Tiro nos Jogos Olímpicos

Shooting pictogram.svg
Tiro
Olympic rings.svg

O tiro esportivo é disputado nos Jogos Olímpicos desde a primeira edição, em Atenas 1896. As únicas edições em que a modalidade esportiva não foi disputada foram as de Saint Louis 1904 e Amsterdã 1928.

HistóricoEditar

AntecendentesEditar

As primeiras práticas de competições de tiro, tiveram início no século XVII nos Estados Unidos, com festivais nos quais alguns atiradores (geralmente ligados à atividade de caça), disputavam prêmios em dinheiro.[1] Inglaterra e Estados Unidos criaram suas "National Rifle Association", em 1859 e 1871 respectivamente, e na Itália no mesmo período, foi criada a "Associação Piemontesa de Tiro". A partir daí e com a contribuição dos suecos e sua metodologia, os esforços para padronizar regras para o esporte de tiro, culminaram com a criação da Federação Internacional de Esportes de Tiro, que ficou responsável por padronizar regras e organizar competições internacionais.[1]

Nos primeiros anos, não havia distinção entre modalidade feminina e masculina, as competições eram mistas. Em 1937, a primeira mulher competiu em um evento internaiconal, Catherine Woodring, pelos Estados Unidos, e já na estreia conquistou uma medalha de ouro por equipes no campeonato mundial daquele ano. Nos Jogos Olímpicos de 1968, a mexicana Nuria Ortiz foi a pioneira e terminou em 13º lugar na prova de skeet.[2] A primeira mulher a ganhar uma medalha no tiro foi Margaret Murdock, em 1976, na carabina de três posições.[3] Em 1984, retornaram as provas masculinas e foram incluídas provas exclusivamente femininas.[1]

No BrasilEditar

O tenente do exército brasileiro Guilherme Paraense foi o primeiro esportista do país a ganhar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, feito conseguido nos Jogos de Antuérpia 1920, na modalidade "tiro rápido".[1] Durval Guimarães representou o Brasil em cinco Olimpíadas consecutivas.[4] Noventa e seis anos depois do feito de 1920, de ter trazido três medalhas, o esporte de tiro brasileiro conquistou a medalha de prata nas Olimpiadas do Rio 2016 com Felipe Wu.[5]

EventosEditar

Nos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna um número variado de provas foi disputado sem qualquer critério de inclusão por parte dos organizadores. Com a volta da modalidade em Los Angeles 1932, apenas dois eventos foram disputados. A partir de então a quantidade de eventos passou a crescer, mas incluídos com certo critério, até se chegar aos 15 disputados nos Jogos de Tóquio 2020. Algumas provas marcadas como "masculinas" já foram abertas para ambos os sexos. Apenas duas mulheres conquistaram medalhas em eventos abertos: Margaret Murdock, prata na carabina de três posições em Montreal 1976 e Zhan Shan, ouro no skeet em Barcelona 1992.

MasculinoEditar

Evento 96 00 04 08 12 20 24 28 32 36 48 52 56 60 64 68 72 76 80 84 88 92 96 00 04 08 12 16 20 Anos
Programa atual
Pistola de ar 10 m 8
Tiro rápido 25 m 26
Carabina de ar 10 m 10
Carabina três posições 50 m 18
Skeet 14
Fossa olímpica 23
Eventos do passado
Evento 96 00 04 08 12 20 24 28 32 36 48 52 56 60 64 68 72 76 80 84 88 92 96 00 04 08 12 16 20 Anos
Carabina livre 600 m 2
Carabina livre 1000 yd 1
Carabina livre 300 m 1
Carabina 300 m ajoelhado 1
Carabina 300 m deitado 1
Carabina 300 m fixo 1
Carabina 300 m três posições 10
Carabina 300 m por equipe 4
Carabina 25 yd 1
Carabina 25 yd por equipe 1
Carabina 50 m móvel 1
Carabina 50 m ponto cego 1
Carabina 50 m fixo 1
Carabina 50 m por equipe 2
Tiro simples ao veado 4
Tiro simples ao veado por equipe 4
Tiro duplo ao veado 4
Tiro duplo ao veado por equipe 2
Tiro simples/duplo ao veado 2
Alvo móvel 10 m 4
Alvo móvel 50 m 5
Pistola militar 300 m 2
Pistola militar 300 m por equipe 3
Carabina militar 300 m 1
Carabina militar 300 m livre 1
Carabina militar 300 m ajoelhado 1
Carabina militar 300 m deitado 2
Carabina militar 300 m fixo 2
Carabina militar três posições 2
Carabina militar 300 m por equipe 1
Carabina militar 600 m 1
Carabina militar 600 m por equipe 1
Carabina militar 300/600 m por equipe 1
Fossa olímpica por equipe 4
Pistola livre 50 m 24
Carabina deitado 50 m 23
Fossa olímpica dublê 6
Total de eventos 5 9 15 18 21 10 2 5 5 6 6 6 6 7 7 7 7 8 9 9 10 10 10 9 9 9 6

