Abrir menu principal

Tomás II de Saboia

Tomás II de Saboia
Nascimento 1199
Montmélian
Morte 7 de fevereiro de 1259 (60 anos)
Chambéry
Progenitores Mãe:Margarida de Genebra
Pai:Tomás I de Saboia
Cônjuge Joana, Condessa de Flandres, Beatrice Fieschi
Filho(s) Amadeu V de Saboia, Alice de Savoia, Tomás III do Piemonte, Luís I de Vaud
Irmão(s) Beatriz de Saboia, Alásia de Savoia, Margarita de Savoia, Bonifácio de Savoia, Amadeu IV de Saboia, Filipe I de Saboia, Guilherme de Saboia, Pedro II de Saboia
Título Conde de Flandres, Conde de Hainaut, Príncipe do Piemonte
Blason Savoie Achaie.svg

Tomás II de Saboia (Montmélian, 1199Chambéry, 7 de fevereiro de 1259) foi senhor do Piemonte e, temporariamente, conde da Flandres e Hainaut e conde de Saboia. Foi o filho mais novo de Tomás I de Saboia e de sua esposa Margarida de Genebra. Está enterrado na Catedral de Aosta.

BiografiaEditar

Primeiro Cônego de Lausana 1224/27, Preboste de Valença e 1227, e cônego na Catedral de Leão, deixa as funções religiosas em 1233 para se preparar à herança do seu irmão mais velho Amadeu IV de Saboia por este não ter na altura um filho varão, mas assim quebra a sequência da dinastia prevista para o seu outro irmão mais velho Aymon.

Obtém o título de Conde de Flandres em sequência do seu casamento com a sua primeira mulher Joana de Flandres mas volta à França depois da sua morte. O seu irmão, Amadeu, tinha-o entretanto nomeado Conde de Piemonte em 1247 enquanto que se reservava a soberania desse mesmo território. Tomás sucede-lhe em 1253 com o título de Tomás II de Saboia como regente do seu sobrinho Bonifácio de Saboia, posto que ocupa conjuntamente com o de tutela com a mãe do infante.

Casado uma primeira vez, sem dispensa Papal, com Joana de Flandres, viúva de Fernando de Portugal, volta a casar-se, após enviuvar, com Beatriz Fieschi, com quem teve :

  • Tomás III do Piemonte
  • Amadeu V de Saboia
  • Luís I de Vaud
  • Leonor de Saboia
  • Alice de Saboia

Referências

Precedido por
Como tutor de Bonifácio
Tomás II de Saboia

Tomás de Saboia enquanto que tutor de Bonifácio não é verdadeiramente considerado como conde de Saboia, mesmo se usou o título.

1268 - 1285
Sucedido por
Bonifácio