Abrir menu principal

Tomás Óscar Pinto da Cunha Saavedra

Thomaz Óscar Pinto da Cunha Saavedra (Lisboa, 5 de Novembro de 1890 - Rio de Janeiro, 24 de Janeiro de 1956), foi o 3º barão de Saavedra, militar português e empresário radicado no Brasil.

Em 1910 Tomás Saavedra era cadete de Lanceiros 2, quando foi implantada a República em Portugal. Devido às suas profundas convicções pela Monarquia, esteve implicado em desobidiências contra o novo regime, e expatriou-se para o Brasil.

Casou no Rio de Janeiro, em 1919, com Dona Carmen Proença, de família tradicional mineira, e teve 3 filhos.

Foi diretor do Banco Boavista, da Companhias dos Hotéis Palaces e da Câmara de Comércio do Rio de Janeiro.

Foi Grande Oficial da Ordem de Cristo, em Portugal, e Comendador da Ordem do Cruzeiro do Sul, no Brasil.

Era cunhado de Alfredo Rodrigues Gaspar, Presidente do Ministério de Portugal, casado com sua irmã Maria Carolina Saavedra.[1]

Referências

BibliografiaEditar

  • Nobreza de Portugal e do Brasil - 3 vols, Direcção de Afonso Eduardo Martins Zuquete Editorial Enciclopédia, 2ª Edição, Lisboa, 1989, vol. 3, págs. 242-243
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.