Abrir menu principal

Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976

Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976
Dados
Participantes 12
Período NovembroDezembro
Gol(o)s 149
Partidas 63
Média 2,37 gol(o)s por partida
Campeão Vitória
Vice-campeão América de Natal
Melhor ataque (fase inicial) Botafogo-PB (21 gols)
Melhor defesa (fase inicial) ABC (7 gols)
Maior goleada
(diferença)
Botafogo-PB 4–0 Ypiranga-BA
João Pessoa

14 de novembro
◄◄ 1975 Soccerball.svg

O Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976, foi uma competição de futebol realizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD, precursora da atual CBF) no Nordeste brasileiro que reuniu, predominantemente, campeões e vice estaduais da região. O grande campeão foi o Vitória, tendo como vice o América de Natal.

O fato interessante e peculiar desse torneio foi a participação do Volta Redonda, clube convidado do Rio de Janeiro.

Apesar dos apelos do Vitória, a competição ainda não é reconhecida de forma oficial pela CBF como Copa do Nordeste. O clube baiano e a Liga do Nordeste solicitaram o reconhecimento. A competição chegou a ser reconhecida inicialmente pela CBF, em setembro de 2012, equiparando-a ao "Nordestão", através de seu guia anual, o Guia do Campeonato Brasileiro de 2012.[1][2] Porém, os títulos deste documento, foram anunciados pelos próprios clubes e não pela CBF em si,[3] cabe também observar que o reconhecimento de títulos pela CBF vem através de Resoluções de Presidência da mesma, não através do Guia do Campeonato Brasileiro.[4] Mas nas edições posteriores, esta decisão foi revista, como na edição do Guia do Brasileirão - CBF 2015.[5]

Em setembro de 2014, o presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, encaminhou à direção de competições da entidade máxima do futebol brasileiro uma nova lista de "campeões oficiais", agora além de incluir o Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976, também o de 1975.[1][6] Porém, até hoje, a CBF não pronunciou sobre o assunto.[7]

Clubes participantesEditar

RegulamentoEditar

Os doze clubes se enfrentam em jogos apenas de ida, os quatro melhores classificados avançam às semifinais, e os vencedores disputam a final em jogo único.

ClassificaçãoEditar

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1   América de Natal 18 11 8 2 1 17 7 10
2   Vitória 15 11 5 5 1 17 10 7
3   ABC 15 11 4 7 0 12 6 6
4   Botafogo 14 11 6 2 3 20 8 12
5   CSA 14 11 5 4 2 15 12 3
6   Confiança 13 11 5 3 3 12 8 4
7   Sport 12 11 3 6 2 9 10 -1
8   Fluminense de Feira 6 10 1 4 5 5 13 -8
9   Volta Redonda 6 10 1 4 5 12 18 -6
10   Ypiranga-BA 5 9 1 3 5 8 16 -8
11   Treze 5 10 1 3 6 12 18 -6
12   Sergipe 2 10 0 2 8 2 17 -15

