Tirídates (filho de Tigranes VII)

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Tirídates.

Tirídates (em armênio/arménio: Տրդատ; fl. século IV) foi um príncipe da dinastia arsácida da Armênia.

Tirídates
Etnia Armênio
Progenitores Pai: Tigranes VII
Religião Catolicismo

VidaEditar

Era o terceiro filho do rei cliente romano da Armênia, Tigranes VII (r. 339–350)[1] com uma mulher de nome incerto. Foi homônimo de seu bisavô paterno Tirídates III (r. 286–330), antigo rei da Armênia, bem como de seus ancestrais armênios e partas que reinaram com esse nome como reis.

Quando do ataque sassânida à Armênia, Tirídates estava entre os membros da casa real capturados. Depois, em represália a tal ato, os nobres da Armênia, junto dos romanos, lutaram contra os sassânidas e conseguiram forçar o Sapor II (r. 309–379) a abandonar a região e libertar a família real.[2] Pouco se sabe de sua vida após estes eventos e sua relação com o futuro Ársaces II (r. 350–368). Em algum ponto durante o reinado do imperador Valentiniano I (r. 364–375), foi enviado como refém político para Constantinopla e foi executado sob ordens de Valentiniano durante a reconciliação de Ársaces com o Império Sassânida.[3] Tirídates era casado com uma mulher de nome incerto, talvez uma filha de Genelo I Genúnio, com quem teve um filho chamado Genelo.[4][5]

Referências

BibliografiaEditar

  • Settipani, Christian (2006). Continuité des élites à Byzance durant les siècles obscurs. Les princes caucasiens et l'Empire du vie au ixe siècle. Paris: de Boccard. ISBN 978-2-7018-0226-8 
  • Toumanoff, Cyril (1990). Les dynasties de la Caucasie chrétienne de l'Antiquité jusqu'au xixe siècle: Tables généalogiques et chronologiques. Roma: Edizioni Aquila