The Source Awards

"The Source Awards"
16.º episódio da 1.ª temporada de 30 Rock
Informação geral
Direção Don Scardino
Enredo por
Produzido por
Direção de fotografia Vanja Černjul
Música "Santa Claus Is Coming to Town", por Wayne Brady
Código de produção 116
Transmissão original 1 de Março de 2007
Convidados
Episódios da 1.ª temporada
30 Rock (1.ª temporada)
Lista de episódios

"The Source Awards" é o décimo sexto episódio da primeira temporada da série de televisão de comédia de situação norte-americana 30 Rock. Teve o seu enredo co-escrito pelo produtor executivo Robert Carlock e Daisy Gardner, e foi realizado por Don Scardino, um dos produtores supervisores da temporada. A sua transmissão original nos Estados Unidos ocorreu na noite de 1 de Março de 2007 através da rede de televisão National Broadcasting Company (NBC). Dentre as estrelas convidadas estão inclusas Kevin Brown, Grizz Chapman, Jason Sudeikis, Wayne Brady, e LL Cool J. O rapper norte-americano Ghostface Killah participou a interpretar uma versão fictícia de si mesmo.

No episódio, Liz Lemon (interpretada por Tina Fey) vai para um encontro com Steven (Brady), um homem afro-americano que a acusa de racismo quando esta decide não seguir em frente com o relacionamento. Entretanto, na tentativa de resolver a rixa entre o produtor de música rap Ridikolous (LL Cool J) e o astro do TGS Tracy Jordan (Tracy Morgan), o executivo Jack Donaghy (Alec Baldwin) pede ao primeiro para apresentar a cerimónia da entrega de prémios Source e ao último para que endorse a sua marca de vinhos Donaghy.

Em geral, "The Source Awards" foi recebido com opiniões mistas pelos membros da crítica especialista em televisão do horário nobre. De acordo com os dados publicados pelo sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, o episódio foi assistido por uma média de 5,70 milhões de telespectadores norte-americanos, e foi-lhe atribuída a classificação de 2,7 e sete de share no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade.

ProduçãoEditar

"The Source Awards" é o décimo sexto episódio da primeira temporada de 30 Rock. O seu enredo foi co-escrito pelo produtor executivo Robert Carlock e Daisy Gardner, enquanto a realização ficava sob responsabilidade de Don Scardino, um dos produtores supervisores da temporada.[1] Assim, marca a terceira vez que Carlock escreve o argumento de um episódio da série, com "Jack the Writer" e "Jack-Tor" sendo os seus trabalhos anteriores,[2] e o único trabalho de Gardner para o seriado. Além disso, foi a quarta vez que Scardino ficava na realização de um episódio, com "Hard Ball" sendo o seu mais recente até então.[3] Na sua autobiografia Bossypants (2011), Tina Fey — criadora, produtora exeuctiva, argumentista-chefe e actriz principal de 30 Rock — apontou "The Source Awards" como o seu episódio favorito dentre os que tiveram o guião escrito por Gardner.[4]

Este episódio marcou a segunda vez que o rapper Ghostface Killah participou de 30 Rock a interpretar uma versão fictícia de si mesmo. A sua primeira vez no seriado foi em "Jack-Tor", episódio no qual cantou o tema "Muffin Top" com a personagem Jenna Maroney, interpretada por Jane Krakowski.[5] Em "The Source Awards", Ghostface Killah é visto a beber o Vinho Espumante Donaghy Estate enquanto grava um vídeo musical, todavia, não consegue terminar de consumir a bebida, que lhe faz sentir-se indisposto.[6] Em entrevista ao portal Vulture da New York Magazine em Fevereiro de 2019, o rapper revelou que informou-lhe que a equipa do seriado contactou o seu administrador e este aceitou imediatamente. Acerca da experiência, afirmou que foi "curta" e "rápida" e expressou ter ficado agradado por ter trabalhado com Fey, Alec Baldwin e especialmente Tracy Morgan, a quem achou "engraçado" pois estava vestido como uma personagem do musical The Wiz.[7]

