Thomas Häßler

futebolista alemão

Thomas Jürgen Häßler[1] (Berlim, 30 de maio de 1966) é um ex-futebolista e treinador de futebol alemão que atuava como meio-campista. Destacou-se jogando por 1. FC Köln,[2] Juventus, Roma e Borussia Dortmund. Foi uma das peças fundamentais da Seleção Alemã que conquistou o título da Eurocopa de 1996, e eleito para o time do campeonato, e foi medalhista olímpico de bronze em Seul 1988.[3]

Thomas Häßler
Thomas Häßler
Thomas Häßler em 2015.
Informações pessoais
Nome completo Thomas Jürgen Häßler
Data de nasc. 30 de maio de 1966 (54 anos)
Local de nasc. Berlim Ocidental,  Alemanha Ocidental
Nacionalidade alemão
Altura 1,66 m
Apelido Icke
Informações profissionais
Equipa atual Alemanha BFC Preussen
Posição Treinador (Ex-meio-campista)
Clubes de juventude
–1979
1979–1984
Alemanha Ocidental Meteor 06
Alemanha Ocidental Reinickendorfer Füchse
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1984–1990
1990–1991
1991–1994
1994–1998
1998–1999
1999–2003
2003–2004
Alemanha Ocidental 1. FC Köln
Itália Juventus
Itália Roma
Alemanha Karlsruher
Alemanha Borussia Dortmund
Alemanha Munique 1860
Áustria SV Salzburg
181 (18)
39 (1)
116 (14)
118 (28)
18 (2)
115 (21)
19 (1)
Seleção nacional
1986
1987–1988
1988-2000
Bandeira da Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Sub-21
Bandeira da Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Olímpica
Bandeira da Alemanha Alemanha
1 (0)
11 (0)
101 (11)
Times/Equipas que treinou
2007–2008
2008–2010
2014–2015
2016–2019
2019–
Flag of Nigeria.svg Nigéria (auxiliar-técnico)
Alemanha Köln (auxiliar-técnico)
Irã Padideh (auxiliar-técnico)
Alemanha Club Italia 80/Berlin United
Alemanha BFC Preussen




Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Seul 1988 Colocação da equipe

CarreiraEditar

Häßler disputou três Copas do Mundo pela Alemanha, em 1990, 1994 e 1998 (estas últimas pela Alemanha reunificada), tendo disputado ainda as Olimpíadas de Seul. Esteve presenta ainda em 3 Eurocopas (1992, 1996 e 2000).

Em 1992 foi eleito pela FIFA o terceiro melhor jogador do mundo pela FIFA, perdendo para Marco van Basten (primeiro colocado) e Hristo Stoichkov (segundo).

Notabilizado por sua habilidade nas bolas paradas, Icke (como é conhecido) defendeu ainda o Karlsruher, o Munique 1860 e o SV Salzburg, onde encerrou a carreira em 2004, sem nenhum título pelos clubes que jogou em 22 anos como profissional.

Entre 2007 e 2008, foi auxiliar de Berti Vogts na Seleção Nigeriana, exercendo o mesmo cargo no Köln e no Padideh (Irã). Seu primeiro trabalho como técnico foi no Club Italia 80,[4] equipe formada por imigrantes ou descendentes de italianos que vivem em Berlim, onde ficou até 2019, quando assinou com o BFC Preussen, outro clube que disputa a Berlin-Liga (liga regional da capital alemã).

Títulos e campanhas de destaqueEditar

Seleção Alemã

Individuais

Referências

  1. Krech, Eva-Maria; Stock, Eberhard; Hirschfeld, Ursula; Anders, Lutz Christian (2009). Deutsches Aussprachewörterbuch [German Pronunciation Dictionary] (em alemão). Berlin: Walter de Gruyter. pp. 59, 570, 984. ISBN 978-3-11-018202-6 
  2. Arnhold, Matthias (26 de julho de 2012). «Thomas Häßler - Matches and Goals in Bundesliga». RSSSF. Consultado em 2 de agosto de 2012 
  3. «Perfil na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 
  4. «Häßler will in Liga 3: "Man muss geil drauf sein"». kicker.de (em alemão). Kicker. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 12 de março de 2016 
   Este artigo sobre futebolistas alemães é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.