Tony Montana

Antonio Montana, conhecido como Tony Montana, é o personagem fictício interpretado por Al Pacino no filme Scarface.[1] É um refugiado cubano, fugitivo do regime socialista de Fidel Castro. Scarface individualmente pode ser considerado um dos grandes filmes sobre máfia do cinema estadunidense, juntamente com The Godfather e Goodfellas.

Tony Montana
Personagem ficcional de Scarface
Al Pacino como Tony Montana no filme de 1983
Criado(a) por Oliver Stone
Interpretado(a) por Al Pacino
Descrição ficcional
Nome original Antonio Montana
Sexo Masculino
Origem  Cuba
Morada Miami, Florida, Estados Unidos
Ocupação Traficante de drogas
Família Gina Montana (irmã)
Georgina Montana (mãe)
Amigo(s) Manny Ray (braço direito e melhor amigo)
Aparições
Primeira aparição Scarface

Início da carreiraEditar

Quando Tony era apenas um simples cubano seu amigo Manolo "Manny" Ribera arranjou um acordo com um chefão de Miami, que pediu um serviço a eles, em troca receberiam o green card. Após conseguir o green card, Tony trabalhou como lavador de pratos em uma lanchonete, e por não se dar muito bem com o seu patrão, ele se demitiu logo na primeira oportunidade que teve de entrar para a mafia. Um dos traços marcantes do personagem e que é desenvolvido com o decorrer do filme é o uso abusivo de cocaína por parte de Tony. Tony é conhecido por ser um assassino frio e cauteloso, com suas vítimas.

Vida pessoalEditar

  • A causa de sua cicatriz foi uma briga quando criança.
  • Seu pai o abandonou quando ainda era criança.
  • O relacionamento com sua mãe e sua irmã era muito difícil.
  • Foi militar do Exército Cubano.
  • Casado com Elvira (Michelle Pfeiffer), ex-esposa de seu antigo patrão.

Inspiração e mídiaEditar

Referências

  1. «The 100 Greatest Movie Characters| 27. Tony Montana | Empire». www.empireonline.com. 5 de dezembro de 2006. Consultado em 21 de outubro de 2011 

Ligação externaEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Tony Montana