Por sua vez, acerca da sua experiência de trabalho com Ghostface Killah em entrevista à revista de entretenimento TV Guide em Outubro de 2008, Morgan expressou que "aquele é meu irmão de uma outra mãe... Andámos entre os mesmos círculos [de amizade], somos produto do mesmo tecido. Todos nós viemos e batalhas e toda essa coisa, sabe!? Para um mano, chegar a este ponto, fazer algo que gostam de fazer, você vai conhecer pessoas. Ghost é o meu gajo. Ghost, Nas, Jay-Z, todos eles são os meus gajos. Eu estou de bem com todo o mundo. Estou cansado de pessoas na impresa mediática a pensarem que há rixas entre todo o mundo... Não é sobre isso que é o hip hop."[8] Todavia, o enredo de "The Source Awards" faz um contraste com o declarado pelo actor.[6]

Outras participações especiais no episódio foram do rapper LL Cool J e dos comediante Wayne Brady e Jason Sudeikis, este último um ex-membro do elenco do programa de televisão humorístico Saturday Night Live (SNL).[9][10] A personagem Liz informa a Jenna que se encontrou com ele, porém, ainda não conhece o seu nome, então refere-se ao pretendente como "Rapaz das Flores".[6] Esta foi a segunda aparição de Sudeikis, com a sua estreia sendo em "Up All Night".[11] Vários outros membros do elenco do SNL já fizeram uma participação em 30 Rock, incluindo Rachel Dratch,[12][13] Andy Samberg,[14] Chris Parnell,[10] Fred Armisen,[15] Kristen Wiig,[15] Will Forte,[16] Horatio Sanz,[17] Jan Hooks,[18] Molly Shannon,[19] e Siobhan Fallon Hogan.[19] Ambos Tina Fey e Tracy Morgan fizeram parte do elenco principal do SNL,[20] com Fey sendo a argumentista-chefe do programa entre 1999 e 2006.[21] O actor Alec Baldwin também apresentou o Saturday Night Live por dezassete vezes, o maior número de episódios por qualquer personalidade.[22]

O actor e comediante Judah Friedlander, intérprete da personagem Frank Rossitano em 30 Rock, é conhecido pelos seus bonés de camioneiro de marca registada que usa dentro e fora da personagem Frank. Os chapéus normalmente apresentam palavras ou frases curtas estampadas neles. Friedlander afirmou que ele próprio é quem faz os acessórios. Revelou também que "alguns deles são brincadeiras íntimas, e alguns são simplesmente piadas."[23] A ideia veio do persona de Friedlander nas suas apresentações de comédia stand-up, nas quais os objectos de adorno estão todos estampados com a escrita "campeão mundial" em línguas e aparências diferentes.[24] Em "The Source Awards", Frank usa bonés que leem "Coool As Ice" e "Time Travel Agent".[6]

"The Source Awards" é o segundo episódio que faz uma sugestão a um suposto relacionamento amoroso entre Condoleezza Rice, uma cientista política norte-americana, e a personagem Jack Donaghy, representada por Alec Baldwin. A primeira suspeita veio da personagem Liz Lemon no episódio "The Break-Up", mais cedo nesta temporada.[25] Rice viria finalmente a fazer uma participação em 30 Rock na quinta temporada, no episódio "Everything Sunny All the Time Always" (2011).[26] Além disso, excepcionalmente neste episódio foi reproduzido o tema "Oh My (I Roll My Eyes at You)" do artista The Gray Kid ao longo do episódio e durante a sequência de créditos finais, ao invés do tema de abertura de 30 Rock composto pelo sonoplasta e também produtor Jeff Richmond, como de costume na série. Não obstante, "Oh My (I Roll My Eyes at You)" foi misturada com um arranjo para piano composto por Richmond.[6]

