Abrir menu principal

Titulação redox (também chamada de titulação oxidação-redução) é um tipo de titulação baseada em um reação redox entre o analito e o titulante.

Titulação redox pode envolver o uso de um indicador redox e/ou um potenciômetro.

Os métodos oxidiométricos podem ser classificados em métodos de oxidação e redução, conforme utilizam soluções padrões de agentes oxidantes ou redutores. Os mais importantes métodos volumétricos de oxidação são os baseados no uso de soluções padrões de KMnO4, K2Cr2O7, KIO3 e I2.

ExemploEditar

Um exemplo de uma titulação redox é o tratamento de uma solução de iodo com um agente de redução e usando amido como indicador. Iodo forma um complexo de azul intenso com o amido. Iodo (I2) pode ser reduzido a iodeto (I) por e.g. tiossulfato (S2O32−), e quando todo iodo é consumido a cor azul desaparece. Isto é chamado uma titulação iodométrica.

Mais frequentemente a redução de iodo a iodeto é a última etapa de uma série de reações onde a reação inicial é usada para converter uma desconhecida quantidade do analito (a substância que se quer analisar) a uma quantidade equivalente de iodo, a qual pode então ser titulada. Algumas vezes outros halogênios são usados nas reações intermediárias porque eles são disponíveis em soluções padrão melhor mensuráveis e/ou reagem mais prontamente com o analito. As etapas extras na titulação iodométrica pode ter importância por causa do ponto de equivalência, onde a cor azul torna-se incolor, é mais distinta do que alguns outros métodos analíticos.

Tal série de reações em soluções aquosa com resorcinol como analito, bromato como padrão, tiossulfato como titulante e amido como indicador, pode ser como segue. Números de oxidação são apresentados entre parênteses.

  1.   Bromato + excesso de brometo em solução ácida → Bromo + água. Bromo continua a ii.
  2.   Bromo + resorcinol → Brometo de hidrogênio + tribromoresorcinol. Bromo não reagido continua a iii.
  3.   Bromo + excesso de iodo → Bromo + iodo. Iodo continua a iv.
  4.   Iodo + tiossulfato → Iodo + tetrationato.

Chamemos as quantidades iniciais de resorcinol e bromato R e B, e a quantidade de tiossulfato T, onde B e T são conhecidas e R é desconhecida – mas nós temos que certificar-se que R seja menor que B. (Todas as quantidades estão em móis.) Então R = B - T/6

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.