ResultadosEditar

Primeira faseEditar

7 de novembro Botafogo-PB   2 – 2   Volta Redonda

7 de novembro Ypiranga-BA   1 – 1   Sport

7 de novembro ABC   1 – 1   CSA

7 de novembro Fluminense de Feira   1 – 3   Vitória

7 de novembro Confiança   2 – 0   Sergipe

7 de novembro América de Natal   2 – 1   Treze


10 de novembro Botafogo-PB   3 – 0   CSA

10 de novembro Fluminense de Feira   0 – 1   Sport

10 de novembro ABC   2 – 2   Volta Redonda

10 de novembro Sergipe   2 – 2   Vitória

10 de novembro Treze   0 – 2   Confiança

10 de novembro América de Natal   4 – 2   Ypiranga-BA


14 de novembro Botafogo-PB   4 – 0   Ypiranga-BA

14 de novembro Sergipe   0 – 1   Sport

14 de novembro ABC   0 – 0   Confiança

14 de novembro Fluminense de Feira   1 – 1   CSA

14 de novembro América de Natal   1 – 0   Vitória

14 de novembro Treze   3 – 1   Volta Redonda


17 de novembro Botafogo-PB   1 – 2   Vitória

17 de novembro Treze   2 – 3   Sport

17 de novembro ABC   2 – 0   Ypiranga-BA

17 de novembro Confiança   2 – 1   CSA

17 de novembro Sergipe   0 – 0   Fluminense de Feira

17 de novembro América de Natal   2 – 0   Volta Redonda


21 de novembro Sergipe   0 – 2   Botafogo-PB

21 de novembro Confiança   0 – 0   Sport

21 de novembro ABC   2 – 1   América de Natal

21 de novembro CSA   2 – 1   Volta Redonda

21 de novembro Fluminense de Feira   1 – 0   Ypiranga-BA

21 de novembro Treze   1 – 2   Vitória


24 de novembro Confiança   0 – 0   Botafogo-PB

24 de novembro Treze   0 – 0   ABC

24 de novembro América de Natal   1 – 0   Fluminense de Feira

24 de novembro Sergipe   0 – 3   Volta Redonda

25 de novembro Vitória   1 – 1   Ypiranga-BA

26 de novembro CSA   2 – 0   Sport


28 de novembro Botafogo-PB   0 – 1   América de Natal

28 de novembro ABC   1 – 1   Sport

28 de novembro CSA   1 – 0   Sergipe

28 de novembro Treze   1 – 1   Fluminense de Feira

28 de novembro Confiança   0 – 2   Vitória

28 de novembro Ypiranga-BA   1 – 1   Volta Redonda


30 de novembro Botafogo-PB   3 – 0   Fluminense de Feira

2 de dezembro Sport   0 – 0   Volta Redonda Ilha do Retiro, Recife

Público: 1.769
2 de dezembro ABC   1 – 1   Vitória

2 de dezembro América de Natal   1 – 1   CSA

2 de dezembro Treze   2 – 0   Sergipe

3 de dezembro Confiança   3 – 1   Volta Redonda

4 de dezembro Sport   1 – 1   América de Natal


5 de dezembro Botafogo-PB   2 – 1   Treze

5 de dezembro Fluminense de Feira   0 – 0   ABC

5 de dezembro CSA   2 – 1   Ypiranga-BA

5 de dezembro Vitória   3 – 1   Volta Redonda

7 de dezembro Confiança   3 – 1   Fluminense de Feira


8 de dezembro Sport   1 – 3   Botafogo-PB

8 de dezembro Sergipe   0 – 2   ABC

8 de dezembro CSA   1 – 1   Vitória

9 de dezembro Confiança   0 – 1   América de Natal


11 de dezembro ABC   1 – 0   Botafogo-PB

11 de dezembro Sport   0 – 0   Vitória

11 de dezembro CSA   3 – 1   Treze

11 de dezembro Sergipe   0 – 2   América de Natal

11 de dezembro Ypiranga-BA   2 – 0   Confiança


As partidas abaixo foram canceladas por motivos desconhecidos
Fluminense de Feira     Volta Redonda

Sergipe     Ypiranga-BA

Treze     Ypiranga-BA

Fase finalEditar


SemifinaisEditar

15 de dezembro   Vitória 2 – 1   Botafogo-PB

15 de dezembro   ABC 1 – 1
(2–4 pen.)
  América de Natal

FinalEditar

18 de dezembro   Vitória 3 – 0   América de Natal Castelão, Natal

Geraldão  
Zé Júlio    
Público: 6.860 (renda de Cr$ 82.961,00)
Árbitro: Gilson Ramos Cordeiro

Vitória (4–3–3): Williams; Jurandir, Joãozinho, Válter e Teixeira; Paulo Roberto, Léo Oliveira e Valdo; Zé Júlio, Geraldão (Joel Leão) e Ferreti (Leninho).
Técnico: Denílson Custódio.

América (4–2–4): Cicero; Olímpio, Ivan Xavier, Odélio e Alberto; Washington e Alberi; Jangada (Davi), Garcia (Marinho), Santa Cruz e Ivanildo.
Técnico: Sebastião Leônidas.

Campeão Nordestino de 1976
 
Vitória
(1º título)

Referências

  1. a b «A nova lista de campeões do Nordeste». Blog de Esportes. 26 de setembro de 2014. Consultado em 2 de abril de 2017 
  2. «Copa do Nordeste - campeões, vice e artilheiros». www.campeoesdofutebol.com.br. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  3. «Decifrando os campeões oficiais da Copa do Nordeste através do site da CBF». Blog de Esportes. 13 de maio de 2017. Consultado em 20 de agosto de 2017 
  4. «O clube que mais venceu a Copa do Nordeste». Esporte Interativo - Futebol Brasileiro, Liga dos Campeões e Lutas (em inglês). Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  5. «Download do Guia do Brasileirão - CBF». www.cbf.com.br. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  6. «A nova lista de campeões do Nordeste é encaminhda à CBF». Atividade Esporte News. 29 de setembro de 2014. Consultado em 2 de abril de 2017. Arquivado do original em 21 de agosto de 2017 
  7. «Os campeões do Nordeste e a antiga discussão sobre a chancela dos títulos». Blog de Esportes. 12 de fevereiro de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.