EnredoEditar

Liz Lemon (Tina Fey) tem um encontro com Steven Black (Wayne Brady), o novo agente de relações públicas de Tracy Jordan (Tracy Morgan), que ela conheceu em uma festa de Tracy. Muitas pessoas ao redor de Liz fazem do facto de Steven ser negro um probelama, mas Liz não se importa com sua raça. Em seu encontro com Steven, Liz fica surpresa ao descobrir certas coisas sobre ele, e não fica feliz. Steven acredita que Liz não gosta dele porque ele é negro, quando na verdade ela acha que ele é muito "branco". Ela não gosta dele, mas não quer ser vista como racista, então, continua a namorar com ele. Mais tarde, Liz tenta romper com Steven e explicar-lhe que ela simplesmente não gosta dele como pessoa, não por causa de sua raça. Para provar que eles são incompatíveis, ela lhe traz como convidado para os Source Awards na noite seguinte.[6]

Entretanto, Jack Donaghy (Alec Baldwin) está produzindo seu próprio champanhe, chamado Donaghy Estate Sparkling Wine. Ele e Liz provam-o, e percebem que tem um sabor horrível. Isso deixa Jack com o problema do escoamento do champanhe. Ele decide vendê-lo ao produtor de hip-hop Ridikolous (LL Cool J), e ao mesmo tempo, concerta as coisas entre Tracy e Ridikolous, que não foi permitido a entrada em uma das festas de Tracy. Jack e Ridikolous têm uma reunião, resultando no champanhe tornando-se no patrocinador dos Source Awards, que está sendo produzido por Ridikolous. Para alterar ainda mais as coisas com Tracy, Jack propõe deixar Tracy apresentar a cerimónia. O tiro sai pela culatra quando Tracy se recusa a apresentá-lo com receio de que possa levar um tiro, mas Jack ainda vê-o como a única maneira de resolver as coisas com Ridikolous.[6]

Nos Source Awards, Tracy ainda não quer apresentar. Jack retoricamente lhe pergunta o que a Oprah faria, mas Tracy não entende e começa a agir como ela. Nos bastidores, Tracy mostra a Liz a sua arma, que ela leva para longe dele. Ela atira por acidente em Steven nas nádegas. Ele acha que ela atirou nele porque ele estava mexendo a sua bolsa e chama-lhe de racista. Depois disso, Ridikolous chega e diz que Jack fez uma paródia da cerimónia, acrescentando: "Espere até que eu fale com Tupac sobre isso!" Isto leva a um breve momento complicado, mas Jack insiste que ele não ouviu nada.[6]

Referências culturaisEditar

A saga de filmes Star Wars é frequentemente referenciada em 30 Rock, começando com o episódio piloto (2006), no qual Tracy é visto a gritar que é um Jedi, um cavaleiro espacial nos filmes.[27] Liz admite ser uma grande fã da saga, revelando tê-la assistido muitas vezes com o seu amigo Pete.[28] e se vestido como a personagem Princesa Leia por quatro Dia das bruxas consecutivos — segundo o revelado em "The Source Awards" —[6] e ainda ao tentar se livrar do serviço do júri em Chicago e Nova Iorque.[29][30] Ela sempre usa o vestido quando é seleccionado e é quase nunca escolhida, à excepção de quando a sua assistente Cerie alterou o seu endereço de residência de Chicago para Nova Iorque.[31][32] Star Wars é também referenciado quando Tracy assume a identidade da personagem Chewbacca em "Tracy Does Conan".[33] Liz tem muitas vezes usado metáforas de Star Wars para descrever a sua vida, admitindo que precisa de mais DVDs da saga. Em contraste, ela não é fã do filme Ataque dos Clones (2002), afirmando ser o seu menos favorito.[34] A actriz Carrie Fisher, que estrelou nos três filmes originais da saga como a Princesa Leia, fez uma participação em 30 Rock como a personagem Rosemary Howard na segunda temporada, na qual fez uma paródia de uma das frases dos filmes.[35][36] Fey, uma fã de Star Wars, disse que a piada ou referência à saga "começou a acontecer organicamente" quando a equipa apercebeu-se que tinha uma referência de Star Wars "em quase todos episódios." A argumentista disse que a partir de então "tornou-se uma coisa que [eles] tentaram manter no programa," e que mesmo que não pudessem incluir uma em cada episódio, ainda tinham uma "média muito alta de piadas," atribuindo a maioria das referências ao produtor executivo e argumentista Robert Carlock, a quem descreveu como "o especialista residente."[37]