FemininoEditar

Evento 96 00 04 08 12 20 24 28 32 36 48 52 56 60 64 68 72 76 80 84 88 92 96 00 04 08 12 16 20 Anos
Pistola de ar 10 m 9
Pistola 25 m 10
Carabina de ar 10 m 10
Carabina três posições 50 m 10
Skeet 6
Fossa olímpica 6
Fossa olímpica dublê 3
Total de eventos 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 3 4 4 5 7 7 6 6 6 6

MistoEditar

Desde a edição de Tóquio 2020 foram inseridos eventos mistos, disputados por um homem e uma mulher.[6]

Evento 96 00 04 08 12 20 24 28 32 36 48 52 56 60 64 68 72 76 80 84 88 92 96 00 04 08 12 16 20 Anos
Pistola de ar 10 m 1
Carabina de ar 10 m 1
Fossa olímpica 1

MedalhistasEditar

 Ver artigo principal: Medalhistas olímpicos do tiro

Quadro geral de medalhasEditar

 Ordem  País        
1  USA Estados Unidos 57 31 28 116
2  CHN China 26 16 25 67
3  URS União Soviética 17 15 17 49
4  ITA Itália 16 16 11 43
5  SWE Suécia 15 24 18 57
6  GBR Grã-Bretanha 13 15 19 47
7  NOR Noruega 13 8 11 32
8  FRA França 10 14 10 34
9  GER Alemanha 10 9 5 24
10  RUS Rússia 7 14 12 33
11  KOR Coreia do Sul 7 9 1 17
12  SUI Suíça 7 6 10 23
13  HUN Hungria 7 3 7 17
14  ROU Romênia 6 4 5 15
15  EUN Equipa Unificada 5 2 1 8
16  AUS Austrália 5 1 5 11
17  FIN Finlândia 4 7 10 21
18  BUL Bulgária 4 7 6 17
19  GRE Grécia 4 4 5 13
20  FRG Alemanha Ocidental 4 4 3 11
21  POL Polônia 4 3 5 12
22  CAN Canadá 4 3 2 9
 TCH Checoslováquia 4 3 2 9
24  UKR Ucrânia 4 2 3 9
25  DEN Dinamarca 3 11 5 19
26  GDR Alemanha Oriental 3 8 5 16
27  CZE República Checa 3 4 4 11
28  YUG Iugoslávia 3 1 2 6
29  ROC ROC 2 4 2 8
30  CRO Croácia 2   1 3
31  BEL Bélgica 1 4 3 8
32  AUT Áustria 1 2 5 8
33  BLR Bielorrússia 1 2 4 7
34  SVK Eslováquia 1 2 3 6
 JPN Japão 1 2 3 6
36  BRA Brasil 1 2 1 4
 ESP Espanha 1 2 1 4
 IND Índia 1 2 1 4
39  PER Peru 1 2   3
40  CUB Cuba 1 1 3 5
41  VIE Vietnã 1 1   2
40  AZE Azerbaijão 1   2 3
 PRK Coreia do Norte 1   2 3
 SLO Eslovênia 1   2 3
45  IOA Atletas Olímpicos Independentes 1   1 2
 EUA Equipa Alemã Unida 1   1 2
47  UAE Emirados Árabes Unidos 1     1
 IRI Irã 1     1
 LTU Lituânia 1     1
50  SRB Sérvia   2 2 4
51  KAZ Cazaquistão   2 1 3
52  COL Colômbia   2   2
53  IOP Participantes Olímpicos Independentes   1 2 3
54  MGL Mongólia   1 1 2
 NZL Nova Zelândia   1 1 2
 NED Países Baixos   1 1 2
 SMR San Marino   1 1 2
58  RSA África do Sul   1   1
 ARG Argentina   1   1
 CHI Chile   1   1
 LAT Letônia   1   1
 MEX México   1   1
 MDA Moldávia   1   1
 POR Portugal   1   1
 SCG Sérvia e Montenegro   1   1
66  KUW Kuwait     3 3
67  QAT Catar     1 1
 GEO Geórgia     1 1
 HAI Haiti     1 1
 VEN Venezuela     1 1
TOTAL 288 289 288 865

Referências

  1. a b c d Fernando Marinho Mezzadri. «Tiro Esportivo» (PDF). inteligenciaesportiva.ufpr.br. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  2. «Nuria ORTIZ CAMPOS». Olympic Channel Services. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  3. «Hall of Fame - Margaret Thompson Murdock». USA Shooting. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  4. Carlos Guimarães Occhipinti (Novembro de 1982). «HISTÓRIA DO TIRO – DURVAL FERREIRA GUIMARÃES». Federação Maranhense de Tiro Esportivo. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  5. «Rio 2016 - Tiro esportivo, masculino, pistola de ar 10m, final». EDICIONES EL PAÍS, S.L. 2016. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  6. «Tiro Esportivo Olímpico em Tóquio 2020: cinco coisas que você deve saber». Olympics.com. 16 de janeiro de 2021. Consultado em 27 de agosto de 2021 

Ligações externasEditar