Tirídates I da Pártia

(Redirecionado de Tiridates I da Pártia)
 Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Tirídates.

Tirídates foi, segundo algumas versões, um dos primeiros reis da Pártia, logo após seu estabelecimento como reino independente do Império Selêucida.

Tirídates I da Pártia
Nascimento Desconhecido
Morte século III a.C.
Pártia
Cidadania Império Parta
Progenitores
  • Phriapites
Ocupação monarca

Tiridates (Τιριδάτης, Tiridátēs) é a forma latina do armênio Terdate (Տրդատ, Trdat),[1] que derivou do persa antigo Tiridata (*Tiridata-), "dado/criado por Tir".[2] Foi registrado em grego como Terdates (Τηρδὰτης, Tērdàtēs), Teridates (Τηριδάτης, Tēridátēs), Teridácio (Τηριδάτιος, Tēridátios) e Tiridácio (Τιριδάτιος, Tiridátios).[3]

De acordo com o texto Pártica, de Arriano, preservado em epítome por Fócio, Ársaces e Tirídates eram irmãos, descendentes de Ársaces, filho de Friapácio. Os dois irmãos, com mais cinco cúmplices, assassinaram Pherecles, sátrapa da Pártia indicado por Antíoco Teos, em vingança por uma ofensa que o sátrapa havia feito a um deles, em seguida, expulsaram os macedônios e estabeleceram um governo próprio, tornando a Pártia tão poderosa que se tornou um desafio até para os romanos, e algumas vezes derrotando-os.[4]

Na epítome de Jorge Sincelo, os irmãos Ársaces e Tirídates descendiam de Artaxerxes,[quem?] rei da Pérsia, e se revoltaram contra Agátocles, sátrapa da Báctria. Agátocles havia se apaixonado por Tirídates, e havia tentado raptar o jovem, sendo morto por Arsaces. Ársaces se tornou rei dos persas, mas foi morto dois anos depois, sendo sucedido por Tirídates, que reinou por trinta e sete anos.[5]

Referências

  1. Martirosyan 2021, p. 8.
  2. Fausto, o Bizantino 1989, p. 416.
  3. Ačaṙyan 1942–1962, p. 174.
  4. Arriano, História da Pártia, epítome de Fócio [em linha]
  5. Arriano, História da Pártia, epítome de Jorge Sincelo [em linha]

Bibliografia

editar
  • Ačaṙyan, Hračʻya (1942–1962). «Տրդատ». Hayocʻ anjnanunneri baṙaran [Dictionary of Personal Names of Armenians]. Erevã: Imprensa da Universidade de Erevã 
  • Fausto, o Bizantino (1989). Garsoïan, Nina, ed. The Epic Histories Attributed to Pʻawstos Buzand: (Buzandaran Patmutʻiwnkʻ). Cambrígia, Massachusetts: Departamento de Línguas e Civilizações Próximo Orientais, Universidade de Harvard 
  • Martirosyan, Hrach (2021). «Faszikel 3: Iranian Personal Names in Armenian Collateral Tradition». In: Schmitt, Rudiger; Eichner, Heiner; Fragner, Bert G.; Sadovski, Velizar. Iranisches Personennamenbuch. Iranische namen in nebenüberlieferungen indogermanischer sprachen. Viena: Academia Austríaca de Ciências