O título do episódio faz menção à cerimónia de prémios anual Source organizados por The Source, uma revista de entretenimento focada na cultura hip hop. Um dos chapéus usados por Judah Friedlander fazem referência ao filme Cool as Ice (1991), uma comédia romântica estrelada pelo rapper Vanilla Ice cujo título foi inspirado no seu êxito "Ice Ice Baby" (1990). Sobre a imitação que fez de Oprah, Morgan afirmou não saber ao decerto qual seria a reacção dela ao ver, porém, afirmou que provavelmente seria positiva pois "Oprah adora ver um homem negro jovem a mostrar o seu talento."[8]

RepercussãoEditar

A transmissão original de "The Source Awards" ocorreu na noite de 1 de Março de 2007 através da NBC, rede na qual foi emitido como o décimo sexto episódio da primeira temporada de 30 Rock.[38][9] Naquela noite, de acordo com as estatísticas reveladas pelo serviço de mediação de audiências Nielsen Ratings, o episódio foi visto por uma média de 5,70 milhões de telespectadores e recebeu a classificação de 2,7 e sete de share no perfil demográfico de telespectadores entre os 18-49 anos de idade. O 2,7 refere-se a 2,7 por cento de todas as pessoas de 18-49 anos de idade nos EUA, e os sete refere-se a sete por cento de todas as pessoas de 18-49 anos de idades assistindo televisão no momento da transmissão.[39] Em relação ao episódio transmitido na semana anterior, "Hard Ball", "The Source Awards" registou um aumento de treze por cento no perfil demográfico de telespectadores entre os 18-49 anos de idade, e de 25 por cento entre os telespectadores em geral.[40][41]

Julia Ward da TV Squad da AOL disse que embora o episódio "entregou a abundante graça", ele "parecia um pouco fora de forma. Tinha menos risos-por-minuto em relação aos episódios passados, e estruturalmente, eu acho que os escritores não conseguiam decidir a história para o primeiro plano." Ela elogiou a série por ser "interessante" na sátira hip-hop que foi destaque em "The Source Awards".[42] "De onde eu me sento, ele tem que estar entre os cinco primeiros, se não, três", disse Matt W. Mitovich da TV Guide em relação a este episódio. Mitovich observou, "... só posso curvar com grande reverência para o esforço que vai para 30 Rock, onde num episódio como este da semana, cada linha é engraçada e/ou fantasticamente absurda."[43] O contribuinte do IGN, Robert Canning, opinou que em um episódio como este, com as suas estrelas convidadas e com a questão da raça, tem "alguns risos decentes", embora "não conseguiu produzir uma meia hora sólida". Canning não gostou do ponto do convidado LL Cool J, observando que era "nada mais do que uma caricatura genérica colocada no papel de um homem hetero sub-par", mas gostou de Wayne Brady, como ele era "uma parte bem-sucedida do melhor enredo do episódio". Canning disse que Tracy como Oprah era "mais estranho que engraçado, infelizmente", mas gostou da breve aparição de Jason Sudeikis como "Rapaz das Flores" no episódio. Em conclusão, Canning deu ao episódio uma classificação de sete estrelas e meia de uma escala de dez (          ).[44] Mekeisha Madden Toby do The Detroit News achou que o episódio foi um "divisor de lado".[45]

Ken Tucker, para a revista electrónica Entertainment Weekly, apontou "The Source Awards" como o responsável por fazer de 30 Rock "o dissecador de estreótipos étnicos mais interessantes do horário nobre. Tracy Jordan de Tracy Morgan começou como uma caricatura de celebridades negras fora-de-controle como Martin Lawrence e Richard Pryor nos momentos mais lamentáveis das suas carreiras. [... Tracy] é agora um rapaz astuto que usa o medo dos brancos da existência de um planeta negro para sugerir a espiritualidade profunda de muita cultura hip hop, a audácia paradoxal de um rapaz esperto que apenas se comporta como louco, e no processo confirma que os melhores comediantes negros do Saturday Night Live apenas amadurecem depois de abandonarem aquele lugar."[46]

