Abrir menu principal

The Keys of the Kingdom

filme de 1944 dirigido por John M. Stahl
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com The Keys to the Kingdom.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Keys of the Kingdom
As Chaves do Reino[1] (BRA)
 Estados Unidos
1944 •  pb •  137 min 
Direção John M. Stahl
Produção Joseph L. Mankiewicz
Roteiro Nunnally Johnson
Joseph L. Mankiewicz
A. J. Cronin (romance)
Elenco Gregory Peck
Thomas Mitchell
Vincent Price
Gênero filme de drama
Música Alfred Newman
Direção de fotografia Arthur C. Miller
Direção de arte James Bavesi
William S. Darling
Efeitos especiais Fred Sersen
Figurino Bonnie Cashin
Edição James B. Clark
Companhia(s) produtora(s) 20th Century-Fox
Distribuição 20th Century-Fox
Lançamento Estados Unidos 15 de dezembro de 1944
Portugal 5 de novembro de 1945
Idioma inglês
Orçamento US$3,000,000 (estimativa)[carece de fontes?]
Página no IMDb (em inglês)

The Keys of the Kingdom (br As Chaves do Reino) é um filme norte-americano de 1944, do gênero drama, dirigido por John M. Stahl e estrelado por Gregory Peck e Thomas Mitchell.

ProduçãoEditar

 
As Chaves em Cruz, um símbolo comum do cristianismo, remetem às palavras que Jesus Cristo dirigiu a São Pedro: «Dar-te-ei as chaves do reino dos céus: o que ligares sobre a terra, será ligado nos céus; e o que desligares sobre a terra, será desligado nos céus.» (Mateus 16:13-19).

The Keys of the Kingdom é apenas o segundo trabalho de Gregory Peck no cinema e seu primeiro sucesso. Sua atuação valeu-lhe a primeira de cinco indicações ao Oscar que recebeu ao longo da careira e faz com que a película ainda seja assistível.[2] O filme é também o último que Joseph L. Mankiewicz produziu antes de dedicar-se à direção.

Baseado no romance best-seller de A. J. Cronin, publicado em 1941, o roteiro trata dos fundamentos do cristianismo.[3]

Ao todo, The Keys of the Kingdom foi indicado para quatro estatuetas da Academia.[carece de fontes?]

SinopseEditar

O jovem padre escocês Francis Chisholm recebe a missão de fundar uma paróquia no interior da China. Assaltado por hostilidades, fome, doenças, solidão e outros infortúnios, ele não desiste. Ao fundo, a guerra civil.

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e
Ciências Cinematográficas
Oscar Melhor Ator (Gregory Peck)
Melhor Fotografia (preto e branco)
Melhor Direção de Arte (preto e branco)
Melhor Trilha Sonora
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Indicado[carece de fontes?]
Film Daily Dez Melhores Filmes de 1944 Escolhido[carece de fontes?]

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Gregory Peck Padre Francis Chisholm
Thomas Mitchell Willie Tulloch
Vincent Price Angus Mealey
Rose Stradner Freira Maria-Verônica
Roddy McDowall Padre Francis Chisholm quando criança
Edmund Gwenn Padre Hamish MacNabb
Cedric Hardwicke Monsenhor Sleeth
Peggy Ann Garner Nora, adolescente
Jane Ball Nora, adulta
James Gleason Pastor Wilbur Fiske
Anne Revere Agnes Fiske
Ruth Nelson Mãe do padre Francis Chisholm
Benson Fong Joseph
Leonard Strong Chia
Ruth Clifford Irmã Mercy Mary (não-creditado)
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. As Chaves do Reino no CinePlayers (Brasil)
  2. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
  3. THOMAS, Tony e SOLOMON, Aubrey, The Films of 20th Century-Fox, Secaucus, EUA: The Citadel Press, 1985 (em inglês)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.