Abrir menu principal
Thomas Kuchel
Senador dos Estados Unidos
pela Califórnia
Período 3 de janeiro de 1953
até 3 de janeiro de 1969
Antecessor Richard Nixon
Sucessor Alan Cranston
Controlador da Califórnia
Período 11 de fevereiro de 1946
até 2 de janeiro de 1953
Governador Earl Warren
Antecessor Harry B. Riley
Sucessor Robert C. Kirkwood
Membro do Senado da Califórnia
Período 1941 até 1945
Membro da Assembleia da Califórnia
pelo 72º distrito
Período 1937 até 1941
Dados pessoais
Nome completo Thomas Henry Kuchel
Nascimento 5 de agosto de 1910
Anaheim, Califórnia
Morte 21 de novembro de 1994 (84 anos)
Beverly Hills, Califórnia
Alma mater Universidade do Sul da Califórnia
Partido Republicano
Profissão Advogado
Serviço militar
Lealdade Estados Unidos
Serviço/ramo Marinha dos Estados Unidos
Unidade Reserva
Conflitos Segunda Guerra Mundial

Thomas Henry Kuchel (Anaheim, 5 de agosto de 1910 – Beverly Hills, 21 de novembro de 1994) foi um advogado e político norte-americano. Membro do Partido Republicano, ocupou o cargo de Senador pela Califórnia de 1953 até 1969.[1]

Natural do Condado de Orange, era filho de Henry Kuchel, um editor de jornal, e Letitia Bailey. Quando era criança, estudou em escolas públicas. Em seguida estudou na Escola Secundária Anaheim, onde se juntou à equipe de debates. Certa vez ganhou um debate contra Richard Nixon, que mais tarde se tornou seu rival intrapartidário. Em 1932, graduou-se pela Universidade do Sul da Califórnia e posteriormente pela Faculdade de Direito desta mesma instituição.[1]

Kuchel serviu na Assembleia do Estado da Califórnia de 1937 a 1941, no Senado do Estado de 1941 a 1945, e como Controlador da Califórnia de 1946 a 1953. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi um tenente comandante nas reservas navais dos EUA. Em 1953, foi nomeado para o Senado pelo Governador Earl Warren para preencher a vaga criada pela renúncia de Nixon, eleito Vice-Presidente. Kuchel foi eleito para o restante do mandato de Nixon em 1954 e elegeu-se para mandatos completos de seis anos em 1956 e 1962. No Senado, foi um republicano moderado e exerceu a Liderança da Minoria.[1]

Em 1968, foi derrotado na primária republicana para o Senado pelo conservador Max Rafferty, que em seguida foi derrotado pelo democrata Alan Cranston.[2] Kuchel então voltou a exercer a advocacia na Califórnia até sua aposentadoria em 1981. Em novembro de 1994, morreu aos 84 anos de idade, vitimado por um câncer de pulmão.[1][3]

Referências

  1. a b c d «KUCHEL, Thomas Henry, (1910 - 1994)». Congresso dos Estados Unidos. 17 de junho de 2017 . O conteúdo desta fonte foi classificado como domínio público pelo Governo Federal dos Estados Unidos.
  2. «Thomas H. Kuchel: A Featured Biography». Senado dos Estados Unidos. 17 de junho de 2017 
  3. David Binder (24 de novembro de 1924). «Thomas H. Kuchel Dies at 84; Ex-Republican Whip in Senate». The New York Times. Consultado em 17 de junho de 2017