Ricardo Baca, para o jornal The Know, posicionou Ghostface Killah no terceiro lugar da lista das cinco melhores participações de sempre de 30 Rock, atribuindo-lhe a avaliação de oito de um máximo de dez.[47] Entretanto, o The Revelist posicionou o artista no sétimo lugar de uma lista das trinta participações especiais, destacando a sua frase "a minha barriguita me está a matar" como uma das coisas nas quais o seriado acertou.[48] Will Harris, para a página online do programa de televisão Today, posicionou o rapper no primeiro posto da lista das trinta melhores participações.[49]

Notas de rodapé

  1. «30 Rock — The Source Awards». Yahoo! TV. Consultado em 16 de abril de 2010 
  2. CARLOCK, Robert (argumentista); SCARDINO, Don (realizador) (16 de Novembro de 2006). «Jack-Tor». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 5. NBC Universal. NBC 
  3. «Don Scardino» (em inglês). Yahoo! TV (Yahoo!, Inc.). Consultado em 12 de Agosto de 2014. Arquivado do original em 12 de Agosto de 2014 
  4. FEY, Tina (2011). Bossypants (em inglês). Nova Iorque: Little, Brown and Co. ISBN 978-0316056861 
  5. ADAMS, Erik (26 de Abril de 2014). «30 Rock: "Jack The Writer"/"Jack-Tor"». The A.V. Club (em inglês). G/O Media, Inc. Consultado em 10 de Junho de 2020 
  6. a b c d e f g h i CARLOCK, Robert (argumentista); GARDNER, Daisy (argumentista); SCARDINO, Don (realizador) (1 de Março de 2007). «The Source Awards». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 16. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  7. Ghostface Killah (8 de Fevereiro de 2019). «Ghostface Killah Shares the Origin of His 30 Rock Cameo» (vídeo). Vulture. New York Magazine (entrevista) (em inglês). Entrevista com Jordan Crucchiola. Jordan Crucchiola. VOX Media Network, LLC. Consultado em 10 de Junho de 2020 
  8. a b MORGAN, Tracy (6 de Outubro de 2008). «Tracy Morgan Serious About VH1 Hip-Hop Honors». TV Guide (entrevista) (em inglês). Entrevista com Tim Molloy. Tim Molloy. CBS Interactive, Inc. Consultado em 10 de Junho de 2020. That's my brother from another mother.... We all run in the same circles, we're all from the same cloth. We all come from struggle and all of that stuff, man. For cats to get to this point, doing something that they love to do, you're gonna meet people. Ghost is my dude. Ghost, Nas, Jay-Z, all of them is my people. I'm cool with everybody. I get tired of people in the mainstream media thinking that there's beef with everybody.... That ain't what hip-hop's about. 
  9. a b «Episode Title: (#116) "The Source Awards"». The Futon Critic. 19 de Fevereiro de 2007. Consultado em 16 de abril de 2010 
  10. a b BARRETT, Annie (7 de Dezembro de 2006). «What 'SNL' alums besides Chris Parnell should guest on '30 Rock'?». Entertainment Weekly (em inglês). Time, Inc. Consultado em 13 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 8 de Junho de 2012 
  11. MATHESON, Whitney (19 de Abril de 2007). «A chat with ... '30 Rock' and 'SNL' star Jason Sudeikis». USA Today (em inglês). McLean: Gannett Satellite Information Network, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009 
  12. «'Ally' Cat Krakowski Joins '30 Rock'». Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. 17 de Agosto de 2006. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 29 de Junho de 2012 
  13. TRAISTER, Rebecca (14 de Abril de 2010). «The Tina Fey backlash» (em inglês). Salon.com. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2012 
  14. «'30 Rock': Emma Stone, Andy Samberg, Nick Cannon To Guest Star». HuffPost (em inglês). HuffPost Entertainment (Verizon Media, LLC). 10 de Janeiro de 2012. Consultado em 1 de Outubro de 2018. Stone has hosted “Saturday Night Live” on two occasions, Samberg is a regular on the show and Cannon appeared on Nickelodeon’s “Up All Night.” 
