O Homem Que Sabia de Menos

filme de 1997 dirigido por Jon Amiel
(Redirecionado de The Man Who Knew Too Little)

The Man Who Knew too Little (bra / prt: O Homem Que Sabia de Menos[3][4] ) é um filme de espionagem de comédia teuto-estadunidense de 1997 estrelado por Bill Murray, dirigido por Jon Amiel, e escrito por Robert Farrar e Howard Franklin. O filme é baseado no romance de Farrar, Watch That Man, e o título é uma paródia do filme de 1934 de Alfred Hitchcock, O Homem Que Sabia Demais e seu remake de 1956 do mesmo título.[5][6]

The Man Who Knew Too Little
O Homem Que Sabia de Menos (PRT/BRA)
 Alemanha[1]  Estados Unidos[1]
1997 •  cor •  94 min 
Direção Jon Amiel
Produção Arnon Milchan
Michael Nathanson
Mark Tarlov
Roteiro Robert Farrar
Howard Franklin
Baseado em Watch That Man de Robert Farrar
Elenco Bill Murray
Peter Gallagher
Joanne Whalley
Alfred Molina
Richard Wilson
Gênero comédia
Música Christopher Young
Cinematografia Robert M. Stevens
Edição Pamela Power
Companhia(s) produtora(s) Regency Enterprises
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 14 de novembro de 1997
Alemanha 4 de junho de 1998
Idioma inglês
Orçamento US$ 20 milhões[2]
Receita US$ 13.7 milhões[2]

The Man Who Knew too Little detém uma taxa de aprovação de 41% no Rotten Tomatoes com base em 32 avaliações; a classificação média é de 5.4/10.[7]

SinopseEditar

Wallace Ritchie (Bill Murray) voa de Des Moines, Iowa, para Londres, Reino Unido, para passar seu aniversário com seu irmão, James (Peter Gallagher). James não está esperando a visita e está hospedando um jantar de negócios naquela noite; Para manter Wallace entretido, ele o monta com um negócio interativo de teatro de improvisação, o "Teatro da Vida", que promete tratar o participante como personagem de um drama criminal. Wallace recebe charutos de seu irmão e chega ao local do evento onde responde a um telefonema destinado a um assassino do telefone público que o Teatro da Vida usa para o seu ato.

O contato, Sir Roger Daggenhurst (Richard Wilson), confunde Wallace por Spencer, o assassino que ele contratou e Wallace assume a identidade. O verdadeiro Spencer (Terry O'Neill) pega o telefonema para Wallace e mata um dos atores, provocando uma investigação policial. Daggenhurst, seu assistente Hawkins (Simon Chandler), o ministro da Defesa britânico Gilbert Embleton (John Standing) e o agente de inteligência russo Sergei (Nicholas Woodeson) planejam detonar um artefato explosivo (escondido em uma boneca russa Matriosca) durante um jantar entre dignitários britânicos e russos, a fim de reacender a Guerra Fria e substituir sua tecnologia de envelhecimento.

Ainda acreditando que ele está agindo com o Teatro da Vida, Wally conhece Lori (Joanne Whalley), a garota de programa de Embleton. Lori planeja chantagear Embleton por uma quantia substancial de dinheiro usando cartas que detalham o enredo. Spencer foi contratado para eliminá-la e destruir as cartas. Wallace assusta Embleton quando ele chega para procurá-los e expulsa Spencer. Temendo que sua trama seja revelada, Daggenhurst contrata mais dois pistoleiros, enquanto Sergei contrata o agora inativo espião Boris "The Butcher" Blavasky (Alfred Molina), para eliminar "Spencer". Boris consegue matar o verdadeiro Spencer, mas Wallace e Lori retornam, recuperando as cartas.

Usando o comunicador de Spencer, Wallace menciona acender alguns charutos de James. Pensando que as palavras se referem ao plano de assassinato, ambos os lados acreditam que ele é um espião americano que pegou o esquema deles. Daggenhurst oferece a Wallace e Lori 3 milhões de libras esterlinas em troca das cartas, a serem trocadas no mesmo hotel onde o jantar está sendo realizado. Este é um truque para capturar e matar os dois. O tempo todo Wallace se aproxima de sua "co-estrela" Lori, que confessa que gostaria de estudar a atuação assim que receber o pagamento.

Wallace entra em contato com James e diz a ele para encontrá-lo no hotel - logo depois, James vê um noticiário noturno que Wallace assassinou um ator e a polícia está procurando por ele, levando James a abandonar o jantar de negócios. Wallace e Lori são capturados e mantidos em cativeiro. Boris opta por tortura pela Dra. Rudmilla Kropotkin (Geraldine James), mas Wallace e Lori se separam e escapam antes que ela chegue. James é capturado e enviado para ser torturado pela Dra. Kropotkin. Wallace evita os assassinos e se vê parte de um grupo de dançarinos folclóricos russos se apresentando para os dignitários. Durante a festa, ele vê a bomba de boneca russa Matryoshka, desarma-la inconscientemente segundos antes de explodir, bloqueia um dardo envenenado de Boris com ela e rouba a cena com sua dança improvisada.

Percebendo que sua trama falhou quando a bomba não explodiu, Sergei e Daggenhurst trazem dois sacos contendo os prometidos 3 milhões de libras para Wallace e Lori e libertam James, que está exausto, mas está bem depois de sua sessão de tortura. Boris parabeniza Wallace por suas impressionantes habilidades secretas e lhe dá uma pistola de lembrança, dizendo a Wallace que ele continuará seu negócio de açougue. Sergei e Daggenhurst tentam escapar com metade do dinheiro e descobrir a boneca de Wallace, que eles acreditam ser apenas uma normal que ele escolheu para si mesmo. Eles estão errados quando eles realinham a boneca, reativando a bomba e explodindo-os, assim como Wallace e Lori compartilham um beijo.

Algum tempo depois, em uma praia exótica, Wally involuntariamente incapacita um espião, passando por um teste de um grupo de espionagem americano desconhecido. Acreditando que ele é capaz de ser um agente de carreira, eles oferecem a ele uma posição na "equipe". Pensando que eles querem fazer dele uma estrela de cinema, Wallace aceita a oferta deles.

ElencoEditar

Referências

  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.