Tim Maia (filme)

filme de 2014 dirigido por Mauro Lima

Tim Maia é um filme brasileiro de 2014 do gênero drama biográfico, dirigido por Mauro Lima. O filme conta a história de origem do cantor Tim Maia, sendo baseado no livro Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia, escrito por Nelson Motta.[1][2]

Tim Maia
Tim Maia (filme)
Pôster de lançamento do filme.
 Brasil
2014 •  cor •  141 min 
Género drama biográfico
Direção Mauro Lima
Produção Rodrigo Teixeira
Rômulo Marinho Jr.
Produção executiva Raphael Mesquita
Roteiro Mauro Lima
Antonia Pellegrino
Baseado em Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia, de Nelson Motta
Narração Cauã Reymond
Elenco Babu Santana
Robson Nunes
Cauã Reymond
Alinne Moraes
Música Berna Ceppas
Mauro Lima
Diretor de fotografia Dudu Miranda
Junior Malta
Direção de arte Claudio Amaral Peixoto
Figurino Reka Koves
Edição Quito Ribeiro
Bruno Lasevicius
Companhia(s) produtora(s) RT Features
Globo Filmes
Distribuição Downtown Filmes
Paris Filmes
Lançamento
  • 30 de outubro de 2014 (2014-10-30) (Brasil)
Idioma português
inglês

É estrelado por Babu Santana, Robson Nunes, Cauã Reymond e Alinne Moraes, tendo suas filmagens iniciadas em 12 de junho de 2013.[1][3] Estreou nos cinemas brasileiros em 30 de outubro de 2014.[4]

Sinopse editar

O filme retrata a vida problemática e a trajetória musical do cantor e compositor Tim Maia, desde sua infância no Rio de Janeiro (onde trabalhava como entregador de marmitas), sua ida aos Estados Unidos (onde aprendeu inglês e recebeu influências do soul music, além de cometer delitos como roubo e consumo de drogas, culminando em sua prisão e deportação pro Brasil), sua conturbada carreira (passando pelos The Sputniks, junto com Roberto Carlos), até a morte prematura, aos 55 anos.

Elenco editar

Recepção editar

O filme recebeu críticas de pessoas que eram próximas ao cantor como o compositor Hyldon, que integrou o grupo Os Diagonais e foi parceiro de Maia em algumas canções; ele criticou a cronologia do filme, bem como o fato de Janaína representar mais de uma mulher na vida do cantor. Segundo Hyldon, o cantor nunca teria portado armas de fogo ou agredido mulheres.[16]

Para Léo Maia, filho adotivo do cantor, o filme teria tido ao menos dezoito erros em comparação com a história real de Tim.[17] Para Erasmo Carlos, o filme exagera ao dizer que Tim foi esnobado por Roberto.[carece de fontes?]

Fábio Stella, cantor e amigo de Tim Maia, disse em entrevista que o filme foi, "na verdade", baseado em sua história e em seu livro "Até Parece Que Foi Sonho - Meus 30 anos de Amizade e Trabalho com Tim Maia".[18]

Exibição na televisão editar

O filme foi estreou na televisão pela Rede Globo, sendo editado e exibido como um docudrama de dois capítulos entre os dias 2 e 3 de janeiro de 2015, recebendo o título Tim Maia: Vale o Que Vier. A transmissão da emissora recebeu algumas críticas, com a Globo sendo acusada de proteger a imagem de Roberto Carlos.[19]

Referências

  1. a b Francisco Russo (12 de junho de 2013). «Tim Maia: Veja as primeiras imagens de Babu Santana como o cantor». AdoroCinema. Consultado em 13 de junho de 2013 
  2. «Mauro Lima: Diretor de 'Meu Nome Não é Johnny' fala sobre 'Tim Maia'». Globo Filmes. 22 de outubro de 2014. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  3. «'Tim Maia', o filme, começa a sair do papel». VEJA.com. Entretenimento. 12 de junho de 2013. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  4. Cauê Muraro (29 de outubro de 2014). «G1 já viu: 'Tim Maia' tem humor, mas investe em drama e didatismo». São Paulo: G1. Consultado em 19 de dezembro de 2023 
  5. a b c d «Tim Maia : Elenco, atores, equipe técnica, produção». AdoroCinema. Consultado em 13 de junho de 2013 
  6. Leonardo Rodrigues (1 de outubro de 2014). «Ator que vive Tim Maia em filme engordou 15 kg por conta própria para papel». UOL Cinema. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  7. «Babu Santana: Protagonista de 'Tim Maia' fala sobre os bandidos que viveu». Globo Filmes. 24 de outubro de 2014. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  8. «Alinne Moraes: Atriz vive a tiete Janaína, paixão e decepção de Tim Maia». Globo Filmes. 5 de novembro de 2014. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  9. «Cauã Reymond: Galã comenta inspiração de Tim Maia: 'Não pegava ninguém'». Globo Filmes. 29 de outubro de 2014. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  10. Cauê Muraro (27 de outubro de 2014). «Diretor de 'Tim Maia' diz que fez 'um filme de ficção, romanceado'». G1 SP. Cinema - Pop & Arte. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  11. Neusa Barbosa (29 de outubro de 2014). «"Tim Maia" retrata ascensão e queda do famoso cantor carioca». Extra. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  12. Cauê Muraro (29 de outubro de 2014). «'Tim Maia' tem humor, mas investe em drama e didatismo». G1 SP. Cinema - Pop & Arte. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  13. Rafael Costa (30 de outubro de 2014). «'Tim Maia': cinebiografia para nem o cantor botar defeito». Veja. Cinema. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  14. «Ator do Porta dos Fundos terá quatro filmes em cartaz». 15 de outubro de 2014. Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  15. «Nara Leão no cinema, Mallu Magalhães vai ganhar homenagem dos fãs». 24 de julho de 2013. Consultado em 3 de janeiro de 2015 
  16. Leonardo Rodrigues (6 de novembro de 2014). «Ignorado no filme, Hyldon critica armas e violência em "Tim Maia"». UOL 
  17. Leo Dias (2 de janeiro de 2015). «Filho de Tim Maia reprova o filme sobre a vida do Síndico: 'Meu pai não merecia algo tão tendencioso'». O Dia 
  18. Leonardo Rodrigues (5 de novembro de 2014). «De volta aos holofotes, cantor Fábio diz que chorou vendo "Tim Maia"». UOL 
  19. Júlio Maria (9 de janeiro de 2015). «Erasmo Carlos vasculha discos dos anos 70 para criar o melhor repertório de sua vida». Estadão 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.