  15. a b CANNING, Robert (15 de Abril de 2011). «'30 Rock': "Somebody to Love" Review» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 5 de Dezembro de 2012 
  16. MITOVICH, Matt Webb (2 de Fevereiro de 2007). «It Feels Good to Laugh». TV Guide (em inglês). CBS Interactive, Inc. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Arquivado do original em 14 de Setembro de 2012 
  17. THOMSON, Katherine (25 de Dezembro de 2008). «SNL Alum Horatio Sanz Drops 100 Lbs». The Huffington Post (em inglês). Oath, Inc. Consultado em 1 de Outubro de 2018 
  18. SEPINWALL, Alan (4 de Fevereiro de 2010). «30 Rock, 'Verna': Jan Hooks guest-stars». The Star-Ledger (em inglês). Advance Local Media, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009 
  19. a b CANNING, Robert (9 de Março de 2007). «30 Rock: "The Fighting Irish" Review» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 1 de Outubro de 2018. Cópia arquivada em 3 de Janeiro de 2013 
  20. FICKETT, Travis (17 de Outubro de 2006). «IGN Interview: 30 Rock's Tracy Morgan» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 20 de Julho de 2012 
  21. GOODWIN, Christopher (11 de Maio de 2008). «And funny with it». The Guardian (em inglês). Guardian News and Media. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 31 de Julho de 2013 
  22. WILLIS, Jackie (23 de Janeiro de 2017). «Alec Baldwin Will Host 'Saturday Night Live' for the 17th Time». Entertainment Tonight (em inglês). CBS Television Distribution (CBS Studios, Inc.). Consultado em 1 de Outubro de 2018 
  23. RICHMOND, Alexandra (entrevistadora) (12 de Maio de 2008). «Judah Friedlander: World Champion - The CC Insider Interview». The Comedy Central Insider (em inglês). Comedy Central (MTV Networks Entertainment Group). Consultado em 12 de Julho de 2012. Arquivado do original em 26 de Julho de 2008 
  24. ALEKSANDER, Irina (24 de Abril de 2008). «Five Questions for Judah Friedlander». Observer (em inglês). Nova Iorque: The New York Observer, LLC. Consultado em 12 de Julho de 2012. Arquivado do original em 11 de Setembro de 2012 
  25. «Jack Dates Condoleezza Rice - 30 Rock». 30 Rock (em inglês). NBCUniversal Media, LLC. 2 de Novembro de 2019. Consultado em 10 de Junho de 2020 – via YouTube 
  26. GUSTINI, Ray (29 de Abril de 2011). «Condoleezza Rice's Strange '30 Rock' Cameo». The Atlantic (em inglês). The Atlantic Monthly Group LLC. Consultado em 10 de Junho de 2020 
  27. FEY, Tina (argumentista); BERNSTEIN, Adam (realizador) (11 de Outubro de 2006). «Pilot». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 1. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  28. FINKEL, Dave (argumentista); BAER, Brett (argumentista); McCARTHY-MILLER, Beth (realizadora) (5 de Abril de 2007). «Fireworks». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 18. Nova Iorque. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  29. SEPINWALL, Alan (6 de Novembro de 2008). «30 Rock, "Believe in the Stars": Help me, Oprah Winfrey. You're my only hope.». The Star-Ledger (em inglês). Advance Publications. Consultado em 15 de Maio de 2012 
  30. CANNING, Robert (13 de Março de 2009). «30 Rock: "The Funcooker" Review» (em inglês). IGN Entertainment, Inc. (Ziff Davis, LLC.). Consultado em 15 de Maio de 2012. Cópia arquivada em 10 de Dezembro de 2013 
