Abrir menu principal
Tlazoltéotl descrita no Códice Borbônico.
Tlazoltéotl descrita no Códice Borgia.[1]

Tlazoltéotl (em náhuatl: tlazōlteōtl, ‘deusa da imundície’‘tla, prefixo; zōlli, imundície; cháōtl, deus’), é uma deidade de origem Huasteca, que na mitologia huasteca é a deusa da luxúria e dos amores ilícitos, senhora do sexo, da carnalidade e das transgressões morais, durante a evangelização dos espanhóis no novo mundo, se lhe considerava como uma deidade que eliminava do mundo o pecado entre os astecas, e a deusa mais relacionada com a sexualidade e com os estados da lua. Nos códices representava-a na postura asteca habitual para dar a luz ou às vezes defecando como os pecados de luxúria simbolizavam-se com fezes. Bem como em outros códices aparece sustentando "a raiz do diabo", planta usada para fazer mais fortes os efeitos do pulque (bebida relacionada com a imoralidade) e diminuir as dores do parto.

Era conhecida como "a comedora de sujeira" como se achava que visitava à gente que estava por morrer. A deusa Tlazoltéotl mostrava as contradições de alguns valores morais sobre a feminidade na sociedade asteca: trazia o sofrimento com doenças e curava-o com a medicina, inspirava os desvios sexuais mas ao mesmo tempo tinha a capacidade de absolvê-las, e todo isso sendo deusa mãe da fertilidade, do parto, patroa dos médicos e ao mesmo tempo deusa cruel que trazia loucura.

BibliografiaEditar

  • Tlazolteotl, the Filth Eater (em inglês)
  • Feathered Serpent and Smoking Mirror—the Gods and Cultures of Ancient Mexico,C.A. Burland e Werner Formam, G.E. Putnam's Sons, New York, Orbis Publishing Limited, London 1975
  • Aztec Thought and Culture, A Study of the Ancient Nahuatl Mind, Miguel León-Portilla, traduzido do espanhol por Jack Emory Davis, University of Oklahoma Press : Norman, 1963
  • Pré-Columbian Literatures of Mexico, Miguel León-Portilla, traduzido do espanhol por Grace Lobanov and the author, University of Oklahoma Press: Norman and London, 1969
  • The Flayed God—The Mythology of Mesoamerica Rebecca H. Markman & Peter T. Markman, Harper, SanFrancisco, 1992
  • The Toltecs Until the Fall of Tula, Nigel Davis, 1977
  • Quetzalcóatl and Guadalupe, tranducido por B. Keen, 1976

Ligações externasEditar

  1. Bodo Spranz. Fondo de Cultura Económica México, ed. [S.l.: s.n.] ISBN 968-16-1029-6  Em falta ou vazio |título= (ajuda)