disneyland Records então sugeriu o músico de jazz Louie Prima como Rei Louie para complementar Harris.[7] O resto do elenco incluiu o filho do diretor Wolfgang Reitherman, Bruce, como Mogli (Bruce havia acabado de interpretar Christopher Robin em um curta do Ursinho Pooh dirigido por Wolfgang), atores conhecidos como George Sanders (Shere Khan) e Sebastian Cabot (Baguera), e velhos colaboradores da Disney como Sterling Holloway (Kaa), J. Pat O'Malley (Hathi e Buzzie) e Verna Felton (Godofreda), em seu último papel antes de morrer em dezembro de 1966. Os urubus foram desenhados com cabelos moptop e sotaques de Liverpool como uma caricatura dos Beatles, que foram inicialmente cogitados para dublá-los (um dos substitutos acabou sendo um músico da Invasão Britânica, Chad Stuart, da dupla Chad & Jeremy).[5]

MúsicaEditar

A música instrumental foi escrita por George Bruns e orquestrada por Walter Sheets. Alguns temas foram reaproveitados de outros longas da Disney. O colaborador da Disney Terry Gilkyson escreveu as músicas cantadas do filme, mas Walt Disney não gostou de seu trabalho e contratou os irmãos Sherman para compor novas canções, exceto uma alegre composição da qual todos haviam gostado, "The Bare Necessities".[5]

A trilha sonora do filme possui oito canções:

LançamentoEditar

The Jungle Book foi lançado nos cinemas dos Estados Unidos em 1967[carece de fontes?] e relançado em 1978[carece de fontes?], 1984[carece de fontes?] e 1990[carece de fontes?]. No Brasil foi lançado em 26 de dezembro de 1968.[carece de fontes?]

The Jungle Book foi lançado novamente em DVD pela Edição Platinum em 2 de Outubro de 2007[carece de fontes?]em comemoração ao seu aniversário de 40 anos, e em 2014 lançado pela primeira vez em Disney Blu-Ray e relançado novamente Disney DVD, na Edição Diamante.[carece de fontes?]

BilheteriaEditar

Segundo o site Box Office Mojo, o longa foi um grande sucesso de bilheteria arrecadando US$ 141,8 milhões nos cinemas estadunidenses e US$ 205,8 milhões mundialmente.>[8]

Prêmios e indicaçõesEditar

Oscar - 1967

Ligações externasEditar

Referências

  1. «The Jungle Book». Box Office Mojo. Consultado em 27 de setembro de 2008 
  2. «Mogli - O Menino Lobo». Brasil: CinePlayers. Consultado em 9 de março de 2019 
  3. «O Livro da Selva». Portugal: SapoMag. Consultado em 9 de março de 2019 
  4. "Mogli": As muitas versões da história do menino lobo no cinema"
  5. a b c "Somente o Necessário: Making Of". DVD de Mogli, o Menino Lobo, Disco 2 (2007)
  6. Wolfgang Reitherman. Faixa de comentário de Mogli, o Menino Lobo (2007)
  7. Hollis, Tim; Ehrbar, Greg (2006). Mouse tracks: the story of Walt Disney Records. [S.l.]: Univ. Press of Mississippi. pp. 89, 90. ISBN 978-1-57806-849-4 
  8. «The Jungle Book». Box Office Mojo. Consultado em 27 de setembro de 2008 
  9. «40.º Oscar - 1968». CinePlayers. Consultado em 26 de fevereiro de 2019 
  Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
The Sword in the Stone
Lista de filmes de animação da Disney
1967
Sucedido por
The Aristocats