  31. GLOVER, Donald (argumentista); CERAULO, Tom (argumentista); WHITTINGHAM, Ken (realizador) (12 de Março de 2009). «The Funcooker». 30 Rock. Temporada 3. Episódio 14. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  32. CARLOCK, Robert (argumentista); SCARDINO, Don (realizador) (6 de Novembro de 2008). «Believe in the Stars». 30 Rock. Temporada 3. Episódio 2. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  33. FEY, Tina (argumentista); BERNSTEIN, Adam (realizador) (6 de Dezembro de 2006). «Tracy Does Conan». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 7. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  34. RIGGI, John (argumentista); SCARDINO, Don (realizador) (12 de Abril de 2007). «Corporate Crush». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 19. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  35. BURDITT, Jack (argumentista); ENGLER, Michael (realizador) (25 de Outubro de 2007). «Rosemary's Baby». 30 Rock. Temporada 2. Episódio 4. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  36. GUZMAN, René A. (21 de Maio de 2010). «30 years of 'Empire'». Hearst Corporation. San Antonio Express-News (em inglês): 01F. Han Solo was frozen in carbonite in 'Empire Strikes Back' partly because it was uncertain Harrison Ford would be back for a third 'Star Wars' film 
  37. TOPEL, Fred (16 de Setembro de 2009). «Tina Fey Gets the Gold». CraveOnline (em inglês). AtomicMedia. Consultado em 20 de Junho de 2012. Cópia arquivada em 6 de Abril de 2010 
  38. «30 Rock: Episodes» (em inglês). Screenrush (AlloCiné). Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Arquivado do original em 12 de Fevereiro de 2010 
  39. «NBC Ratings Results For The Week Of Feb. 26-March 4» (em inglês). The Futon Critic. 6 de Fevereiro de 2007. Consultado em 16 de Abril de 2010 
  40. KISSELL, Rick (23 de Fevereiro de 2007). «Season high for 'Grey's'». Variety (em inglês). Variety Media, LLC (Penske Business Media, LLC). Consultado em 1 de Maio de 2013 
  41. «NBC Ratings Results for the Week of FeB. 19-25» (em inglês). The Futon Critic. 27 de Fevereiro de 2007. Consultado em 11 de Fevereiro de 2008 
  42. Ward, Julia (2 de março de 2007). «30 Rock: The Source Awards». TV Squad. Consultado em 1 de maio de 2013 
  43. Mitovich, Matt (1 de março de 2007). «March 1, 2007: "The Manatee Has Become the Mento"». TV Guide. Consultado em 1 de maio de 2013 
  44. Canning, Robert (2 de março de 2007). «30 Rock: "The Source Awards" Review». IGN. Consultado em 1 de maio de 2013 
  45. Madden Toby, Mekeisha (1 de março de 2007). «Mekeisha's pick: '30 Rock' is uproarious». The Detroit News: 08E 
  46. TUCKER, Ken (1 de Março de 2007). «Tracy Morgan defies racial stereotypes on 30 Rock». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. Consultado em 10 de Junho de 2020 
  47. BACA, Richard (31 de Janeiro de 2013). «"30 Rock" series finale: Top 5 musician/comedian cameos you might have missed». The Know. Denver Post (em inglês). Denver, CO: Media News Group, LLC. Consultado em 10 de Junho de 2020 
  48. McNALLY, Victoria (11 de Outubro de 2006). «The 30 weirdest celebrity cameos on '30 Rock,' ranked». Ghostface Killah. Revelist (em inglês). Wild Sky Media, Inc. Consultado em 10 de Junho de 2020. If “30 Rock” did anything truly right in its seven-season run, it was giving us a moment where Ghostface Killah said, “My tummy’s killing me” on national television.. 
  49. HARRIS, Will (31 de Janeiro de 2013). «'30 Rock's' 30 best guest stars». 1. Ghostface Killah as himself (Season 1). Today (em inglês). NBCUniversal Media, LLC. Consultado em 10 de Junho de 2020. As the very first celebrity to play himself on “30 Rock,” the Wu-Tang Clan man rapped his way through Jenna Maroney’s episode-ending performance of “Muffin Top” and set the tone for the show’s slightly askew sensibilities when selecting guest stars. 

Ligações externasEditar

  A Wikipédia possui o
Portal 30 Rock