Abrir menu principal

To Be or Not to Be (1983)

To Be or Not to Be
Ser ou Não Ser[1] (PRT)
Sou ou Não Sou[2][3][4][5] (BRA)
 Estados Unidos
1983 •  cor •  107 min 
Direção Alan Johnson
Produção Mel Brooks
Howard Jeffrey
Irene Walzer
Roteiro Thomas Meeham
Ronny Graham
Edwin Justus Mayer
Melchior Lengyel
Elenco Mel Brooks
Anne Bancroft
Charles Durning
Gênero filme de comédia
Música John Morris
Direção de fotografia Gerald Hirschfeld
Direção de arte J. Dennis Washington
Figurino Albert Wolsky
Edição Alan Balsam
Companhia(s) produtora(s) Brooksfilms
20th Century Fox
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 16 de dezembro de 1983
Portugal 1 de março de 1984
Idioma inglês
polonês
Receita US$13,000,000
Página no IMDb (em inglês)

To Be or Not to Be (bra: Sou ou Não Sou; prt: Ser ou Não Ser) é um filme norte-americano de 1983, do gênero comédia, dirigido por Alan Johnson e estrelado por Mel Brooks e Anne Bancroft. É uma refilmagem de filme homônimo de 1942, com Carole Lombard e Jack Benny, sob a direção de Ernst Lubitsch.

Notas de produçãoEditar

Enquanto os autores de The Films of 20th Century-Fox consideram-no o melhor trabalho de Mel Brooks desde Young Frankenstein, [6] Leonard Maltin opina que, apesar de oferecer mais risadas que o original, o filme possui menos substância.[7]

Charles Durning recebeu sua segunda indicação consecutiva ao Oscar, após ser indicado no ano anterior por The Best Little Whorehouse in Texas.

RecepçãoEditar

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos melhores trabalhos, tanto de Mel Brooks quanto de Anne Bancroft.[8]

O filme não foi bem nas bilheterias, o que deu início a uma fase difícil para Brooks nos anos 1980.[9]

O crítico brasileiro Rubens Ewald Filho aponta uma das razões do fracasso: as brincadeiras com os nazistas — para o público, esse era um assunto sério demais para ser tema de comédia.[4] Mas o saldo, segundo ele, é positivo, "melhor do que se podia esperar".[4]

Outro crítico brasileiro, Inácio Araújo, da Folha de S.Paulo, é mais direto: o filme é "pífio" e merece ser esquecido.[5]


SinopseEditar

Frederick Bronsk considera-se o maior ator shakesperiano da Polônia. Quando sua adorável e talentosa esposa Anna começa um flerte com o piloto Tenente Andre Sobinski, ambos se veem envolvidos em uma trama de espionagem nazista. Eles precisam, em consequência, valer-se de vários disfarces para esconder do diabólico Coronel Erhardt uma lista com membros da resistência polonesa.[6]

Principais premiaçõesEditar

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Mel Brooks Frederick Bronski
Anne Bancroft Anna Bronski
Charles Durning Coronel Erhardt
Tim Matheson Tenente Andre Sobinski
Jose Ferrer Professor Siletski
Christopher Lloyd Capitão Schultz
George Gaynes Ravitch
George Wyner Ratkowski
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Ser ou Não Ser». Portugal: DVDPT. Consultado em 22 de outubro de 2018 
  2. «Sou ou Não Sou». Brasil: CinePlayers. Consultado em 22 de outubro de 2018 
  3. «Sou ou Não Sou». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 22 de outubro de 2018 
  4. a b c d EWALD FILHO, Rubens. «Sou ou Não Sou». Brasil: Cinema UOL. Consultado em 22 de outubro de 2018 
  5. a b ARAÚJO, Inácio (26 de maio de 2008). «Subestimado, "A Dama na Água" merece revisão». Folha de S.Paulo, caderno Ilustrada 
  6. a b THOMAS, Tony e SOLOMON, Aubrey, The Films of 20th Century-Fox, Secaucus: The Citadel Press, 1985 (em inglês)
  7. MALTIN, Leonard, Leonard Maltin's Movie Guide - 2011 Edition, Nova Iorque: New American Library, 2010 (em inglês)
  8. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
  9. COSTELLO, Michael. «To Be or Not to Be (1983)». AllMovie. Consultado em 13 de abril de 2015 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.