Thyra Eibe

matemática dinamarquesa
Thyra Eibe
Nascimento 3 de novembro de 1866
Copenhague
Morte 4 de janeiro de 1955 (88 anos)
Copenhague
Cidadania Dinamarca
Alma mater Universidade de Copenhague
Ocupação matemática

Thyra Eibe (Copenhague, 3 de novembro de 1866 – Copenhague, 4 de janeiro de 1955)[1] foi uma matemática e tradutora dinamarquesa, a primeira mulher a obter um diploma de matemática na Universidade de Copenhague. É conhecida por sua tradução de Os Elementos de Euclides em língua dinamarquesa.[2]

Educação e carreiraEditar

Thyra Eibe foi uma dos dez filhos de um livreiro de Copenhague. Depois de se formar em linguística histórica em 1889 pela N. Zahle's School (então uma escola para meninas), estudou matemática na Universidade de Copenhague, onde obteve um Cand.mag. em 1895. Retornou à Zahle's School como professora, também ensinando meninos na Slomann's School e tornando-se a primeira mulher a ser professora de matemática avançada para meninos na Dinamarca. Em 1898 mudou-se para o Adler Community College, mais tarde o Sortedam Gymnasium, onde permaneceu até 1934, onde foi diretora por um ano, em 1929–1930.[1]

ContribuiçõesEditar

Ao empreender sua tradução de Euclides, Eibe foi motivado pelo trabalho anterior do historiador dinamarquês Johan Ludvig Heiberg, que publicou uma edição de Os Elementos de Euclides em seu original grego, com traduções para o latim.[2]

Além de suas traduções também escreveu diversos livros-texto de matemática conhecidos na Dinamarca.[1]

ReconhecimentosEditar

Em 1942 recebeu o Tagea Brandt Rejselegat, um prêmio para mulheres dinamarquesas que fizeram contribuições científicas significativas em ciência, literatura ou artes.[1]

Referências

  1. a b c d Høyrup, Else, «Thyra Eibe (1866 – 1955)», Dansk Biografisk Leksikon (em dinamarquês), consultado em 19 de abril de 2019 
  2. a b Andersen, Kirsti (2002), «Scandinavia», in: Dauben, Joseph W.; Scriba, Christoph J., Writing the History of Mathematics: Its Historical Development, ISBN 9783764361679, Science Networks: Historical Studies, 27, Birkhäuser, 6.7 Text Editions, p. 157