Abrir menu principal

The Singing Nun

filme de 1966 dirigido por Henry Koster
The Singing Nun
A Madre Superiora de Dominique[1] (BR)
Dominique[2]
 (BRA)
 Estados Unidos
1966 •  cor •  97 min 
Direção Henry Koster
Produção John Beck
Roteiro John Furia
Sally Benson
Elenco Debbie Reynolds
Ricardo Montalbán
Greer Garson
Gênero filme musical
filme biográfico
filme de drama
Música Jeanine Deckers (canções)
Harry Sukman
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 4 de abril de 1966
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Singing Nun (Brasil: Dominique ou A Madre Superiora de Dominique) é um filme biográfico musical estadunidense de 1966, dirigido por Henry Koster em seu último trabalho nessa função. O roteiro é baseado na vida de Jeanine Deckers, freira belga que fez muito sucesso ao compor e cantar a canção "Dominique". Randy Sparks escreveu as traduções para o inglês das canções de Jeanine Deckers além de composições originais para o filme.

ElencoEditar

SinopseEditar

A Irmã Ann deixa um convento dominicano próximo de Antuérpia e viaja de lambreta até a Casa Samaritana, uma instituição religiosa numa área decadente de Bruxelas. Ann ama tocar violão e cantar e entusiasma o Padre Clementi que convence um amigo dono de gravadora, Robert Gerarde, a deixá-la gravar um disco para ser distribuído entre os religiosos. Enquanto realiza as gravações, Ann conhece o menino maltratado Dominic Arlien, que vive com o pai alcoólico e a irmã adolescente, Nicole. O disco da Irmã Ann é lançado comercialmente e se torna um sucesso mundial, atraindo a atenção de Ed Sullivan, famoso apresentador da televisão norte-americana, que vai à Bruxelas para gravar uma apresentação com ela. A Irmã Ann canta então "Dominique", que escrevera inspirada no seu pequeno amigo, e que se torna a canção dela mais conhecida. Mas no auge do sucesso alguns acontecimentos fazem com que a Irmã Ann relute em prosseguir com sua carreira musical.

ProduçãoEditar

Henry King fora anunciado originariamente como o diretor do filme mas divergências com o produtor John Beck fizeram com que fosse substituído por Henry Koster.[3]

Indicações a prêmiosEditar

Referências

  1. «A Madre Superiora de Dominique». Brasil: CinePlayers. Consultado em 19 de novembro de 2018 
  2. «Dominique». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 19 de novembro de 2018 
  3. Coburn in 'What Did...?' Martin, Betty. Los Angeles Times (1923-Atual) [Los Angeles, Calif] 22 de maio de 1965: B5.
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.